Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   ASSINATURAS  |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 25 de Fevereiro 2018
Por Maria Helena


A(nota)mentos
Discussão politica no Barreiro ao nível de quem discute um «jogo de futebol»


A(nota)mentos - Barreiro
Entre a culpa, a azia e a falta de civismo


Inferências
O Barreiro tem que sair do gueto


Barreiro –Por dentro dos dias
Construtores de solidariedade


Barreiro / Moita - Associativismo e Comunicação
Valorizar as dinâmicas de comunicação na vida associatva


COLUNISTAS
Armas e mãos
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


«Me Too», Assédio e oportunismo
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Ano Europeu do Património Cultural 2018
Por José Caria
Montijo


Interesses há muitos, o nacional é que é só um!
Falamos de aeroportos e não de chapéus …
Por Nuno Cavaco
Moita


Disco virado. E a música?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Desculpem lá!
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Vigiar e intervir antes de ser tarde demais!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Barreiro - Seixal - Montijo
Não há dia em que não haja problemas para atravessar o rio de barco
PCP elenca medidas necessárias a tomar no imed


Moita - Propostas do Partido Socialista foram chumbadas
Construção de um bloco sanitário junto ao Cais da Moita


Moita - Bloco de Esquerda iniciou em Alhos Vedros «Roteiro de Freguesias»
Foi dada especial atenção à degradação e reabilitação urbana


Barreiro - Plano Diretor para a Quinta dos Fidalguinhos
PSD quer aprovado um plano de intervenção para a Quinta dos Fidalguinhos


Programas de incentivo e apoio a criação de emprego próprio
«Algo que nunca foi feito no Barreiro» afirma Bruno Vitorino


JSD Barreiro conseguiu que a Câmara Municipal instalasse
Equipamento de Street Workout na cidade


CONVERSAS DE 2 MINUTOS
Barreiro - Sara Ferreira, vereadora responsável pela área dos assuntos sociais
Temos que estabelecer parcerias com todas as instituições de solida


AS EMPRESAS
Barreiro - Baía do Tejo em Moscovo
Conferência na ProdExpo 2018 e assinatura de três protocolos e um memorando de entendimento


DESPORTO
Torneios de Xadrez do Barreiro
20º Circuito de 25 fevereiro a 17 de junho


Quinta dos Lombos defronta o GDESSA Barreiro
Quartos-de-final da Taça de Portugal Feminina em Coimbra


Passeio Informal no Barreiro em BTT
Passeio com cerca de 30Km de baixa dificuldade física e técnica


Na SIRB «Os Penicheiros» - Barreiro
JVC Wrestling Academy comemora seu primeiro aniversário


Torneios de Xadrez do Barreiro
20º Circuito de 25 fevereiro a 17 de junho


Clube Naval Barreirense - Barreiro
Presença positiva no Campeonato Nacional de Remo Indoor


AS ESCOLAS
Setúbal - Enfermagem da ESS/IPS entre os 30 cursos com maior empregabilidade
12.º lugar na lista das licenciaturas com mais saídas profissiona


Escola Técnica Profissional da Moita
#INFORMA-TE!


Barreiro - Agrupamento de Escolas de Santo António «Marca a Diferença»
Este é o lema do Projeto Educativo do nosso Agrupamento


REPORTAGEM
TCB uma marca do Barreiro comemoram 61º aniversário
Um serviço que os barreirenses muito se orgulham
. Vai mudar o paradigma dos TCB


Barreiro - GDR «Os Leças» comemora 92 anos de vida
Com os olhos postos num terreno onde quer construir futuro


Clube de Fotógrafos do Barreiro quatro anos a viver uma «paixão comum»
CMB vai fotografar o património industrial do Barreiro


Barreiro – Intercultural, da solidariedade e da inclusão
Despertar os mais novos para a solidariedade


Rotary Club do Barreiro
Carlos Humberto distinguido como «Sócio Honorário»


Dia Mundial da Luta Contra o Cancro» no Barreiro
«Não se deve tomar medicamentos pelo Drº Google»


«O Barreiro são as pessoas e sem as pessoas nada se faz»
Movimento Associativo torna-nos únicos


António Proença «Profissional do Ano» do Rotary Club da Moita
«Os casos de sucesso constroem-se»


Protecção Civil no Distrito de Setúbal
Foi um tempo marcante no meu percurso profissional


Barreiro - Um musical para todas as idades
Um convite a mergulhar por dentro da imaginação


MOLDURA
Equipa da Diabetes Pediátrica do Centro Hospitalar Barreiro Montijo
VIII Encontro «A Escola e a Diabetes Mellitus Tipo 1»


Qualificar o Barreiro ao nível das competências das TIC
Formação Gratuita


Barreiro - Ateliê «Artistas a Brincar»
Inscrições abertas


Construção do Centro de Saúde do Alto Seixalinho - Barreiro
Comissão de Utentes dos Serviços Públicos vai lançar uma Petição


Paróquia de Santa Maria no Barreiro
Lança campanha «Lava a tua alma»


Barreiro - Atividade é dirigida a crianças com mais de três anos
«Primavera: o despertar dos sentidos» na próxima «Reserva o Sábado«


AUTARQUIAS
Barreiro -Lavagens da via pública e lavagens de Contentores
Com recurso a água não tratada proveniente da captação de superfície em Coina


No Salão Nobre dos Paços do Concelho na Moita
Reunião pública da Câmara


Barreiro - Construção de Rotunda na AV. do Bocage / Rua Almeida Garrett
A partir do dia 26 de fevereiro terão início as obras
. Conclu


Barreiro - Obras de ligação de infraestruturas à rede pública de saneamento
Condicionamento de Trânsito na Rua Almirante Reis em Palhais


Barreiro - Nas instalações do Grupo Dramático e Recreativo «Os Leças»
Reunião da Assembleia Municipal dias 24, 27 e 28 de fevereiro


Polidesportivo da «Avenida da Praia» no Barreiro
Vai ter intervenção de fundo que passa pela total reabilitação
. Suspensa utilização


OPINIÃO
Investimento Chinês em Portugal e o Futuro
Por Emanuel Martins
Montijo


O coxear da esquerda
Alcídio Torres
Montijo


Rankings - TAPAR O SOL COM A PENEIRA
Por Manuela Espadinha
Barreiro


OSTOMIA E A IRRIGAÇÃO NA PRIMEIRA PESSOA
Por Francisco Oliveira
Barreiro


ALERTA AOS PAIS!
Por Clara Soares
Bareiro


ASSOCIATIVISMO
Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal
Não estão reunidas as condições para uma resposta à integração no DECIF 2018


Na Cooperativa Cultural Popular Barreirense - Barreiro
Ponto de Encontro – Conversas, Estórias e Memórias
. Convidada - Isabel Tavares


Na Baixa da Banheira - Moita
Conselho Regional dos Escuteiros Adultos da Região de Setúbal


Barreiro - Associação Desenvolvimento Artes e Oficios
No dia 7 de Abril vai acontecer OPEN DAY 8.0.


LIVROS
Barreiro - Apresentação do livro «O Vestido Cor de Cereja e o Árbitro»
O vestido cor de cereja alberga uma sensualidade que pode ser reestrutur


No Museu Industrial da Baía do Tejo – Barreiro
Apresentação do romance «Alma Danada» de Paulo Matias


Barreiro - Romance «Momentos para inventar o amor» de Carlos Alberto Correia
a partir de hoje colocado à venda na Amazon


Barreiro - Kalaf Epalanga na ADAO
Apresenta o livro «TAMBÉM OS BRANCOS SABEM DANÇAR»


POSTAIS
Barreiro - Um minuto de silêncio em memória de Edmundo Pedro
Assembleia Municipal reconhece serviços prestados à causa da Liberdade


Barreiro - Hugo Cunha completaria hoje 41 anos
Foi homenageado na abertura da 5ª edição da Taça Cidade do Barreiro


Barreiro - Proposta de protocolo com empresa espanhola SUPERA e Galitos
Retirada da ordem de trabalhos da reunião de Câmara


Tiago Mealha defende que Estação do Barreiro Mar
Pode transformar-se no «ponto de ligação a Lisboa»


Barreiro - Um projecto para as familias
Criar uma das maiores áreas de fitness no concelho
. Fitnesse da última geração


ARTES
Barreiro - «O Inspector» de Gogol encenado por Jorge Cardoso
Sentir no teatro o pulsar da vida...porque a vida é uma gaiola!


AGENDA
No Barreiro, cidade que o viu nascer
Concerto de Fado com José Manuel Barreto


EUROPA
Comissão apresenta ideias para uma União Europeia mais eficiente
Uma Europa que cumpre as suas promessas


reportagem rostos.pt - o seu diário digital

«Resistência e de luto da família ferroviária» no Barreiro
Roubos sucessivos aos trabalhadores «nem o Salazar foi tão longe»

«Resistência e de luto da família ferroviária» no Barreiro<br>
Roubos sucessivos aos trabalhadores «nem o Salazar foi tão longe». Foi feita a ocupação simbólica da Linha do Sado impedindo a saída do comboio das 17h25

Foram algumas centenas de trabalhadores ferroviarios, Reformados e famílias que marcaram presença na concentração realizada no Barreiro, uma jornada de luta integrada na acção realizada em diversos pontos do país de “LUTO FERROVIÁRIO.

Rui Martins, do Sindicato dos Maquinistas, criticou as politicas do Governo que fazem roubos sucessivos aos trabalhadores – “nem o Salazar foi tão longe” – sublinhou a propósito do ataque às concessões – “que é aquilo que os ferroviários têm de mais sagrado”.

As organizações dos Trabalhadores, com a participação da maioria dos sindicatos e Cts do sector ferroviário, realizaram hoje, em diversos pontos do país, uma acção de “RESISTÊNCIA E LUTO DA FAMÍLIA FERROVIÁRIA”.
No Barreiro a concentração teve lugar na Estação Ferroviária do Barreiro, onde foi distribuído a todos os participantes e população um autocolante de “LUTO FERROVIÁRIO” e distribuídos documentos.
No local estiveram presentes representantes do Partido Ecologista «Os Verdes», o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto e vereadores, o Presidente da Junta de Freguesia do Pinhal Novo, que expressaram solidariedade aos trabalhadores ferroviários.
Após as intervenções os manifestantes decidiram efectuar a ocupação simbólica da Linha do Sado, impedindo a saída do comboio das 17h25.

Resistência é a palavra chave

José Encarnação, da Comissão de Trabalhadores da CP, sublinhou que este é “um dia de luto” em protesto contra as politicas de “cancelamento da ferrovia em Portugal”, politicas de “destruição do serviço ferroviário público”, de luto em defesa dos direitos dos utentes ferroviários.
Recordou que o Governo tem apostado no encerramento dos serviços e está a contribuir para que existam em Portugal – “piores condições de oferta de transportes”.
José Encarnação salientou que, no momento actual – “resistência é a palavra chave” pelas defesa dos serviços públicos e dos direitos dos trabalhadores, alguns conquistados antes do 25 de Abril e que agora são retirados.

Querem retira direito com mais de 100 anos

Frederico Tavares, da Inter-Reformados,afirmou que este é um tempo de “resistência e luta”, recordando outras lutas do passado travadas pelos trabalhadores ferroviários, nomeadamente a luta das «braçadeiras pretas» nos ano 70.
Frederico Tavares salientou que o Governo “rouba os trabalhadores e reformados” e agora “quer roubas as concessões”um direito dos trabalhadores ferroviários “com mais de 100 anos.
Refira-se que, trata-se do direito dos trabalhadores ferroviários terem acesso gratuito a viagens.
Sublinhou que para impedir esta decisão do Governo é importante que se desenvolva a “luta na rua” e também “no plano jurídico”, estando em curso a apresentação de um providência cautelar, que, refira-se os custos serão suportados pelo contributo voluntário de todos os ferroviários.

Este Governo é um perigo

“Este Governo é um perigo”faz “terrorismo de Estado” – sublinhou Frederico Tavares, reforçando a necessidade de ser constituído um Governo de Esquerda.
Apelou à mobilização para a Manifestação Nacional agendada para o dia 9 de Março, em Lisboa, e no próximo dia 16 de Fevereiro, em Setúbal.

Nem o Salazar foi tão longe

Rui Martins, do Sindicato dos Maquinistas, criticou as politicas do Governo que fazem roubos sucessivos aos trabalhadores – “nem o Salazar foi tão longe” – sublinhou a propósito do ataque às concessões – “que é aquilo que os ferroviários têm de mais sagrado”.
“É preciso fazer tudo sindicalmente e juridicamente para combater estas politicas” – referiu Rui Martins.

Não podemos deixar de estar unidos.

O dirigente Fulgêncio, do Sindicato nacional dos Ferroviários, salientou que “é muito importante estarmos todos juntos nisto”, recordando que há situações de diferenças na história, mas, nos dias de hoje, perante os ataques aos direitos dos trabalhadores – “não podemos deixar de estar unidos”.

Contra as actuais medidas de redução e congelamento dos salários e pensões

Recorde-se que esta iniciativa realizada no Barreiro, de acordo com comunicado distribuído – “insere-se na luta contra as actuais medidas de redução e congelamento dos salários e pensões desde 2010; a redução do pagamento do valor do trabalho extraordinário, trabalho em dia de descanso semanal e dia feriado; o congelamento das progressões profissionais o que no total significa já uma redução salarial equivalente no mínimo a 3 salários mensais num ano, violando assim as expectativas dos trabalhadores e os Acordos de Empresa livremente assinados entre empresas e estruturas sindicais.

Governo quer destruir todos os direitos contratuais

“E num quadro de preparação das empresas do sector ferroviário para processos de privatização, o governo quer destruir todos os direitos contratuais, em particular o direito ao transporte ferroviário de trabalhadores e familiares, existente há mais de 100 anos e que se insere nas diversas componentes de remuneração do trabalho, fruto de processos negociais decorrentes do direito constitucional à negociação colectiva nas empresas.” – é referido.

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10151017017157681.409409.374205877680&type=3

BREVES
REGISTOS



15.2.2013 - 0:55
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

nome: Mauricio Arrais
comentario: A Lei 144º do Orçamento de Estado para 2013 é inconstitucional.Viola o Regulamento Geral do Pessoal,ainda em vigor.Os ferroviarios durante mais de 100 anos,descontaram as concessões nos seus vencimentos.As concessões ate estavam previstas para viajar no estrangeiro.Se as concessões não estivessem descontadas nos vencimentos,os ferroviarios teriam que pagar a CP ,rendas de casa,fardamento,viagens,transporte de mobilia de uma estação para outra,em casos de promoção,ou transferencia,pagar renda de terra para cultivar,pagar consultas da familia ao medico,transporte quando falecia,pagar a agencia funeraria,etç.Nem o Antonio que não morria de amores pelos ferroviarios ,retirou as concessões,nem as do Estado.A avó dele é que não devia ter nascido!Levei a tribunal duas vezes o diretor Alfredo Carcia,ficaram-me a dever 874 horas extraordinarias como chefe de comboio..Mauricio Arrais Abrantes.
nome: Mauricio Arrais
comentario: Frederico Tavares;:As linhas do Sul e Sueste eram Patimonio do Estado,e quando recrutou ferroviarios,foram equiparados aos do exercito,menos no vencimento,por causa das concessões inerentes á sua função.Em 1927 a CP tomou conta das linhas,continuando em vigor o Regulamento Geral do Pessoal,que tinha sido elaborado pelo Estado.A Lei 144ª do Orçamento de Estado não pode anular a clausula das viagens,para ferroviarios e Estado.Se as concessões para ferroviarios e Estado, não fossem regulamentares,Salazar em 50 anos tinha anulado o Regulamento na sua totalidade.A minha caderneta militar tem 2º sargento miliciano,quando fui promovido a fator de 2ª classe..Mais a caderneta tem no final seis folhasEXERCITO PORTUGUÊS,REQUISIÇÃO DE TRANSPORTE.Esta requisição só pode ser utilizada em caso de mobilização extraordinaria.Tanto em comboio como camionete.Os ferroviarios que paguem bilhete devem pedir na bilheteira o livro de reclamações,indicando o nº do bilhete comboio,procedencia e destino,o preço.do bilhete.e o numero do titulo de transporte,que foi considerado nulo abusivamente.Peço o reembolso de x euros cobrados abusivamemte na estação x..A morada e assinado.
nome: Mauricio Arrais
comentario: Snr. Carlos Humberto: Alem das concessões,a CP ou Refer não devem abandonar as boas odicinas porque vão fazer falta,quando os comboios de mercadorias todos em dupla tração começarem a circular de Sines e Setubal para a Europa via Portalegre,Marvão ,Madrid.Até a Sorefame devia construir vagons modernos para maior tonelagem.As linhas do Alentejo com poucos comboios a circular,e com bom perfil são ideais para os mercadorias para a Europa.Todas as carruagens da CP no futuro devem ser de dois pisos á prova de incendio.O tgv ou FOGUETE LUSITANO deve circular pelas boas linhas por Entroncamento ,Abrantes,Marvão para Madrid carruagens de dois pisos,em bitola 1m668 das mais seguras no Mundo.Em tempo de crise é urgente os comboios começarem a circular para a Europa,pela melhor fronteira de Marvão.As carruagens e vagons devem ser construidos em Portugal,nada de importações.Ex chefe de estação e de comboios na estrela em Évora.Mauricio Arrais.Abrantes.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

PUB.

PUB.

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND