Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   ASSINATURAS  |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 18 de Agosto 2017>
Por Maria Helena


Por dentro dos dias – Barreiro
Sorrindo, sempre sorrindo e vivendo a cidade


Inferências
O Barreiro e o Turismo – entre o sonho e a realidade
Criar o «FORUM de Concertação de Turismo»


COLUNISTAS
Notas soltas
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Medos e confusões
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


A IGNORÂNCIA
Por José Caria
Montijo


Baixa da Banheira, uma questão de memória
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


Perder o Norte
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Quem está a seguir?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


BASTIDORES
Jerónimo de Sousa nas Festas do Barreiro
Vai percorrer o recinto das Festas em contactos com a população.


Candidatura do Bloco de Esquerda a Almada de Joana Mortágua
Lançou hoje página online onde os munícipes podem consultar o Programa Eleitoral


Moita - Socialistas querem ver esclarecidos todos os factos relacionados com o acidente
PS questiona estabilidade do edifício da Socorquex


Partido Socialista diz «presente e pronto para Afirmar o Barreiro»
Formalizou as suas candidaturas a todas as autarquias do Concelho


União de Freguesias de Barreiro e Lavradio
António Branco candidato do CDS


Moita - PS entrega Processo de Candidatura
Candidatos deslocaram-se ao tribunal na última quarta-feir


Barreiro - Álvaro Gaspar o primeiro rosto
de uma longa lista de apoiantes da CDU no concelho.


Bloco de Esquerda - Barreiro
Entregou no Tribunal processo de candidatura


CDU – Coligação Democrática Unitária entregou no Tribunal do Barreiro
Listas de candidatos a todos os órgãos autárquicos do Concelho


JSD Barreiro apresenta «Programa Eleitoral de Juventude»
O Bruno é o único candidato que é verdadeira alternativa a esta gestão da CDU


CONVERSAS DE 2 MINUTOS
Três jovens do Barreiro editaram «7 balas Dias de Cão»
«São contos que nascem dentro de uma cidade inventada»


Isabel Mateus Braga fotógrafa do Barreiro
«Um livro para reflectir como a vida é simplesmente construída com fé»


AS EMPRESAS
Palmela - Coordenadora das Comissões de Trabalhadores do Parque Industrial da Autoeuropa
«Está muito em causa, mais do que interesses financeir


DESPORTO
Barreiro - Saudação ao Grupo Desportivo Fabril
Campeão da II Divisão Nacional de Futsal


Barreiro - Campeonato Nacional de Jovens Rápidas em Xadrez
Câmara Municipal saúda atletas barreirenses


Luso Futebol Clube - Barreiro
Câmara Municipal saúda atletas pelos resultados obtidos no Campeonato Nacional.


Clube Naval Barreirense - Barreiro
Câmara Municipal saúda êxito alcançado época após época


Moita - Wilson Pedro na final dos 100m no Campeonato Nacional de Juniores
O atleta do Centro de Atletismo da Baixa da Banheira fez os mínimos


Barreiro - Ana Xavier do Badmintom do Luso Futebol Clube
Conquista 2º lugar na 22ª Edição do Open Oeiras


Vela do Barreiro passa a fazer parte dos Centros com BANDEIRA ECOMAR
CLUBE DE VELA DO BARREIRO - CENTRO ECOMAR


Atletas do Grupo Desportivo dos Ferroviários do Barreiro
Conquistam diversos títulos de campeões nacionais


Velejadores do Clube de Vela do Barreiro
Sagram-se Campeões Regionais e CVB Campeão Regional por equipas


PERSONALIDADES
Barreiro - Faleceu António Libório
Empresário barreirense e personalidade do basquetebol


AS ESCOLAS
Barreiro - Requalificação da Escola Básica nº 8
Inclui substituição total do revestimento da cobertura de fibrocimento


CENTRO QUALIFICA NO CONCELHO DO BARREIRO
As inscrições já se encontram abertas!
. Na Escola Secundária de Santo André


BARREIRO - O SOL QUANDO NASCE É PARA TODOS!
Orgulho no Agrupamento de Escolas de Santo António


REPORTAGEM
Barreiro - Da falta de ar condicionado nos autocarros às rotundas da Avenida do Bocage
Até situação da Rua Sebastião da Gama que pode ter soluç


Barreiro – Livro «Fé- Faith» de Isabel Mateus Braga
A simbiose entre «simplicidade» dos pensamentos e as fotografias


Escola de Futebol do Benfica – Barreiro
Uma experiência gratificante na formação de atletas


Construção do Centro de Saúde do Alto do Seixalinho
Vai descongestionar a Urgência do Hospital do Barreiro


Valorização do Património do Barreiro tem que ter reposta integrada
Secretário de Estado promete sensibilizar governo


Na assinatura do contrato de construção da «Muleta»
Vamos ter notícias por estes dias sobre a actividade económica no Tejo
. anunciou o Presid


MOLDURA
Palco das Marés das Festas do Barreiro
Hoje conta com a presença de Ruth Marlene


Espectáculo ‘O Principezinho’ brevemente em Palmela
Teatro musicado com grande preocupação poética


Moita - No Centro de Experimentação Artística
Oficinas de Expressão Plástica


Marcha «Mar Verde» entre Setúbal e Barreiro
NOVOS FUZILEIROS PASSAM PROVA FINAL


Barreiro - Comédia «Tempestade num Copo d’Água»
Marina Mota e Carlos Cunha no Auditório Municipal Augusto Cabrita


«Passeio da Memória 2017» no Barreiro
Caminhada Solidária dia 17 de Setembro


Nas Escolas de Ensino Secundário da Península de Setúbal
Resíduos provenientes do concurso Amarsul Eco Sound dão prémios


Já está disponível no Posto de Turismo do Barreiro
Nova coleção de ímanes da fauna da Mata da Machada
. Répteis e Anfíbios


S.ENERGIA parceiro local na Moita, Montijo e Barreiro
da medida Eficiência Energética Solidária para IPSS


AUTARQUIAS
Montijo - Infraestruturas de Portugal inicia obra de reabilitação da EN4
Um investimento de 3 milhões e 647 mil euros


Palmela - Pinhal Novo e Montijo ligados por ciclovia mista
2.ª fase da ciclovia de Pinhal Novo com mais de dois quilómetros


Barreiro - Fazendo-se passar por elementos da fiscalização municipal
Acedem a habitações e estabelecimentos comerciais recolhendo registos foto


Barreiro - Trânsito Interrompido no Lavradio
Obras de remodelação da Rua D. José Cárcomo Lobo


Na freguesia de Santo António da Charneca - Barreiro
Rua de Atenas requalificada


Moita - Protocolo de cooperação com a S.energia
Implementação da medida EduLux em todas as escolas básicas do 1º ciclo do concelho


Barreiro - Executivo da Freguesia de Palhais e Coina
Considera «comportamento vergonhoso do STAL» em relação aos trabalhadores da freguesia


OPINIÃO
ACÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL E O OSTOMIZADO, INTERNACIONALIZAR O NOSSO CONHECIMENTO
Potr Vitor Bento Munhão
Barreiro


Autoeuropa! E agora?
Por Fernando Sequeira
Moita


Os Portugueses são pessoas pacificas com uma cultura de séculos rica e forte.
Por Francisco Oliveira
Barreiro


Smart Cities e o Barreiro
Por Nuno Soares
Barreiro


Parque Catarina Eufémia ou Parque da Vila no Barreiro, o que fazer?
Por Augusto Coelho
Barreiro


TURISMO NO BARREIRO? SIM, É POSSIVEL!
Por Rui Braga
Barreiro


O TORMENTO DO SERVIÇO SOCIAL
Sofismas do faz de conta num Governo meramente Assistencialista
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
BARREIRO - ANÚNCIO DE CONCURSO
- CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO CAFÉ / SALÃO DE BILHARES DA SEDE DO FUTEBOL CLUBE BARREIRENSE


Barreiro - Sociedade de Instrução e Recreio Barreirense «OS PENICHEIROS»
Comemora 147º aniversário


POSTAIS
Moita - Antiga Fábrica do Sal
Vai nascer uma superficie comercial


Foram vendidos os primeiros 17 apartamentos do Forum Barreiro
Começa a ter vida um condomínio de luxo no centro da cidade


Festas do Barreiro são a expressão que
«Continuamos a amar a nossa terra»


Há 12 anos responsável política das Festas do Barreiro.
Foi preciso aprender a captar apoios e patrocínios.


Barreiro - «Compre Verde – poupe no ambiente e na carteira»
Bruno Vitorino em contactos com a população


MOITA - NA PASSAGEM DESNIVELADA DA BAIXA DA BANHEIRA
Graffiti da juventude dá colorido ao espaço urbano


Foram vendidos 8 apartamentos dos 17 em venda no edifício do Forum Barreiro
Os primeiros compradores foram barreirenses


Jorge Miguel Teixeira, candidato do CDS/PP à presidência da CM Barreiro
«Não são os Arcos Ribeirinhos que nos salvam»


Barreiro vai adquirir 60 autocarros a gás natural comprimido
Carlos Humberto assinou Termos de Aceitação do Programa de Financiamento


Moita – Cordas& Filho apoia Escola de Futebol do Benfica do Barreiro
«É para nós uma parceria importante»


ARTES
Festival Internacional de Teatro de Setúbal
Espetáculos cénicos de sala e de rua, música, cinema, debates e exposições


AGENDA
FORUM BARREIRO
Castello Lopes Cinemas
Programação Semanal


EUROPA
Incêndios florestais em Portugal
Comissão Europeia apoia os esforços de reconstrução com fundos europeus e continua ajuda de emergência


Comité das Regiões Europeu prestes a eleger novo presidente
Markku Markkula deverá transferir a Presidência para Karl-Heinz Lambertz


colunistas rostos.pt - o seu diário digital

Mário Soares, um Presidente Ambientalista!
Por Nuno Banza
Barreiro

Mário Soares, um Presidente Ambientalista!<br />
Por Nuno Banza<br />
BarreiroE quando o país real mostrou ao Dr. Soares os rios e ribeiros inundados em esgoto bruto e de cheiro nauseabundo, ou as lixeiras a céu aberto nas traseiras das encostas dos arrabaldes das vilas e cidades, o Dr. Soares não ficou indiferente!

Muitas histórias se contarão a partir de hoje sobre as caraterísticas políticas do Dr. Mário Soares, que para alguns serão sempre defeitos e para outros, qualidades! Lutas políticas, decisões económicas e geoestratégicas, nacionais, europeias, lusófonas e internacionais! Haverá certamente escolhas para todos os gostos.
Dessas lutas, haverá muito quem possa (e deva…) escrever com propriedade, tantos foram os co-protagonistas desses episódios que com ele ajudaram a escrever a história recente de Portugal, onde eu simplesmente não estou incluído.
Porém, ainda que hoje a linha editorial das notícias que nos chegam diariamente, inclua em permanência algumas novas sobre ambiente, sustentabilidade, alterações climáticas e emissões de gases com efeito de estufa, a verdade é que nem sempre foi assim!

Nos já idos anos 90 do século passado, ao tempo em que os ambientalistas eram conhecidos por serem uns putos mal-educados e contestatários do desenvolvimento, e o recentemente criado Ministério do Ambiente era rotulado como o Ministério do Não, tantas eram as recusas em deixar destruir o que restava de espécies e habitats por esse país fora e que empatavam o progresso, o Dr. Mário Soares exercia o seu segundo mandato como Presidente da República. E eu que não me achava assim tão mal-educado, era um dos putos que colaborava ativamente no movimento ambientalista, à altura, na Associação ALMARGEM, no Algarve.

Numa decisão até então inédita na área do ambiente, o Dr. Mário Soares inicia em 1994 uma presidência aberta – uma inovação não mais abandonada pelos seus sucessores – dedicada precisamente ao ambiente!
Conhecido que ficou como o presidente mais viajado de sempre – já se percebeu que o Dr. Marcelo ficará conhecido por um outro feito, o de acrescentar a palavra “Marselfie” ao nosso léxico, já que no fim do mandato dificilmente haverá um português que não tenha tirado uma “Marselfie” – tal predileção do Dr. Mário Soares pelas viagens teve seguimento não apenas fora de portas, mas também no país real!
E quando o país real mostrou ao Dr. Soares os rios e ribeiros inundados em esgoto bruto e de cheiro nauseabundo, ou as lixeiras a céu aberto nas traseiras das encostas dos arrabaldes das vilas e cidades, o Dr. Soares não ficou indiferente!

Fez-se acompanhar de Governantes, deu muito trabalho de escrita aos assessores políticos que se desdobravam em missivas com pedidos de esclarecimento e mensagens ao Governo e ouviu de forma atenta e consequente muitos gritos de medo e desespero, dos muitos que penavam diariamente com o lado negro que os arautos do desenvolvimento teimavam em esconder e, quando não o conseguiam, explicavam como os custos inevitáveis do progresso e da garantia de emprego!
Deu-se o curioso caso de ter tido a oportunidade de acompanhar a visita que o Dr. Mário Soares fez questão de incluir nessa presidência aberta de 1994, ao Parque Natural da Ria Formosa, mais precisamente às ilhas-barreira da Culatra e do Farol (que sendo fisicamente a mesma formação geológica, um perímetro militar separava em dois núcleos distintos).

Nessa visita, foram muitos os depoimentos de habitantes a relatar o desespero de sentirem o estalar das suas casas, aquando da realização da periódica e imemorial atividade militar de rebentamento das munições obsoletas, incluída nas atividades de formação que todos os anos eram realizadas ao largo da ilha, usualmente em pleno mês de agosto! A esta descrição acompanhada da demonstração de paredes, tetos e telhados repletos de fissuras, em que algumas comportavam a entrada da mão humana, juntaram-se as descrições dos pescadores que tentavam ilustrar diga-se, com muito mais dificuldade, o deserto em que se transformavam as águas, nas quais não se pescava um só peixe nas semanas seguintes a tais rebentamentos! Tudo isto arrancava do semblante já carregado do Dr. Soares, uma reação de espanto e descrença que não o deixaria ficar indiferente!
Sem o frenesim dos diretos “online” e redes sociais que hoje nos dão conta ao minuto, do que pensam os políticos, quase mesmo antes de os próprios terem tempo de elaborar sobre algumas ideias que partilham – só isso explica algumas partilhas verdadeiramente épicas – passaram-se muitos meses até que se ouvisse de novo falar sobre este episódio que tinha visivelmente perturbado o Presidente da República!

Perigosamente mais cedo que o habitual, um alarme soa estrondosamente no Parque Natural da Ria Formosa! A atividade de rebentamento de munições obsoletas que tinha indisposto o Dr. Mário Soares, e sobre a qual se veio a saber que tinha dado nota vincada às instâncias militares responsáveis, tinha sido antecipada. Em vez de se realizar em agosto, em plena época balnear, estava agora prevista para se realizar em junho, na mais sensível época de nidificação das muitas aves que ocupavam o espaço deserto entre o Farol e os Hangares, e que em junho, teriam nos ninhos os seus juvenis ainda demasiado jovens e pouco desenvolvidos para poderem empreender qualquer reação de fuga e defesa! Era uma decisão estranha, sobretudo porque parecia dar cumprimento a uma vontade, mas que protegia aqueles que menos precisavam, os veraneantes, ao mesmo tempo que impunha de novo o sofrimento das populações, a que o Presidente não havia ficado indiferente!

Esgotados que estavam os canais diplomáticos e administrativos entre a hierarquia do Parque Natural, do Instituto que o tutelava e os responsáveis políticos que haviam recebido dos militares a resposta que tal alteração ia ao encontro duma vontade expressa pelo Sr. Presidente da República, subsistiu a indignação de alguns funcionários mais bem informados, que à revelia da sua estrutura de comando, deixariam verter o assunto para a comunicação social.

Sucedem-se as perguntas dos jornalistas aos ambientalistas, tendo na altura respondido que simplesmente não acreditava que esta decisão tivesse origem numa vontade do Dr. Mário Soares, duvidando mesmo que tal fosse sequer do seu conhecimento, tão presente que tinha ficado na minha memoria a sua indignação face aos testemunhos das populações do Farol e da Culatra.
Com data de início marcada para o último dia do mês de junho de 1995, o exercício militar de rebentamento das munições ao largo do Farol e Culatra, mobilizou um conjunto de voluntários da Associação ALMARGEM, que alinhavaram um comunicado de imprensa e pintaram uma faixa de protesto para contestar no local, bem cedo, aquilo que nos parecia ser uma decisão inaceitável, mas que a mim particularmente me indignava!

A manhã rompeu silenciosa na ilha e o correr do dia não trouxe a confirmação da realização dos rebentamentos! A faixa estrategicamente colocada na vedação do perímetro militar não resistiu à primeira passagem do Zebro da patrulha de militares, mas nós mantivemos as nossas posições até perto da hora do almoço! Numa chamada telefónica de um café da ilha para um jornalista conhecido, somos informados que os militares negavam o exercício e que da Presidência da República não falavam sobre o assunto. As noticias da hora de almoço davam conta do protesto, mas as primeiras declarações dos responsáveis eram evasivas e contraditórias. Desmobilizámos e voltámos à sede da Associação.

Num ato de atrevimento próprio da juventude, decidimos telefonar para o contacto que tínhamos da Presidência da República, que nos havia sido deixado no ano anterior aquando da realização da presidência aberta para o ambiente que havíamos acompanhado. O assessor responsável pela área do ambiente, que amavelmente nos atendeu o telefone, à nossa expressão efusiva de indignação e perplexidade, respondeu de forma simpática e firme que o Sr. Presidente tinha tomado boa nota do problema que tinha constatado no local e que tinha transmitido a quem de direito que tais ocorrências eram inaceitáveis. Pelo que estava certo que tal não voltaria a ocorrer. Agradecemos e ficámos expectantes!

As notícias do jornal da noite eram já claras e firmes, os militares transmitiram a decisão de que não mais voltariam a realizar rebentamentos de munições obsoletas, qualquer que fosse a altura do ano! Nem em junho, nem em agosto!
Nunca falei com o Dr. Mário Soares! Nem sobre este nem sobre nenhum outro assunto! Pedalei mais tarde ao seu lado numa sua passagem por uma ação da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta!
Mas guardo dele esta boa memória e acredito que foi, de facto, um político que colocou o ambiente nas suas prioridades! Portugal ganhou com isso! Eu pelo menos, devo-lhe um obrigado!

Nuno Banza

08.01.2017 - 00:38
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

nome: Marco Candeias
comentario: A destacar a intervenção do Dr. Mário Soares nas questões ambientais, há, entre outras, a destacar a atribuição do prémio ambiente pela QUERCUS (penso que o título era este), num jantar comemorativo, no qual tive o prazer de participar no já inexistente restaurante O Beco, em Setúbal, que contou com a presença do próprio Dr. Mário Soares, como um dos homenageados.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2017 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

ROSTOS APOIA

ROSTOS APOIA

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

PUB.

PUB. - ANUNCIO

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND