Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   ASSINATURAS  |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 23 de Junho 2017
Por Maria Helena


Bombeiros Voluntários do Barreiro
Recebem roupas para entregar às populações afectadas pelos incêndios


Inferências - Barreiro
Apetece-me pensar a Avenida da Praia deslocalizada para o Mar da Palha


Barreiro – Por dentro dos dias
O Lavradio, hoje, ficou um pouco mais bonito…


COLUNISTAS
O muro
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


A Muralha de Adriano
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


EDUCAÇÃO 2018/2019
Por José Caria
Montijo


Quem está a seguir?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Tratam-nos da saúde
Por Nuno Cavaco
Moita


BASTIDORES
União de Freguesias Barreiro Lavradio
PSD escolhe Álvaro Ferreira para cabeça-de-lista


TERMINAL DE CONTENTORES NO BARREIRO – ASSIM NÃO!
afirma Mário Durval, candidato do Bloco de Esquerda à Presidência da Câmara


Candidato do PSD à Câmara Municipal do Barreiro, Bruno Vitorino
Quer eliminar burocracia e obstáculos colocados aos empresários e reduzir taxas


Moita - Partido Socialista promove apresentação Pública
Candidatura de Luís Chula à presidência da Câmara Municipal


Barreiro - União de Freguesias do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena
PSD escolhe Luís Murilhas para cabeça-de-lista


Luís Nascimento candidato a presidente da Câmara Municipal
Trazer para a Moita o hipódromo com corridas de cavalos.


Barreiro - Frederico Rosa, candidato a presidente da CMB do Partido Socialista.
«Infraestrutura como o Terminal de Contentores tem que se enquadra


Moita - No pavilhão municipal de exposições
Apresentação publica de candidatos das listas da CDU


Terminal Contentores que destrói o potencial do Barreiro
Bruno Vitorino está contra novo projeto


Jorge Miguel Teixeira, candidato do CDS à Câmara Municipal do Barreiro
«O Plano de Urbanização é mais importante que a história da cidade»


CONVERSAS DE 2 MINUTOS
Isabel Mateus Braga fotógrafa do Barreiro
«Um livro para reflectir como a vida é simplesmente construída com fé»


AS EMPRESAS
Barreiro - «O País saiu do défice excessivo mas o serviço público de transporte fluvial Não»
Transporte público fluvial a funcionar com défice


DESPORTO
Mais de oito dezenas de nadadores da elite nacional e mundial em Setúbal
Terceira etapa da FINA HOSA 10Km Marathon Swimming World Cup


Moita - Equipa de Traquinas do CRI de Alhos Vedros
Participou na 5ª edição da Mértola Cup


Liga Nacional de Karaté de Portugal promove no Barreiro
Estágio de Verão


Associação Karaté do Distrito de Setúbal
Estágios de Karaté no Barreiro


Atletas do Fabril do Barreiro e FC Barreirense
Integram Seleção da Associação de Futebol de Setúbal


Passeio Informal do Barreiro em BTT
Cerca de 30km ao ritmo do participante menos preparado


FESTI´BOL de PRAIA BARREIRO 2017
Atingiu-se mais de 2 mil entradas e foi considerado um sucesso


Academia de Judo do Barreiro/Grupo Desportivo Fabril
Filipa Maia sagrou-se Vice-Campeã Nacional


Milha Noturna da Moita
Participação de atletas federados e não federados


PERSONALIDADES
Câmara Municipal do Barreiro aprova Voto de Pesar
Reconhecendo Manuel de Oliveira


AS ESCOLAS
Moita - Constelação 2030 – Caminhos para Inovar na Educação,
apresenta Referencial de Inovação Pedagógica da Escola Técnica Profissional


Ciclo de Debates de Saúde no Politécnico de Setúbal
Debatem projetos de intervenção realizados na comunidade local


Barreiro - UAEEAM do 1º Ciclo de Santo António da Charneca
«Ronaldo vem à nossa escola. Tu és o melhor jogador».


REPORTAGEM
Moita - Teatro nasce de forma sublime na vida real
Para sermos criadores, o principal é vencermos a inércia


Barreiro - Pacheco Pereira no I Encontro de Cidades dos Afectos
«A memória é importante para a cidadania»


Barreiro – Movimento de Cidadãos Independentes
Apresenta Naciolinda Silvestre nas autárquicas de 2017


Barreiro – Rui Lopo, vereador do Planeamento
«Não é negociável que o Terminal vá para além da zona do Clube da Vela»


Barreiro - 30% do território do concelho está vazio e abandonado de vida
«É um desafio evitar esta situação», afirma Rui Lopo


Barreiro – Rute Pio Lopes apresentou «Sintonias»
«A fotografia que me toca mais inspira-me para escrever»


Barreiro - Campanha #MusEu Contribuo
Valorizar espaço museológico da Baía do Tejo com memórias dos trabalhadores e famílias


Bloco de Esquerda quer «construir um Barreiro pela positiva»
«É pela solidariedade e pela fraternidade que nós mudamos isto»


MOLDURA
Barreiro - Festas Populares de Coina
Cantora REBECA no espetáculo de encerramento


BARREIRO - FESTIVAL DO VENTO
Vem sentir a brisa da Cidade


Barreiro - Feira Quinhentista de Coina
2ª edição do evento dias 21, 22 e 23 de julho


BARREIRO - Passeio de Bicicletas Antigas
Realiza-se no próximo dia 25 de Junho


Envolvimento do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste - Barreiro
No combate aos incêndios florestais


Barreiro - Cinco noites de intensa atividade cultural
De 21 a 25 de Junho no Parque da Cidade


Este fim de semana no Barreiro
Ensaio aberto na Casa da Cultura da Bàia do Tejo
. Summer Night Session na Praia de Copacabana


Moita - Festas Multiculturais no Vale da Amoreira
Música, dança, gastronomia, exposições, animações culturais e artesanato
. de 21 a 25


Barreiro - Comemorações do Dia da Cidade 2017
Destaque para a Cerimónia Barreiro Reconhecido


MOITA - BB Blues Fest 2017
Últimos bilhetes disponíveis


Paróquia de Santa Maria - Barreiro
Debate «Afinal, quem é o Homem? O erro da eutanásia»


Barreiro - Circuito de Arte Pública
Visita Guiada


BARREIRO - FESTIVAL DO VENTO
Vem sentir a brisa da Cidade


Barreiro - Concurso de Gastronomia Ribeirinha
Valorizar a restauração local e ligar a cidade ao rio


SETÚBAL - Recolha de beatas e outros lixos na Praia da Figueirinha
No âmbito da campanha Bandeira Azul 2017


AUTARQUIAS
Moita - Baixa da Banheira
Apresentação pública do projeto de requalificação urbana da Rua 1.º de Maio


Ponte pedonal e ciclável que ligará Bareiro - Seixal
Assinatura de Protocolo entre os municípios


Barreiro - Condicionamento de trânsito na Avenida Alfredo da Silva
Renovação dos pavimentos constituintes das passadeiras


Barreiro - Assinatura de contrato para a construção da Muleta
Embarcação que é uma das peças mais identificativas da heráldica barreirense


Área de Reabilitação Urbana (ARU) do Concelho do Barreiro
Em análise na reunião da Assembleia Municipal


Plataforma Multimodal do Barreiro
A Avenida da Praia não pode ser afetada nas suas vistas.


OPINIÃO
Uma crítica ao Projecto de Porto para o Barreiro no âmbito da discussão pública do Estudo de Impacto Ambiental.
Por Pedro Canário
Barrei


É A TERCEIRA VEZ QUE A ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA (APL) NOS QUER TIRAR A PAISAGEM!
Por Armando de Sousa Teixeira
Barreiro


O SERVIÇO SOCIAL NO PAÍS DO FAZ DE CONTA!
Por Vítor B Munhão
Barreiro


VIOLÊNCIA URBANA
Por Maria José Santos
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
BARREIRO RECONHECIDO 2017
«É uma honra para a SFAL receber esta distinção»


Bombeiros Voluntários do Barreiro
Cancelam programa de comemorações dos 86 anos


Moto Clube do Barreiro
XVI Concentração Nacional de Motociclismo


LIVROS
Jovens do Barreiro da equipa ODD BULLET
Lançam livro «7 Balas: Dias de Cão»


POSTAIS
Barreiro - «Rua Florida» de Redondo no Parque da Cidade
Temos que divulgar o interior do país porque estamos esquecidos


Terminal é uma mais valia para o Barreiro
Câmara aprova por unanimidade Parecer sobre Impacto Ambiental
. O impacto desta solução é in


Barreiro - É preciso retomar as freguesias
Um alerta nas comemorações do 22º aniversário da Vila de Santo André


Barreiro - Augusto Sousa mandatário da CDU
Apresentados os seis primeiros candidatos à CMB


Barreiro - No Mercado Municipal do Lavradio
Arte de azulejos de alunos da Escola Álvaro Velho


AGENDA
FORUM BARREIRO - BARREIRO
Castello Lopes Cinemas
Programação Semanal


Espaços Vivos 2017 - Barreiro
Junho e julho


EUROPA
Declaração do Vice-presidente Dombrovskis
Sobre a saída de Portugal do Procedimento de Défice Excessivo


opinião rostos.pt - o seu diário digital

Cidade não oferece qualidade de vida – reflexões sobre o Barreiro actual
Por Jorge Moniz
Barreiro

Cidade não oferece qualidade de vida – reflexões sobre o Barreiro actual<br />
Por Jorge Moniz<br />
BarreiroO Barreiro actual continua a ser uma cidade com um espaço público altamente degradado e vandalizado.
Para além de altamente politizada, a cultura da cidade encontra-se fechada em si mesma e ausente de parcerias nas várias vertentes de expressão artística.

O Barreiro actual continua a ser uma cidade com um espaço público altamente degradado e vandalizado. Como consequências de um panorama de deserto empresarial e de um baixo poder de compra, o comércio local, com algumas excepções, não oferece qualidade, e o sentimento de insegurança devido a uma crescente descaracterização e degradação social é elevado. As instalações desportivas estão cada vez mais deslocalizadas do centro e os equipamentos de lazer são diminutos. Tudo isto contribui para uma descaracterização da cidade e para um êxodo igualmente crescente para cidades próximas que garantem melhor qualidade de vida. Os jovens estão cada vez mais ausentes do dia-a-dia da cidade e abandonam-na à primeira oportunidade face ao desinteresse laboral e cultural que aqui se vive. Alguém dizia que o Barreiro não se pode tornar na terra onde vimos visitar os nossos pais e os nossos avós. Infelizmente já o é em parte. A principal razão assenta na pouca oferta empregadora que tem originado uma debandada da classe média, fruto, não só de uma politica nacional castigadora do nosso concelho mas também de factores internos e de uma politica camarária pouco entusiasmante e de desconfiança face ao meio empresarial, especialmente o privado, visto até hoje, ao que parece, como um bem menor. Vamos por partes:

Ausência de politica cultural:
Para além de altamente politizada, a cultura da cidade encontra-se fechada em si mesma e ausente de parcerias nas várias vertentes de expressão artística. A descentralização de eventos da grande capital não chega ao Barreiro, ao contrário do que acontece com cidades vizinhas. Dois exemplos na área do cinema: festa do cinema francês e italiano. A dinâmica da cultura local, com base na atribuição de subsídios, é salva por associações culturais independentes do poder autárquico, que, apesar dos parcos recursos, desempenham o papel de autênticos milagreiros, fruto da competência dos seus impulsionadores. Dois exemplos na área da música: Barreiro Rocks e Outfest. Os espaços de lazer e a vida nocturna, com pequenas excepções, há muito se tornaram decadentes. A oferta de qualidade é escassa. A vida nocturna barreirense há muito que não faz parte dos planos do grosso dos seus habitantes. As famílias sentem uma forte necessidade de procurar nos concelhos vizinhos o que persiste em não existir na cidade. A cidade é cada vez mais um dormitório e cada vez mais desinteressante do ponto de vista cultural e a falta de um grande evento que a coloque no mapa e que atraia novos visitantes impulsionando o comércio e empresários locais continua a não existir. A cidade nem dispõe de um pavilhão multiusos. Veja-se o que aconteceu com Sines através do seu festival Músicas do Mundo. Ou das várias feiras organizadas pela Câmara Municipal de Grândola.

Poluição visual e falta de tratamento do espaço público:
A vandalização de paredes, encontra-se, possivelmente, já fora de controlo. Nem o edifício da câmara escapa, parecendo proporcionar, pelo tempo em que se encontra neste estado, uma convivência harmoniosa com os actuais responsáveis camarários. Veja-se o estado da estação do Barreiro-A ou da passagem desnivelada. Já alguém se terá preocupado em resolver a situação? A actual poluição visual transmitirá conforto e prazer aos seus habitantes? Ou, pelo contrário, identifica a cidade com um sentimento de permanente insegurança?
O mesmo se pode dizer da situação descontrolada, degradante e gravíssima que se vive no Barreiro velho, já bastante descaracterizado, e que não pode ser explicada exclusivamente com a ausência da esquadra no bairro, mas antes, por um abandono total e desinvestimento por parte da autarquia relativamente à zona, nomeadamente através da ausência de zonas pedonais e de incentivos à criação de espaços lúdicos na zona. Já imaginaram as ruas interiores do Barreiro velho floridas, com esplanadas, galerias de arte? Hoje em dia temos ruas que são parques de estacionamento. A cidade vive numa atmosfera sem rei nem roque e de anarquia.
As infra-estruturas desportivas são diminutas e de pouca qualidade. A última grande infra-estrutura desportiva construída na cidade terá sido, imagine-se, a construção do Estádio Alfredo da Silva, já com mais de 50 anos. Até hoje, pouco ou nada de grande dimensão e que responda às necessidades das populações foi feito. A piscina existente data do pré 25 Abril. O que foi feito até agora? Um tanque no Lavradio? Continuamos a não dispor de uma pista de atletismo em condições. Não será este também um meio de cativar populações?
Todos estes factores dão origem a um ciclo vicioso entre a fuga de habitantes e a existência de uma oferta lúdica que os prenda à cidade. Seja qual for a próxima força política a habitar o edifício da câmara municipal a partir da próximas eleições autárquicas, mesmo que perdure a continuidade, deverá ter alguns destes aspectos em conta. Apesar da importância de alguns dos projectos que estão na calha para os tempos mais próximos, e de poderem proporcionar uma inversão de sentido do que até aqui foi dito, pouco reflexo terão na vida dos habitantes da cidade se não se inverter a actual (falta de) política de cativação empresarial, correndo-se o risco de se governar a câmara para um vazio populacional cada vez mais acentuado.
Resta-nos continuar o perpétuo discurso do potencial desaproveitado e de que a culpa é sempre dos diabos que vêm de fora?... ainda alguém acredita nisto?

Jorge Moniz

11.02.2017 - 15:45
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

nome: José Manuel Almeida
comentario: Excelente análise. Recuando ao tempo em que o Barreiro era o centro da revolução industrial - protagonizado pelo Sr. Alfredo da Silva - regressamos a um tempo em que a Cidade está estagnada, seja do ponto de vista empresarial (referida no texto) seja num dos aspectos que me parece de fundamental importância: a necessária inclusão do Barreiro na Rota Turística da Península de Setúbal. São necessárias obras que promovam o incremento de actividades desportivas de grande importância, a par de outras que permitam, por exemplo, concentrar eventos em formato de Congressos, Exposições, permitindo a fixação de unidades hoteleiras - que como os Barreirenses sabem, não existem! Há fortes razões para mudar de liderança e a mudança passa inevitavelmente pela renovação. Na verdade a bem do Barreiro - Terra Portuguesa - já se vislumbram novos horizontes de esperança. Não conheço o Sr. Jorge Moniz pessoalmente mas as suas palavras posso entendê-las como uma lufada de ar fresco que faz falta. Há mais para ser dito e escrito.Bem haja!
nome: João Pintassilgo
comentario: Brilhante análise, Caro Jorge Moniz. Já são muitos os Barreirenses a terem a mesma opinião. A questão que se coloca neste momento é que chegou a hora de contribuirmos todos para promover a mudança necessária. A CDU e o actual executivo já demonstraram não serem capazes de darem satisfação ao desejo de muitos Barreirense em transformar a nossa terra num Concelho dinâmico com actividade económica e uma Cidade moderna que retenha a nossa juventude.
nome: Orlando Grilo
comentario: Srº Jorge Moniz:sem o conhecer penso como o Srº!!! Parabéns pelo texto e verdade escrita sem mentiras!!! Foi sócio do F.C.Barreirense durante 23 anos e "chorei" aquando a sua demoluição pelos motivos que muitos sabem...de quem a culpa?Polis?Muito bonito junto ao rio...e o resto?Será que o IMI vai beneficiar a etnia cigana na avenida da praia?Vista para o mar e tal...Coina é só buracos e flores para tapar a boca de quem lá vive...temos stand´s ilegais nas rotuntas Retail Park em Coina(aonde a G.N.R faz operações STOP escondidos) outro ilegal na rotunda das "bandeiras" nas Covas de Coina(Santinha),mais outro no Sucateiro das Covas de Coina(mais um sitio de Operações Stop)...será que ninguem pensa quem ganha com isto???Pensem!!!Gosto muito do Barreiro como cidade,nasci,cresci,estudei ,casei e desiti!!!
nome: Maria Marques
comentario: Concordo contigo Jorge, de facto os jovens há muito emigraram e migraram, o Barreiro Velho é o triste ícone desta cidade., e o que mais custa, é que há coisas que não custam dinheiro, apenas criatividade. O exemplo que deste do edifício da Câmara, é por demais evidente, o cartão de visista de qualquer terra, normalmete é o edifício do Município, aqui é a nossa vergonha. Será que ao menos no dia "B", não haveria uma latinha de tinta caridosa que pusesse fim àquela degradação?

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2017 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

PUB.

PUB.

PUB. - ANUNCIO

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND