Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   ASSINATURAS  |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 26 de Abril 2017
Por Maria Helena


Por dentro dos dias - Barreiro
Uma terra onde as pessoas não podiam falar


BARREIRO - A(nota)mentos
Sofia Martins papel relevante nas negociações da SIMARSUL


Barreiro - «O Jornal Daterra» assinala 40 anos
Jogo de convivio de Futsal para recordar os célebres Torneios
. No Pavilhão da Escola Álvaro Ve


Barreiro - ROSTO DO ANO 2016
Fernanda Ventura – Uma mulher humanista e lutadora de causas


COLUNISTAS
Técnica do salame
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


ANIMAIS DE COMPANHIA e ANIMAIS ERRANTES
Por José Caria
Montijo


Quem está a seguir?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


A respeito das reformas
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Mário Soares, um Presidente Ambientalista!
Por Nuno Banza
Barreiro


OH PAI NATAL...VAI MAS É DAR BANHO ÀS RENAS !!!
Por Kira
Barreiro


Tratam-nos da saúde
Por Nuno Cavaco
Moita


CARTA AO DIRECTOR
Carta ao Director - Barreiro
Melhorar o Parque Catarina Eufémia
. Encerrar durante a noite


BASTIDORES
Apresentação dos cabeças de lista da CDU a todos os órgãos autárquicos do concelho da Moita
Rui Garcia candidato à presidência da Câmara Munici


Victor Castro Nunes candidato do PSD para a Assembleia Municipal do Barreiro
«Os barreirenses precisam de entregar o governo do concelho a quem


Deputados do PCP eleitos pelo distrito de Setúbal
Questionam Governo sobre encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos no Lavradio


Barreiro - Mário Durval candidato do BE à presidência da Câmara
Francisco Alves candidato à presidência da Assembleia Municipal


Joaquim Raminhos candidato do BE a Presidente da Câmara da Moita
António Chora para a presidência da Assembleia Municipal


Moita - Vereadores do Partido Socialista
Votam Contra Relatório e Contas


Barreiro - Obrigar donos dos cães a apanhar «os dejetos dos seus animais»
Bruno Vitorino quer «tolerância zero» para porcaria de cão no chão


PS debate sob o tema «Afirmar o Barreiro – Território e Ambiente»
Faz diagnóstico sob situação de decadência económica e demográfica


Organização Concelhia da Moita do PCP
Opção de um terminal na Base Aérea nº 6 no Montijo não é a solução mais adequada


Candidato do CDS à presidência da Câmara Municipal do Barreiro
Jorge Miguel Teixeira «acredita num Barreiro diferente»


CONVERSAS DE 2 MINUTOS
Faustino Mestre candidato a presidente da Direcção Grupo Desportivo Fabril do Barreiro
«Trazer novamente os sócios ao clube»


Barreiro - Francisco Pacheco, atleta amador do Grupo Desportivo «O Independente»
Um campeão nacional que vive o atletismo com prazer


AS EMPRESAS
Ligação Fluvial Barreiro - Lisboa
Por motivo de greve parcial não será possível garantir o serviço regular nos dias 26 e 27 de abril.


Barreiro - APP de Tecnológica Barreirense
Ganha prémio internacional na categoria «Comunicação Mobile e Apps» Fundacom Miami 2017


DESPORTO
Fase Final do XIX Campeonato Nacional da Liga Feminina no Barreiro
Nos dias 29 e 30 de abril e 1 de maio no Pavilhão Municipal Luís de Carvalho


Forum Barreiro Run 2017 dia 18 de junho
Com inscrições já abertas


Clube de Vela do Barreiro
João Bolina e Rafael Rodrigues Campeões de Portugal Juniores


Judocas da Academia de Judo do Barreiro
Conquistam quatro 1ºs lugares nas Jornadas da Juventude ADJ Setúbal


PERSONALIDADES
Bispo de Setúbal, D. José Ornelas
Eleito vogal do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa


AS ESCOLAS
Estudantes do Politécnico de Setúbal integram Business Week na República Checa
International Business Week Network promove programas internaci


Politécnico de Setúbal de portas abertas
Oportunidade para conhecer e viver de perto o ensino superior


Equipa Roazes da Escola Secundária du Bocage de Setúbal ganha 1.º prémio
Vencedores da 2.ª Edição do Jogo de Gestão Interescolas



Agrupamento de Escolas de Santo André, Barreiro
Intercâmbio com França/échange culturel com o Lycée Saint Exupéry, de Parentis en Born


REPORTAGEM
Barreiro - «CA» cria um novo conceito de empresa
Unir vontades para prestar serviços de qualidade
. Um consórcio de serviços


‘Evocação da Guerra Civil de Espanha’ no Espaço Memória – Barreiro
«Guernica é um símbolo da barbárie»


Aberta a ligação entre Fórum Barreiro e Largo das Obras
Investimento na zona rondou um milhão de euros


Moita - «Olha aquela sou eu!»
A indústria têxtil em Alhos Vedros versus «a luta das mulheres pela sua emancipação»


Ao longo de 150 km a Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo
Envolve mais de 1000 pessoas da logística a cavaleiros


Barreiro - A «Excepção e a Regra» com encenação de Rui Quintas
Sem dúvida imaginação, inteligência e arte viva!>


Barreiro – Uma Escola com carisma
Secundária de Casquilhos recebe 8º encontro de antigos alunos


MOLDURA
Ciclo Filmes do Mundo no MOntijo
Exibe o filme Variações de Casanova


No Cais 3 do porto de Setúbal
Indústria 4.0 e a Internet das Coisas


Celebridades juntam-se pela Reciclagem, no Barreiro!
Eco Fashion a 27 de maio


Desordem junto a um estabelecimento de diversão nocturna no Montijo
Envolveu várias dezenas de indivíduos


Moita - Na sua sexta edição BB Blues Fest acolhe um «old master»
Americano Lazy Lester confirmado


Setúbal - Herman José em Azeitão
ONE(HER)MAN SHOW


Escola de Jazz do Barreiro
Comemora 18º aniversário e assinala Dia Internacional do Jazz


Escola de Jazz do Barreiro está de parabéns!
Foi um excelente fim de semana para o Jazz nacional


BARREIRO - Aplicação «Mata da Machada» para telemóvel
Acesso a informações sobre a Reserva Natural Local


AUTARQUIAS
SEIXAL - Construção urgente da extensão de saúde de Aldeia de Paio Pires
Ministro da Saúde receberá esta semana reivindicação


Sessão Solene Comemorativa do 25 de Abril no Montijo
»Inspiração pelo que representa enquanto ideia de futuro para o nosso povo»


Barreiro é Abril de 74 porque aqui durante 48 anos de ditadura fascista
Nunca desistimos de intervir, combater, lutar, propor, construir.


Barreiro - Interdição de trânsito na Rua Capitães de Abril
Interrupção no abastecimento de água


«Recuperar o atraso em que Setúbal viveu por demasiados anos»
Afirmou Maria das Dores Meira na sessão solene da Assembleia Municipal


Setúbal - Encerramento de agências da Caixa Geral de Depósitos
Freguesias do Distrito apelam à participação em manifestação em Lisboa


BARREIRO - CMB APROVA RELATÓRIO
DE SUSTENTABILIDADE, ATIVIDADE E PRESTAÇÃO DE CONTAS 2016 DOS TCB.


Moita - Espetáculo comemorativo do 25 de Abril em Alhos Vedros
Jorge Palma e Sérgio Godinho dia 24 de abril no Largo das Festas


OPINIÃO
Cidade da Participação? Só por 2 semanas!
Por Tiago Coluna
Barreiro


OSTOMIA NA PRIMEIRA PESSOA - AFINAL O QUE SINTO NA ALMA?
Por Francisco Oliveira
Barreiro



O Poder das Palavras
Por Carina Sapateiro
Montijo


A MEMÓRIA REDUZIDA A ESCOMBROS NÃO APROVEITA A NINGUÉM
Por Armando Sousa Teixeira
Barreiro


Um dia feliz para o ambiente em Portugal!
Por Nuno Miguel S. Banza
Inspetor-Geral do Ambiente


Rotunda do Lavradio – A real obra de arte
Por João Naia da Silva
Barreiro


De «Os Betes» ao «Perspectiva»
Por Vítor Ferrão
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
António Fernandes atual Presidente do Grupo Desportivo Fabril do Barreiro
APRESENTA CANDIDATURA A TERCEIRO MANDATO NA LIDERANÇA DO CLUBE


É limitada a infra-estrutura desportiva pública de que o Barreiro dispõe
Tem de ser encontrada numa opção que leva a gerir infra-estrutura part


Moita - Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira
Retomou a tradição e voltou a organizar o Baile da Pinha


Barreiro – Grupo Desportivo Fabril
Eleição dos Órgãos Sociais para o período 2017/2020


Barreiro - Ecobrown 2017 na Mata da Machada
Dia dedicado à extinção de espécies invasoras na flora local


Barreiro - Campanha de solidariedade
«Telha Feliz 2017»


CULTURA
Moita - Na Baixa da Banheira
Documentário «Paula Rego - Histórias & Segredos» exibido no Fórum Cultural


Barreiro - Cidade Sol vai ser o palco do espetáculo «Histórias em Viagem»
Um projeto multidisciplinar de teatro de rua e teatro físico


Barreiro - Não condenar a memória patrimonial à terrível degradação «alzheimeriana»
Há que definir uma estratégia de Centro Histórico Ferroviá


LIVROS
No Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro
Apresentação do livro «Contos que vos conto» de Emanuel Góis.


POSTAIS
André Pinotes deputado socialista de Setúbal visado no programa «Sexta às 9»
Devido ao casamento mudou de residência do Barreiro para Sesimbra<


Barreiro - Inaugurada no Espaço Memória
Exposição ‘80 anos do abastecimento público de água"


Barreiro – O mistério dos leões do Mausoléu Alfredo da Silva
Desapareceram mesmo ou é um «Mito Urbano»?


Barreiro - VMER registou 3 partos no primeiro ano de atividade
Cerca de 70% dos registos relacionados com situações de doença súbita


Barreiro - David Sobral recebeu distinção «Rosto do Ano 2015»
Uma noite enriquecedora numa «lição» sobre o mundo e sobre a vida


Barreiro - Festival do Vento
Um (e)vento para soprar ideias e sentir os sonhos da cidade


Barreiro - Prémio Francisco 2017
Distingue Álvaro Carlos Marques


Era um vaso de barro
Por Ana Isabel
Barreiro


ARTES
Moita - Comemorações do Dia Mundial da Dança no Fórum Cultural
«The Art of Losing» espetáculo da Companhia de Dança de Almada


Smile vai criar mural no centro da cidade do Barreiro
Evoca Barreirenses que viveram entusiasticamente o direito à liberdade


Barreiro - Uma excelente peça do Projéctor
«O Solário» onde a ficção e o real são memória


Teatro Ensaio Barreiro
«Com os fantasmas não se brinca» de Mário Castrim


AGENDA
Almada - Nova sede da Associação de Oficiais das Forças Armadas
Inauguração na Trafaria dia 29 de abril


EUROPA
Esforços para salvar vidas nas estradas da União Europeia
Resultados encorajadores em 2016 exigem a continuação


cultura rostos.pt - o seu diário digital

Barreiro - Não condenar a memória patrimonial à terrível degradação «alzheimeriana»
Há que definir uma estratégia de Centro Histórico Ferroviário

Barreiro - Não condenar a memória patrimonial à terrível degradação «alzheimeriana» <br />
Há que definir uma estratégia de Centro Histórico FerroviárioO Património Ferroviário do Barreiro, muito mais vasto e rico que tudo o que está musealizado até hoje, terá que ser equacionado estrategicamente como um grande Centro Histórico, com várias valências interligadas, recuperadas e/ou reabilitadas as que estão (quase…) abandonadas, mantendo vivas e a funcionar as que mexem, nomeadamente a Linha do Sado que começa e acaba no Barreiro.

A MEMÓRIA FERROVIÁRIA TAMBÉM TEM FUTURO

I. O PASSADO, O PRESENTE, QUE FUTURO?

Em mais de 150 anos de funcionamento dos comboios no Barreiro (desde 1859!) e das suas “magníficas” oficinas ferroviárias, registam-se acontecimentos/episódios que no passado (e no presente!) lesaram e lesam o património ferroviário.

a) Nos anos 60 do século XX, foi destruída por barcos ao serviço da Siderurgia de António Champalimaud, a ponte ferroviária Barreiro/Seixal que nunca foi reposta, com a interrupção intempestiva do ramal respectivo.

b) Apesar de terem sido retirados do Barreiro muitos materiais de valor museológico inestimável, nunca foi criado o Núcleo Museológico Ferroviário, nem mesmo quando da criação da Fundação do Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento.

c) Na recente electrificação da via foi abandonada a estação ferro-fluvial do Bareiro-Mar (Miguel Pais em 1884), gastando-se centenas de milhares de euros para ser construído um apeadeiro a 50 metros! A velha estação, uma peça patrimonial inestimável, ex-líbris do Barreiro ferroviário, está em rápida degradação, tendo sido retiradas as chapas da cobertura por alegada razão de segurança.

d) As Oficinas Ferroviárias “excepcionais” (1859), “catedral do diesel”, estão a ser gradualmente abandonadas, perdendo-se centenas de postos de trabalho. Estão em risco de degradação e de encerramento, até porque o acesso não foi electrificado.

e) Material circulante único e histórico (máquinas, carruagens e outros), está a ser abatido, vendido para sucata ou para outros fins não patrimoniais.

f) O Bairro Ferroviário do “Palácio do Coimbra”, foi colocado à venda pela CP para ser urbanizado, após ter exercido o “direito capeão” sobre terrenos de servidão ferroviária. A Companhia de Caminhos de Ferro Portugueses recuou na intenção por não haver compradores, mas estão a ser permitidos abusos por novos adquirentes das velhas casas, alvo de descaracterização.

g) O “Palácio do Coimbra”, a última residência senhorial que nos resta do século XIX, ligada à história da construção da Linha do Sul e Sueste pelos “Brasileiros”, foi votada ao abandono, mau grado a recente operação de maquilhagem da fachada, porque o telhado está a cair!

h) A Avenida de Sapadores dos Caminhos de Ferro, melhor seria Avenida dos Ferroviários do Sul e Sueste, com o seu histórico Cais da Cortiça, sendo uma varanda privilegiada para o “esplendor” de Alburrica, está em ruína avançada e progressiva.

i) A Casa dos Ferroviários, propriedade dos trabalhadores ferroviários, onde funcionou sucessivamente o Sindicato Livre, desde 1922, o Sindicato Corporativo, desde 1935 e o Sindicato de Abril a partir de 1974, foi destruída e completamente descaracterizada numa nova construção modernista, com uma fachada incompreensível!

II. UMA ESTRATÉGIA PARA A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÓNIO

Mas então pode-se preservar todo o vastíssimo património ferroviário do Barreiro?
Claro que não! Não é disso que se trata!
O país tem recursos limitados, as empresas ligadas às ferrovias tem investimentos prioritários, a Autarquia tem um vasto leque de preocupações e recursos escassos.
Para não condenar a memória patrimonial à terrível degradação “alzheimeriana”, é necessário estabelecer uma estratégia que defina princípios orientadores e linhas de actuação claras, inequívocas e etápicas:

A – A melhor forma de não perder a memória é mantê-la viva!

A1) Manter e reforçar o funcionamento das Oficinas Ferroviárias, electrificando o troço de acesso.
A2) Manter os comboios a funcionar dentro da cidade, reforçando as suas potencialidades para o futuro, quando o petróleo acabar!

B – Uma boa forma de preservar o património construído, mantendo-o longe de ambições imediatistas e/ou da gula de interesses económicos especulativos, é conseguir a sua classificação patrimonial, seja de interesse local, regional ou nacional.
Aguardamos há três anos a classificação pendente na Direcção Geral do Património, de :
B1) Estação Ferro-Fluvial do Barreiro-Mar, primeira estação multimodal no país.
B2) Oficinas Ferroviárias, que foram a primeira e mais antiga estação no seu estilo em Portugal (1861).
B3) Rotunda e Cocheira das Máquinas.
B4) Bairro Ferroviário.
B5) Material Circulante primordial (pedido adicionado em 2016).

C – É fundamental clarificar os conceitos de Centro Histórico, Núcleo Museológico e Espaço ou Sítio Museológico, que não são a mesma coisa, na situação concreta da vastíssima herança patrimonial ferroviária do Barreiro.
A mesma questão se coloca aliás para o património operário- industrial químico!
A riqueza do património arqueológico e histórico (ferroviário, químico-industrial ou moageiro) não pode ser confinado a um espaço/armazém de memórias, como acontece com o incorrectamente chamado “Museu Industrial” da Baía do Tejo (ex-Quimiparque).
No caso vertente o objecto final não pode ser meter umas quantas máquinas e carruagens num espaço fechado para contemplação saudosista!

D – Por isso há que definir uma estratégia de Centro Histórico Ferroviário, com vários pólos de referência, valências e/ou espaços ou sítios museológicos, interligados por um Programa de Acção Integrado, Etápico e Priorizado.
Na primeira linha estão as já referidas: Estação, Oficinas, Rotunda, Bairro e Material Circulante.
Numa segunda linha de prioridades estarão:
- O Palácio do Coimbra.
- Avenida dos Caminhos de Ferro e Cais da Cortiça.
- Doca Seca e Cais de Apoio à Pesca.
- Oficinas da Manutenção e das Carruagens.
- Fachada do Sindicato/Casa dos Ferroviários.

E – A experiência de participação cívica de organizações associativas, no equacionamento, na proposta/sugestão e na participação prática da preservação do património, deve ser acarinhada e incentivada. As acções em curso devem ser apoiadas:

E1) Espaço L, projecto de reabilitação da antiga Estação do Lavradio, pelo MCSPFB e ABPMF, com protocolo com a REFER.
E2) Antiga Escola Reis (de Conde Ferreira) (1870) pela RUMO e associadas, com protocolo com a CMB.
E3) Antigas instalações dos Bombeiros do Sul Sueste (1883), animação/ recuperação pela ADAO, com protocolo com a CP.
E4) Projecto conjunto CMB/ Associações – APAI, APAC. ABPMF e MCSPFB, para a organização/animação de um espaço museológico, de preferência nas ex-Oficinas de Manutenção.

III) UM PROJECTO COM PARTICIPAÇÃO CÍVICA: A MEMÓRIA TEM FUTURO

No processo de definição de estratégias para o Património, devem ser ouvidos todos os que se interessam e podem dar contributos, mas também a população em geral e em particular aqueles que trabalharam (e ainda trabalham!...) e deram o seu esforço e inteligência para que os comboios cumprissem o seu desígnio que de resto não está esgotado.
A ABPMF e o MCSPFB, irão participar no próximo Fórum das ONG do Património – 2017, a realizar em 10/4/2017, na Fundação Calouste Gulbenkian, com uma intervenção sobre : “A Preservação do Património Histórico Industrial e Ferroviário no Barreiro”.

Afirma-se nos objectivos programáticos do Fórum : “Identificar os principais problemas e desafios que se colocam às ONG do Património, de modo a polarizá-las em torno de objectivos comuns, bem definidos. Detetar formas de juntar esforços para uma mais eficaz defesa do PCC e de referenciar com esta finalidade, soluções para a rentabilização dos investimentos, para a sua recuperação e manutenção, incluindo o acesso a fundos comunitários”.

Com a nossa participação, da APAI – Associação Portuguesa da Arqueologia Industrial, APAC – Associação do Amigos dos Caminhos de Ferro, estão a ser promovidas pela Câmara Municipal do Barreiro, reuniões com vista à constituição de um Núcleo Museológico Ferroviário no Barreiro, com o apoio do Museu Nacional Ferroviário.

O Património Ferroviário do Barreiro, muito mais vasto e rico que tudo o que está musealizado até hoje, terá que ser equacionado estrategicamente como um grande Centro Histórico, com várias valências interligadas, recuperadas e/ou reabilitadas as que estão (quase…) abandonadas, mantendo vivas e a funcionar as que mexem, nomeadamente a Linha do Sado que começa e acaba no Barreiro.

Colocar exemplares do material circulante primordial (que não deve sair mais do Barreiro!) num espaço museológico confinado para ser recuperado, visitável e circulável, é uma pequena etapa do imenso trabalho necessário para o futuro sustentável de preservação da memória ferroviária de 166 anos no Barreiro.

A nossa participação será sempre de disponibilidade activa e voluntária, defendendo os princípios enunciados, porque não queremos meter os comboios no museu nem acabar com eles no Barreiro.

Defender e preservar a memória não é saudosismo! Tal será quando se pretende arrumar a memória entre quatro paredes, para a contemplação da grandiloquência dos contributos messiânicos.

A memória não só tem futuro como será um contributo importante para a perspectiva de dinamizar a curto/médio prazo o turismo vocacionado, fautor de sustentação económica e potenciador da classificação do Barreiro de Património Nacional de Arqueologia Industrial.

Barreiro, 28/3/2017
Associação Barreiro – Património Memória e Futuro
Movimento Cívico de Salvaguarda do Património Ferroviário do Barreiro

29.03.2017 - 01:05
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2017 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

PUB.

PUB.

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


SAPO NOTÍCIAS - BARREIRO


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CÂMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CÂMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


MEMBRO DA

AIND