Conta Loios

inferências

Barreiro - Passados 15 anos a mesma paixão a pulsar no coração
Só se faz Liberdade com imprensa

Barreiro - Passados 15 anos a mesma paixão a pulsar no coração<br />
Só se faz Liberdade com imprensa<br />
“A abertura ao mundo e às opiniões é indispensável. Só se faz Liberdade com imprensa. Ter um jornal como o «Rostos» é uma peça importante de aprofundamento da democracia”, referiu Carlos Humberto, presidente da Câmara Municipal do Barreiro.
Nós acreditamos nestas palavras e são elas que marcam a nossa acção.

No mesmo local, Restaurante Casa Transmontana, onde há 15 anos foi apresentada a primeira edição impressa do jornal «Rostos», ontem à noite, decorreu o jantar evocativo do 15º aniversário, um momento que uniu num abraço solidário aos homenageados com as distinções «Rosto do Ano – 2015» e à equipa do jornal «Rostos».
Foram amigos, familiares, autarcas, convidados, todos pagando do seu próprio bolso, neste abraço de fraternidade marcando presença neste dia festivo. Registamos. Agradecemos. Foi uma noite que vamos recordar.

Registamos as muitas palavras de apreço. Agradecemos os estímulos e apoio para continuarmos o caminho que traçámos desde a primeira hora – dar rostos às cidades.
E, neste dar rostos, acreditarmos que uma cidade é feita dos seus rostos, todos aqueles que a amam e nela gostam de construir as suas vidas.

Registámos as intervenções de rostos com opiniões diferentes, com olhares diferentes sobre a vida e sobre a cidade, mas, todos reconheceram que o jornal «Rostos» é uma porta aberta à diferença, um espaço de construção da democracia.

A entrega dos «Rostos do Ano» é um momento que permite conhecer personalidades, entidades, que pela sua acção contribuíram para valorizar o Barreiro. É esse o principal critério. Reconhecer e agradecer.
Sentimos a forma amorosa como todos os homenageados receberam a merecida distinção.
Uma distinção que dá uma imagem do Barreiro, das suas gentes, do seu querer, do seu acreditar.
A todos os parabéns!
Queremos agradecer aos nossos colegas da Comunicação Social e Técnicos de Comunicação que anualmente dão o seu contributo para a escolha e decisão sobre as atribuições de «Rostos do Ano».
Foi bonita a festa pá! - como se costuma dizer, quando vivemos momentos marcados de humanismo e muita emoção, até, com lágrimas que são um hino à vida.

Por fim, queremos registar e expressar esta vontade de continuarmos o nosso trabalho, com paixão e com vontade de fazer futuro.
Recordar que, nesta noite, não esquecemos, e, de facto, foi com emoção que recordámos a Manuela Fonseca, colunista deste jornal que nos deixou recentemente, e, aqui, nas nossas páginas, deixou centenas de textos marcados de ternura e amor à vida. Foi um aplauso para a Manuela!

“A abertura ao mundo e às opiniões é indispensável. Só se faz Liberdade com imprensa. Ter um jornal como o «Rostos» é uma peça importante de aprofundamento da democracia”, referiu Carlos Humberto, presidente da Câmara Municipal do Barreiro.
Nós acreditamos nestas palavras e são elas que marcam a nossa acção.
Valeu a pena viver estes 15 anos. Trabalhar. Sonhar.
Obrigado a todos.
Foi bonita a festa pá!

António Sousa Pereira

16.12.2016 - 19:29

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.