Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 21 de Junho 2018
Por Maria Helena


Rosto da Semana – Barreiro
Sara Ferreira – palavra dada é palavra honrada


A(nota)mento - Barreiro
Evocação do cidadão Alcino Monteiro


Por dentro dos dias – Barreiro
Liberdade rima com Dignidade


Inferências
Barreiro a necessidade de pensar em conjunto
– a fábrica e a cidade!


COLUNISTAS
A Leste Nada de Novo
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Estou chateado!
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


MONTIJO - AGIR NO PRESENTE,PREPARAR FUTURO
Por José Caria


BASTIDORES
Nuno Magalhães deputado do CDS-PP eleito pelo círculo de Setúbal
Visitou os postos da GNR na Trafaria em Almada e em Paio Pires no Seixal


Assembleia da Organização Concelhia de Palmela do PCP
Aprovada nova Comissão Concelhia e a resolução política.


Moita - O edifício tem de estar à altura do serviço que nele se presta
PS RECLAMA DIGNIFICAÇÃO DA BIBLIOTECA DO VALE DE AMOREIRA


Moita - Pavilhão Desportivo da Escola Secundária da Baixa da Banheira
Verdes Exigem a Construção


ENTREVISTA
Barreiro - Naciolinda Silvestre, Presidente da União de Freguesias de Palhais e Coina
«Uma freguesia que dá qualidade de vida a quem cá está»


Barreiro - Isabel Ferreira, Presidente da Junta de Freguesia de Santo António da Charneca
«Não quero que a minha freguesia seja uma freguesia peri


AS EMPRESAS
Serviço de Praias TCB 2018 - Transportes Colectivos do Barreiro
Início dia 30 de Junho


Novas fardas dos funcionários dos Transportes Colectivos do Barreiro
Apresentação de Livro dos TCB


DESPORTO
Torneio de Minibasquete do GDESSA - Barreiro
150 meninas encheram Pavilhão Municipal


Associação de Basquetebol de Setúbal organiza no Barreiro
Torneio Distrital de 1x1 e lance livre de sub14 masculinos e femininos


Barreiro - Ginastas da Associação Trampolins Fabriltramp
Ana Renata Paulino e Raquel Solposto em 3º. lugar nacional


Moita - Gonçalo Saldanha do Ginásio Atlético Clube da Baixa da Banheira
Campeão Nacional em Duplo Mini Trampolim.


Barreiro – Rafael Piteira de «Os Leças»
Sagrou-se vice campeão nacional de Duplo Mini Trampolim>


Moita - Ginastas do GAC da Baixa da Banheira
Campeãs Nacionais em Trampolim Individual.


PERSONALIDADES
Barreiro - Faleceu Maria Teresa Oliveira
Mãe do Presidente do Conselho Geral do Grupo Desportivo Fabril


Barreiro - Faleceu Lucília Santos
Da equipa fundadora do jornal «Público» adjunta da direcção


AS ESCOLAS
Conselho Municipal de Educação do Barreiro
Toma posse para o quadriénio 2018-2021


Setúbal - Diplomata quis conhecer ensino da tecnologia e projetos de cooperação
IPS recebeu visita da embaixadora da Finlândia em Portugal

Barreiro - Escola Profissional Bento Jesus Caraça
Aula com a Fotografa Vera Marmelo.


REPORTAGEM
Barreiro - Conversa à Mesa com Marta Baeta um encontro com sabores do Quénia
Uma favela onde residem cerca de 2 milhões de pessoas


Barreiro - Plataforma Cívica BA6 - Montijo Não
Vai avançar com petição para o tema ser debatido nas Assembleias Municipais


Moita - Festas Populares da Baixa da Banheira em honra de São José Operário
«Seremos visitados por cerca de 30 mil pessoas»


Barreiro – Coral TAB e Russkii Klub
Uma noite com ritmo e a perfeição da «simbiose» entre as vozes e a dança


Barreiro - Um dia não é suficiente para visitar e ver todas as obras da 9ª Colectiva de Artes
Mais de 120 obras dos alunos de Casquilhos


Barreiro - Por fim às indignas condições de trabalho
Esta não devia ser uma preocupação do século XXI


Gala do Movimento Associativo do Barreiro
Vai assinalar as comemorações do Dia do Associativismo em 2019


Centro de Formação de Professores Barreiro – Moita
Vai ter professor destacado para desenvolver o trabalho da autonomia curricular


«Os Mistérios do Sexo» pelo Teatro de Ensaio do Barreiro
Como através do sorriso é possível pensar o mundo e a vida


Barreiro - «Jogo de Massacre» uma peça que é ArteViva
Um espectáculo onde a morte afirma-se com um grito à vida.


MOLDURA
Cais da Moita vai ser palco para cerimónia do Dia da Marinha do Tejo
Comunidade das zonas ribeirinhas que tiveram papel relevante na defesa do


Encontro com Energia na Baixa da Banheira - Moita
COMO GERIR E POUPAR ENERGIA?


Passeio de Bicicletas Antigas do Barreiro
Inscrições gratuitas.


Barreiro - 20º Concurso de Gastronomia Ribeirinha
Tendo como base produtos originários ou característicos dos rios Tejo e Coina


No Largo do Mercado Municipal 1º de Maio - Barreiro
Mundial de Futebol 2018 em Ecrã gigante


Forum Barreiro Night Run 2018
No próximo dia 23 de Junho, pelas 21h30
. Abertas as inscrições


Barreiro - Mata da Machada vai voltar a estar protegida por jovens voluntários
Colaboração de cerca de 50 jovens na deteção precoce de eventuai


AUTARQUIAS
Esta PIMEL é um mergulho na História de Alcácer do Sal.
Feira anima 22 a 24 de junho
24 de junho - Dia do Concelho.


BARREIRO - CONDICIONAMENTO / CORTE DE TRÂNSITO
Na Avenida do Bocage a partir de 21 de Junho


Câmara Municipal do Barreiro assina protocolo com escolas
Atribuição dois manuais escolares a todos os alunos que estudam e residem no Concelho


Liga dos Bombeiros Portugueses
Distingue Câmara da Moita com a Medalha de Serviços Distintos – Grau Ouro


ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO MUNICIPIO DO BARREIRO
Um dos temas da reunião da Assembleia Municipal em Coina


Transportes Colectivos do Barreiro
Alteração de Horários
. Período de Férias Escolares


OPINIÃO
Vamos ocultar a nossa história?
Por Luís Murilhas
Barreiro


Gerir o medo
Por Sandra Pereira
Barreiro


O AÇAMBARCAMENTO DA OSTOMIA
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS FARMÁCIAS E O BUSINESS DA OSTOMIA
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


A evolução tecnológica e o risco das fake news
Por Carlos Aguiar
Barreiro


Aproximadamente 22% da população portuguesa sofre de Rinite Alérgica.
Por Cândida Bizarro, Inês Ribeiro e Maria Inês Silva
Barreiro


PATRIMÓNIO INDUSTRIAL COMO GERADOR DE CONHECIMENTO
Por Leal da Silva
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Moita - 47ª Feira do Livro de Alhos Vedros
No Largo do Coreto de 28 de Junho a 1 de Julho


Moita - Ginásio Atlético Clube da baixa da Banheira
Comemorações do 80º Aniversário


CULTURA
Associação Barreiro – Património,Memória e Futuro considera um crime
Câmara Municipal arrasou o Moinho Pequeno


Apresentação pública do projeto «Moita Património do Tejo»
Ambicioso projeto em torno das embarcações típicas do Tejo


LIVROS
«Histórias do Advento» de Susana Talete do Barreiro
Da escrita diária sobre a realidade..ao mundo da fantasia partilhada


POSTAIS
Instalação de Posto de Gás Natural nos Transportes Colectivos do Barreiro
Proposta aprovada por unanimidade


Barreiro - Aprovada por unanimidade proposta de aquisição
de 60 autocarros a gás natural comprimido para os TCB


Nas instalações do GDR «Os Lçeas« no Barreiro
140 alunos do ensino básico apoiam a seleção nacional


Imortalizar património do Barreiro com fotografias de qualidade
Exposição «Lugares com história-Barreiro»


Barreiro / Moita – Na descoberta da Mata da Machada
Mais de uma centena de participantes na Caminhada «Aquém Tejo»


Barreiro - João Pintassilgo festeja 70 anos surpreendido por amigos
«O que prefiro é estar sempre no lado da solidariedade»


Barreiro - Estação de Tratamento na Rua D. José Carcomo Lobo no Lavradio
Obras entram na fase final


A Muleta será entregue à Câmara Municipal do Barreiro
Na primeira quinzena de Julho



É preciso mostrar que há pessoas no Barreiro a editar
«Gosto mais de paixão que de amor, o amor torna-se rotina»
.afirma Emanuel Góis


Barreiro – Reconstrução do Moinho Pequeno arrancou como ‘vem de trás’
Avança estudo para praia interior na Caldeira do Moinho Grande


Barreiro - Bruno Vitorino «não vou compactuar com esta situação»
«Um vídeo digno da Coreia do Norte»


Moita – Festas Multiculturais do Vale da Amoreira
Música, Dança. Gastronomia, Exposições, Artesanato e Animações Culturais


EUROPA
Orçamento da União Europeia
Comissão Europeia propõe investir 9,2 mil milhões de EUR no primeiro programa digital de sempre


Comissão Europeia publica relatório
sobre a aplicação da Carta dos Direitos Fundamentais na União Europeia em 2017


reportagem rostos.pt - o seu diário digital

«Resistência e de luto da família ferroviária» no Barreiro
Roubos sucessivos aos trabalhadores «nem o Salazar foi tão longe»

«Resistência e de luto da família ferroviária» no Barreiro<br>
Roubos sucessivos aos trabalhadores «nem o Salazar foi tão longe». Foi feita a ocupação simbólica da Linha do Sado impedindo a saída do comboio das 17h25

Foram algumas centenas de trabalhadores ferroviarios, Reformados e famílias que marcaram presença na concentração realizada no Barreiro, uma jornada de luta integrada na acção realizada em diversos pontos do país de “LUTO FERROVIÁRIO.

Rui Martins, do Sindicato dos Maquinistas, criticou as politicas do Governo que fazem roubos sucessivos aos trabalhadores – “nem o Salazar foi tão longe” – sublinhou a propósito do ataque às concessões – “que é aquilo que os ferroviários têm de mais sagrado”.

As organizações dos Trabalhadores, com a participação da maioria dos sindicatos e Cts do sector ferroviário, realizaram hoje, em diversos pontos do país, uma acção de “RESISTÊNCIA E LUTO DA FAMÍLIA FERROVIÁRIA”.
No Barreiro a concentração teve lugar na Estação Ferroviária do Barreiro, onde foi distribuído a todos os participantes e população um autocolante de “LUTO FERROVIÁRIO” e distribuídos documentos.
No local estiveram presentes representantes do Partido Ecologista «Os Verdes», o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto e vereadores, o Presidente da Junta de Freguesia do Pinhal Novo, que expressaram solidariedade aos trabalhadores ferroviários.
Após as intervenções os manifestantes decidiram efectuar a ocupação simbólica da Linha do Sado, impedindo a saída do comboio das 17h25.

Resistência é a palavra chave

José Encarnação, da Comissão de Trabalhadores da CP, sublinhou que este é “um dia de luto” em protesto contra as politicas de “cancelamento da ferrovia em Portugal”, politicas de “destruição do serviço ferroviário público”, de luto em defesa dos direitos dos utentes ferroviários.
Recordou que o Governo tem apostado no encerramento dos serviços e está a contribuir para que existam em Portugal – “piores condições de oferta de transportes”.
José Encarnação salientou que, no momento actual – “resistência é a palavra chave” pelas defesa dos serviços públicos e dos direitos dos trabalhadores, alguns conquistados antes do 25 de Abril e que agora são retirados.

Querem retira direito com mais de 100 anos

Frederico Tavares, da Inter-Reformados,afirmou que este é um tempo de “resistência e luta”, recordando outras lutas do passado travadas pelos trabalhadores ferroviários, nomeadamente a luta das «braçadeiras pretas» nos ano 70.
Frederico Tavares salientou que o Governo “rouba os trabalhadores e reformados” e agora “quer roubas as concessões”um direito dos trabalhadores ferroviários “com mais de 100 anos.
Refira-se que, trata-se do direito dos trabalhadores ferroviários terem acesso gratuito a viagens.
Sublinhou que para impedir esta decisão do Governo é importante que se desenvolva a “luta na rua” e também “no plano jurídico”, estando em curso a apresentação de um providência cautelar, que, refira-se os custos serão suportados pelo contributo voluntário de todos os ferroviários.

Este Governo é um perigo

“Este Governo é um perigo”faz “terrorismo de Estado” – sublinhou Frederico Tavares, reforçando a necessidade de ser constituído um Governo de Esquerda.
Apelou à mobilização para a Manifestação Nacional agendada para o dia 9 de Março, em Lisboa, e no próximo dia 16 de Fevereiro, em Setúbal.

Nem o Salazar foi tão longe

Rui Martins, do Sindicato dos Maquinistas, criticou as politicas do Governo que fazem roubos sucessivos aos trabalhadores – “nem o Salazar foi tão longe” – sublinhou a propósito do ataque às concessões – “que é aquilo que os ferroviários têm de mais sagrado”.
“É preciso fazer tudo sindicalmente e juridicamente para combater estas politicas” – referiu Rui Martins.

Não podemos deixar de estar unidos.

O dirigente Fulgêncio, do Sindicato nacional dos Ferroviários, salientou que “é muito importante estarmos todos juntos nisto”, recordando que há situações de diferenças na história, mas, nos dias de hoje, perante os ataques aos direitos dos trabalhadores – “não podemos deixar de estar unidos”.

Contra as actuais medidas de redução e congelamento dos salários e pensões

Recorde-se que esta iniciativa realizada no Barreiro, de acordo com comunicado distribuído – “insere-se na luta contra as actuais medidas de redução e congelamento dos salários e pensões desde 2010; a redução do pagamento do valor do trabalho extraordinário, trabalho em dia de descanso semanal e dia feriado; o congelamento das progressões profissionais o que no total significa já uma redução salarial equivalente no mínimo a 3 salários mensais num ano, violando assim as expectativas dos trabalhadores e os Acordos de Empresa livremente assinados entre empresas e estruturas sindicais.

Governo quer destruir todos os direitos contratuais

“E num quadro de preparação das empresas do sector ferroviário para processos de privatização, o governo quer destruir todos os direitos contratuais, em particular o direito ao transporte ferroviário de trabalhadores e familiares, existente há mais de 100 anos e que se insere nas diversas componentes de remuneração do trabalho, fruto de processos negociais decorrentes do direito constitucional à negociação colectiva nas empresas.” – é referido.

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10151017017157681.409409.374205877680&type=3

BREVES
REGISTOS



15.2.2013 - 0:55
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

nome: Mauricio Arrais
comentario: A Lei 144º do Orçamento de Estado para 2013 é inconstitucional.Viola o Regulamento Geral do Pessoal,ainda em vigor.Os ferroviarios durante mais de 100 anos,descontaram as concessões nos seus vencimentos.As concessões ate estavam previstas para viajar no estrangeiro.Se as concessões não estivessem descontadas nos vencimentos,os ferroviarios teriam que pagar a CP ,rendas de casa,fardamento,viagens,transporte de mobilia de uma estação para outra,em casos de promoção,ou transferencia,pagar renda de terra para cultivar,pagar consultas da familia ao medico,transporte quando falecia,pagar a agencia funeraria,etç.Nem o Antonio que não morria de amores pelos ferroviarios ,retirou as concessões,nem as do Estado.A avó dele é que não devia ter nascido!Levei a tribunal duas vezes o diretor Alfredo Carcia,ficaram-me a dever 874 horas extraordinarias como chefe de comboio..Mauricio Arrais Abrantes.
nome: Mauricio Arrais
comentario: Frederico Tavares;:As linhas do Sul e Sueste eram Patimonio do Estado,e quando recrutou ferroviarios,foram equiparados aos do exercito,menos no vencimento,por causa das concessões inerentes á sua função.Em 1927 a CP tomou conta das linhas,continuando em vigor o Regulamento Geral do Pessoal,que tinha sido elaborado pelo Estado.A Lei 144ª do Orçamento de Estado não pode anular a clausula das viagens,para ferroviarios e Estado.Se as concessões para ferroviarios e Estado, não fossem regulamentares,Salazar em 50 anos tinha anulado o Regulamento na sua totalidade.A minha caderneta militar tem 2º sargento miliciano,quando fui promovido a fator de 2ª classe..Mais a caderneta tem no final seis folhasEXERCITO PORTUGUÊS,REQUISIÇÃO DE TRANSPORTE.Esta requisição só pode ser utilizada em caso de mobilização extraordinaria.Tanto em comboio como camionete.Os ferroviarios que paguem bilhete devem pedir na bilheteira o livro de reclamações,indicando o nº do bilhete comboio,procedencia e destino,o preço.do bilhete.e o numero do titulo de transporte,que foi considerado nulo abusivamente.Peço o reembolso de x euros cobrados abusivamemte na estação x..A morada e assinado.
nome: Mauricio Arrais
comentario: Snr. Carlos Humberto: Alem das concessões,a CP ou Refer não devem abandonar as boas odicinas porque vão fazer falta,quando os comboios de mercadorias todos em dupla tração começarem a circular de Sines e Setubal para a Europa via Portalegre,Marvão ,Madrid.Até a Sorefame devia construir vagons modernos para maior tonelagem.As linhas do Alentejo com poucos comboios a circular,e com bom perfil são ideais para os mercadorias para a Europa.Todas as carruagens da CP no futuro devem ser de dois pisos á prova de incendio.O tgv ou FOGUETE LUSITANO deve circular pelas boas linhas por Entroncamento ,Abrantes,Marvão para Madrid carruagens de dois pisos,em bitola 1m668 das mais seguras no Mundo.Em tempo de crise é urgente os comboios começarem a circular para a Europa,pela melhor fronteira de Marvão.As carruagens e vagons devem ser construidos em Portugal,nada de importações.Ex chefe de estação e de comboios na estrela em Évora.Mauricio Arrais.Abrantes.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND