Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   ASSINATURAS  |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 20 de Outubro 2017
Por Maria Helena


A(nota)mentos
Kira – um artista com o Barreiro escrito no seu sangue


Rosto da Semana – Barreiro
Augusto Sousa – um exemplo do fazer cidadania


Por dentro dos dias - Barreiro
“Felizmente há luar”!


Inferências - Barreiro
A afirmação do «bloco central» da região de Setúbal


COLUNISTAS
Vigiar e intervir antes de ser tarde demais!
Por Nuno Banza
Barreiro


Coerências
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


AUTARQUIAS e CONTABILIDADE DE CUSTOS
por José Caria
Montijo


Sobre maiorias e nem tanto
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Notas soltas
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Baixa da Banheira, uma questão de memória
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


BASTIDORES
Barreiro - Freguesia de Santo António da Charneca
Tomada de Posse dos novos órgãos autárquicos


Almada - Europa Social debatida na Costa de Caparica
Seminário internacional reúne dezenas de sindicalistas de vários países da Europa


Social-democratas na reunião da Assembleia Distrital de Setúbal
Analisam Fogos florestais e constrangimentos da Soflusa


Eduardo Cabrita do Barreiro
Vai ser o novo Ministro da Administação Interna


PSD Barreiro
Retira propaganda eleitoral


Continuar a intervir pelas aspirações dos trabalhadores e do povo do Barreiro
Resultados eleitorais verificados não reduzem a determinação do P


CDU vence as eleições autárquicas em todas as autarquias do Concelho da Moita
Merecendo uma vez mais a confiança do povo do nosso concelho


Situação da EMEF no Barreiro
PCP questionou Governo


Bloco de Esquerda nas Autárquicas no Concelho da Moita
Aumentou número de votos em todos os órgãos autárquicos e autarcas eleitos


Concelhia do Barreiro do Bloco de Esquerda
«Subiu a votação quer em número de votos, quer em termos percentuais»


Construir um melhor Barreiro em conjunto com todos quantos queiram colaborar neste objetivo.
Move-nos a ambição de dar futuro à terra que amamo


Com a vitória do PS o distrito de Setúbal
Ganhou condições para afirmar-se como um distrito moderno e cosmopolita


CDU é a força mais votada na Região de Setúbal
sublinha a Organização Regional de Setúbal do PCP


CDS Barreiro apela ao entendimento no futuro executivo camarário
De forma à obtenção de uma solução estável e promotora do crescimento


ENTREVISTA
Dois jovens de Huelva para o Barreiro
«Nós nos enamorámos pelo Barreiro»



AS EMPRESAS
Palmela - Porto de Setúbal já exporta novo modelo da Volkswagen
1800 T – ROC tiveram primeiro embarque


DESPORTO
Barreiro - Jornada Campeonato Nacional Veteranos Badminton
Cidade do Barreiro no mapa do Badminton Nacional.


Moita - 1º Passeio de BTT CRI/abreOLHOS
Inscrições estão abertas


Um regresso de equipas do Barreiro a competições internacionais
GDESSA nas competições europeias de clubes


A 1ª Regata de Remo de Mar no Barreiro no Clube Naval Barreirense
4ª Etapa do Circuito Nacional de Remo de Mar - Fundação do Desporto - 2017


Clube de Vela do Barreiro
Maria Tavares termina no 4º lugar da geral (3º feminino) no Nacional de Iniciados


PERSONALIDADES
»Regina Janeiro - Aprendi tanto que o Barreiro tinha para me ensinar»
Esta Terra também me marcou e passou a fazer parte da minha vida


AS ESCOLAS
Barreiro - Um ano de intensa atividade formativa em diversos países europeus
Atividades em países com vasta experiência em ensino bilingue


MagicBit, start-up de jogos digitais foi criada por dois diplomados do Politécnico de Setúbal
Incubadora de negócios IPStartUp lança primeira


IPS divulga oferta formativa e incubadora de negócios no Alegro Setúbal
Mostra de Oportunidades de Emprego decorre entre 20 e 21 de outubro


Na Escola Superior de Educação de Setúbal
Orquestra Académica Metropolitana em concerto no IPS


Barreiro - Duas turmas do 2º ano da Escola Básica Telha Nova 1 colocaram a ‘mão na massa’
«Cozinhar a Brincar» na Escola


Barreiro - «A Escola Somos Todos Nós 2017/18»
Subordinada ao tema «Os Nossos Moinhos»


Divulgação dos recursos educativos disponibilizados pelo Município da Moita
Quinzena da Educação marca arranque do ano letivo no concelho


REPORTAGEM
«Obrigado, por tudo o que fez pelo Barreiro»
palavras do Chefe do Estado Maior da Armada.


Doação do Espólio de Augusto Valegas
Honrado por ser um dos meus últimos actos com Presidente da CM do Barreiro


Barreiro - No ano dos 150 anos da velhinha lavradiense
O «Hino da SFAL» tocado por três bandas foi vivido com muita emoção


Barreiro - Concurso de Fotografia
António Mendes Rosa foi o vencedor
. Premiados Filipe Cardeira e Joaquina Coelho Bernardo


MOLDURA
Utentes dos Serviços Públicos do Barreiro em reunião com administração do grupo Transtejo
Próximas semanas melhorias ao nível da limpeza dos na


Barreiro - ADAO – Associação Desenvolvimento Artes e Ofícios
Apresentação do Projeto «Love Music»


Barreiro - OUT.RA - Associação Cultural
Retorna com uma das verdadeiras lendas vivas do jazz mundial


Barreiro - Salão de Arte Postal
Promover uma cultura para a paz


Barreiro Rocks
Dias 3 e 4 de novembro


Barreiro - Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe
Fado enCante – Mestre António Chainho & Monda


Barreiro - Auditório Municipal Augusto Cabrita
Concerto com João Pedro Pais


Barreiro, Moita, Montijo, Seixal
OesteSustentável – Inscrições abertas para a competição interescolar
«Ventos de Poupança 2: Energia +


AUTARQUIAS
Barreiro - União de Freguesias de Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena
Tomada de Posse


Moita
Instalação dos Novos Órgãos Autárquicos


Montijo - Tomada de Posse dos Titulares dos Órgãos Autárquicos
Dia 20 de outubro no Salão Nobre dos Paços do Concelho.


No AMAC – Auditório Municipal Augusto Cabrita - Barreiro
Vai decorrer a tomada de posse do novo executivo Municipal


OPINIÃO
D. Manuel Martins fez-me «nascer de novo».
Por Eugénio Fonseca
Setúbal


Sobre o processo Autoeuropa Volkswagen
O antes e o agora, falta o depois!
Por Fernando Sequeira
Palmela


DIREITOS GARANTIDOS E NÃO TEMPORÁRIOS
Por Francisco Oliveira
Barreiro


ACÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL E O OSTOMIZADO, INTERNACIONALIZAR O NOSSO CONHECIMENTO
Potr Vitor Bento Munhão
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Moita / Barreiro - NO Ginásio Atlético Clube da Baixa da Banheira
Isabel Angelino apresenta «Cante P’ra NÓS» a 21 de outubro


Barreiro – Na SFAL Sociedade Filarmónica Agrícola Lavradiense
Noite de Fados dia 28 de Outubro


Barreiro - Marcha Solidária da Associação de Mulheres com Patologia Mamária
Vai «pintar» o Barreiro de verde no dia 22 de Outubro


POSTAIS
Barreiro – Ardeu autocarro dos TCB
Estava parado e sem passageiros


Barreiro - Um abraço a Augusto Sousa na hora da despedida
Porque a vida é sempre...uma aprendizagem em todo o tempo que vivemos


Barreiro - Associação Vem Vencer
A nova carrinha já está ao serviço da comunidade


«Aqui na margem sul - no Barreiro - encontrei um grande Mestre»
Salientou Sei Miguel na abertura do segundo espectáculo do OUT.FEST


ARTES
Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro
Concerto de Canto e Órgão


TAS - Teatro Animação de Setúbal
«A Noite dos Poetas»


AGENDA
FORUM BARREIRO
Castello Lopes Cinemas
Programação Semanal


No Auditório Municipal Augusto Cabrita - Barreiro
AMAC Júnior


EUROPA
Rede Europeia de Cidades do Vinho
Vai promover o Dia Europeu do Enoturismo


inferências rostos.pt - o seu diário digital

Notas do meu blogue
Será que existem cidades perfeitas?>
Barreiro

Notas do meu blogue<br>
Será que existem cidades perfeitas?><br>
BarreiroUma cidade é mais, muito mais…é a sua cultura cívica, a sua memória, a sua história, a sua realidade territorial e tudo que nela se inscreve e dá orgulho afirmar, mais não seja as suas vivências que nos apaixonam e nos fazem dizer : Porra, eu gosto do Barreiro!

Nós, na vida, podemos estar calados, optar por não ter opinião, deixar a opinião para aqueles que vivem deslumbrados com as suas imensas capacidades criativas, ou, então, mesmo na nossas pequenas possibilidades «intelectuais» ( coloco entre aspas intencionalmente), erguermos a voz e afirmar, apenas afirmar : o mundo que tu vives não deve ser o mundo em que eu vivo.

Um dia, há largos anos, nos princípios dos anos 90, um jornalista – do então jornal «Independente» - visitou o Barreiro e, após essa visita, nocturna, teceu os mais diversos comentários sobre esta cidade cinzenta, sem vida, sem raízes, sem cor, sorumbática, sem cultura, uma terra morta, uma terra que cheirava a mofo, um dormitório da grande Lisboa.
Eu vivia nesta terra. Vivo nesta terra. E, não considero que ela seja uma perfeição. Será que existem cidades perfeitas?
Mas, naquele tempo, que vivia entusiasmado nas minhas vivências associativas, sentindo o pulsar da cidade – nem sequer existia ainda o AMAC - e vivendo muitas iniciativas que marcavam o quotidiano da cidade. As muitas actividades que faziam a cidade ter um ritmo deslumbrante de criatividade. Indignei-me. Indignei-me porque uma cidade não tem única dimensão. Uma cidade é a sua cidadania, as suas gentes. A sua escola. As suas associações. Os seus criativos na música, no teatro, nas mais diversas artes. Uma cidade é mais, muito mais…é a sua cultura cívica, a sua memória, a sua história, a sua realidade territorial e tudo que nela se inscreve e dá orgulho afirmar, mais não seja as suas vivências que nos apaixonam e nos fazem dizer : Porra, eu gosto do Barreiro!

Era por e é por isso, que me indignava e indigno, quando rotulam esta cidade como dormitório, porque, eu, sempre senti e vivi a vida própria que ela tem e faz bater o coração da sua imensa criatividade, superando dificuldades e deficiências.
Sempre vi o Barreiro a mexer, a agitar-se, com «conflitos geracionais», com discussões e debates projectando futuro. Criando. Sempre criando.
Porque, afinal, ou sou eu que vivo noutro mundo, ou, as muitas actividades que fazem bater o coração desta terra são uma ilusão, uma ficção. Nada existe.
É por isso, só por isso, que me indigno, quando falam do Barreiro – por razões circunstanciais e que percebo perfeitamente – elaborando um quadro negro, tal e qual, como aquele que li, há muitos anos e que muitos teimam em repetir, não sei se por amor ao Barreiro, ou se por amor a outros amores que estão, ali, na outra margem – na capital, onde tudo é belo – há turistas, há trabalho, há cultura, há vida, afinal, naquele mundo cosmopolita, como, afinal em todo o meu país, não há bairros degradados, não há desemprego, não há famílias sobre endividadas, não há jovens com trabalho precário, não há comércio tradicional a fechar, não há pinturas terceiro mundistas nas paredes, não há autarquias sem capacidade financeira, não há ruas sem buracos, não há milhares de casas por arrendar ou vender… isso, afinal, é só, aqui, no Barreiro, esta terra que sentiu na pele o mais feroz efeito de um processo de desindustrialização e que sofre os seus efeitos, com resiliência, sorrindo e sonhando.
Eu, se vivesse fora do Barreiro, com certos filmes que fazem sobre a sua realidade, digo-vos, fugia a sete pés…tal é o quadro negro que por vezes é pintado.
Pronto, tenho que me render, o jornalista que cá esteve nos anos 90, tinha razão, eu é que vivo de tal forma apaixonado pelo Barreiro, a terra dos meus filhos, que só vejo beleza onde há tristeza, só vejo cor onde há borrões…bolas será que não há mesmo nada de bom nesta cidade.
Dou só um exemplo, há uma Escola de Jazz, exemplar, que, sobre ela, um destes dias escutava numa entrevista na Antena 2, alguém tecer os mais positivos elogios.
Era alguém que, pelo que me apercebi, nunca cá veio ao Barreiro, mas sabe que há valores de dimensão nacional nascidos de um positivo e interessante projecto cultural de formação – de décadas - que foi desenvolvido numa parceria da autarquia com o Movimento associativo – que deu e continua a dar frutos.
Tenho pena que, ao longo dessas décadas, esse mesmo tipo de apoios não tenham sido atribuídos a outras associações, também com tradições musicais. Isso revolta-me!
Bom, vou ficar por aqui, se começo a desabafar, nunca mais me calo…e, acredito, só com este comentário, já vou ser adjectivado com muitos e tradicionais rótulos. Estou acostumado.
É o defeito de ter opinião e gostar do Barreiro, gostar mesmo do Barreiro, de viver cá, de sentir a vida que aqui pulsa...de gente que arregaça as mangas e não desiste. Isso é que é lindo!

S.P.

12.02.2017 - 02:49
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2017 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

ROSTOS APOIA

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

PUB.

PUB.

PUB. - ANUNCIO

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND