Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 22 de Setembro 2018
Por Maria Helena


Barreiro / Moita - Edição impressa jornal «Rostos»
Baixa da Banheira das zonas que mais vai sofrer com instalação do aeroporto no Montijo


Inferências-Líder do PP espanhol defende TGV Lisboa - Madrid
Será de novo a margem sul e Barreiro na encruzilhada das indefinições da história?


Rota 66 - Barreiro
«A gente fala lá fora»


A(nota)mentos - Recuperação do património ferroviário do Concelho do Barreiro
Armazém de Víveres e o Dormitório da CP são trocos


Inferências - Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos ? ( I)


Por dentro dos Dias
Barreiro - um tempo de percepções sem perspectivas


COLUNISTAS
A arte de mal gastar
Por Jorge Fagundes
Barreiro


A UBER AGRADECE
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


A Retribuição Mínima Mensal Garantida
José Caria
Montijo


As pessoas ainda contam
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Descascando a cebola
Nuno Santa Clara
Barreiro


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


CARTA AO DIRECTOR
Carta ao Director
Para quando a Câmara Municipal da Moita resolve está situação?


BASTIDORES
Redução do IMI no Barreiro
Aprovada proposta do PSD


Encontro de socialistas de todo o distrito de Setúbal
Grande comitiva nas Festas da Moita


HOSPITAL DO BARREIRO SEM ÁGUA DEVIDO A INTERVENÇÃO DA CMB
O INCRÍVEL ACONTECEU


Bloco de Esquerda - Moita
Em defesa da cultura ribeirinha do tejo


Barreiro - Obras de requalificação na ponte pedonal
PSD alerta para degradação da ponte pedonal da Recosta


CONVERSAS DE 2 MINUTOS
Barreiro – Alfaiate Borges com 92 anos
«Os fatos portugueses são os melhores do mundo»


Barreiro - «Má Raça» um dos rostos da arte in town>
Quando nasci estavam a construir a muralha da Avenida da Praia


ENTREVISTA
Moita - Nuno Cavaco, freguesia da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Balneários e relvado no campo do UDCB avançam sem apoio do Poder Central


José Figueiredo, Bombeiros Voluntários do Barreiro
«A minha maior alegria é estar a comandar este corpo de bombeiros»


Sara Oliveira, Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro
«É muito difícil ver pessoas sofrer e sentirmos a impotência»


AS EMPRESAS
Estão previstos no Porto de Setúbal
Um total de 29 navios de mercadorias para o período de 24 a 28 de Setembro


No 2º Dia de greve dos enfermeiros
Adesão acima dos 80% no Distrito de Setúbal


Melhorar a oferta portuária de Setúbal
Permitindo a receção de navios maiores e mais modernos


ACT Barreiro promove ação de sensibilização na Riberalves na Moita
Promover a melhoria das condições nos locais de trabalho


Na Quinta da Margueira em Almada
1º Fórum Empresarial da AISET- Associação da Indústria da Península de Setúbal


DESPORTO
Meia e Mini Maratonas Ribeirinhas da Moita
Inscrições abertas


No Barreiro 97 atletas de todos os escalões
Participaram na 5ª Etapa do Circuito Nacional de Remo de Mar - 2018


Campeões Nacionais do Clube de Vela do Barreiro
Câmara Municipal aprova saudação por unanimidade


AS ESCOLAS
Barreiro - «A Escola Somos Todos Nós»
Visitas do Executivo Municipal aos Agrupamentos de Escolas do Concelho
. De 1 a 12 outubro


Setúbal - Ação orientada pela Ocean Alive integrando o programa de acolhimento
Novos estudantes do IPS mobilizam-se para limpeza do estuário d


Setúbal - Nova pós-graduação em Intervenção Social e Práticas Artísticas
Seminário de divulgação agendado para 26 de setembro


Setúbal - Obras científicas são lançadas na Fundação Gulbenkian
Investigadoras do IPS estudam voz cantada e a fala na primeira infância


Equipa da EST Barreiro /IPS conquista 3.º lugar com projeto na área da Biotecnologia
Politécnico de Setúbal sobe mais uma vez ao pódio do Polie


REPORTAGEM
Barreiro - Feira Quinhentista de Coina é para manter
Encontro com a história de forma lúdica.


Barreiro - Declarações Politicas das forças políticas
Criticada a ausência de maioria do executivo Municipal


Barreiro – Moções, recomendações e saudações
Aprovação por unanimidade na Assembleia Municipal


Psicologia deve ter um papel no desenvolvimento da comunidade
Psicólogos do Barreiro querem implementar programa de acção no concelho


Colocar o Barreiro no mapa da formação náutica
19 barreirenses receberam Certificado de Pescador


Sistema led em toda a iluminação pública do concelho do Barreiro
Actualmente o encargo anual com a iluminação pública são 850 mil euros


Barreiro - Plataforma Cívica BA6 - Montijo Não
Vai avançar com petição para o tema ser debatido nas Assembleias Municipais


MOLDURA
Barreiro / Moita - No dia 29 de Setembro pelas 10:00 horas
Marcha de Protesto contra infraestrutura aeroportuária na Base do Montijo


Na Cooperativa Cultural Popular Barreirense - Barreiro
Seminário «Patologia Mamária: uma causa de todas as mulheres»


Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro dias 5 e 6 de Outubro
Revelado o cartaz completo do OUT.FEST 2018


No Barreiro apresentação nacional do «Iberia Brass Quintet»
Quinteto do Conservatório de Amesterdão inclui barreirense João Canelas


Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro
Apresentação do livro «Tantas Cores Dentro de Mim»


Moita - Exposição e test-drive de três veículos elétricos
EDP Distribuição associa-se à Câmara na Semana Europeia da Mobilidade


Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete
Promovem «Passeios de Bicicleta»
. Dia 22 de Setembro


Barreiro - Mais de uma centena de pessoas participaram na 13ª edição da «Subida do Coina»
13 anos a valorizar o património do Rio Coina


AUTARQUIAS
Prémio Nacional «Mobilidade em Bicicleta» para Setúbal
Prémio confirma justeza das difíceis decisões para garantir a segurança das áreas balne


Concurso público estará concluído antes do final deste ano
BARREIRO AVANÇA COM ILUMINAÇÃO LED


OPINIÃO
D. Manuel Martins o inesquecível bispo
Por Eugénio Fonseca
Setúbal


Pela Valorização das Assembleias Municipais
Por Pedro Vasconcelos Almeida
Barreiro


Farmácias Solidárias: Finalmente uma realidade em Almada
Por Sara Machado Gomes


RESPECT
Por Rui Lopo
Barreiro


A falta de transparência municipal na concessão de apoios financeiros
Por Alcídio Torres
Montijo


Como melhorar a nossa Automotivação?
Por Sandra Pereira
Barreiro


O AÇAMBARCAMENTO DA OSTOMIA
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS FARMÁCIAS E O BUSINESS DA OSTOMIA
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Barreiro - Exploração do bar do Santoantoniense Futebol.
CONCESSÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO


Barreiro - Associação de Mulheres com Patologia Mamária
Assembleia Geral no próximo dia 27 de Setembro.


POSTAIS
PS e CDU deviam terminar com o clima de crispação
Deviam tentar dialogar em prol do Barreiro.


PAN recomenda medidas para Barreiro Acessível
Campanha de sensibilização sobre ocupação abusiva de lugares de pessoas com deficiência


Bombeiros Voluntários do Barreiro – CSP
Aberto «Auto de Averiguações» ao caso de «Abertura de Porta»


Crónicas do Algarve
Acerca de medo, de medos e de fantasmas


Unanimidade sobre Pólo Ferroviário do Barreiro
Como elemento estratégico de desenvolvimento regional e do país


Barreiro – Encontro na Praceta Frei Luís de Sousa
Manter vivas as relações dos «jovens da praceta»


Barreiro - Vela no Desporto Escolar
Vai nascer Centro de Formação no Clube de Vela


Taxa de Analfabetismo no Barreiro é de 3,5%
Novos tipos de iliterados que são os info-excluídos


Barreiro - Obras no Moinho Pequeno
Funcionária da Câmara afirma que actual executivo limitou-se a levantar suspensão da obra


Terminal de Contentores do Barreiro
Estudo de Impacto Ambiental terá parecer positivo da Câmara


Barreiro - Aumento de acções de desinfestação
Pragas de baratas e ratos causam impacto financeiro


AGENDA
Barreiro - Com encenação de Diogo Infante
Teatro «O Deus da Carnificina» no AMAC


EUROPA
Comissão Europeia regista a iniciativa
«Acabar com a fome que afeta 8 % da população europeia»


Comissão Europeia regista iniciativa
sobre «Cidadania Permanente da União Europeia»


inferências rostos.pt - o seu diário digital

Inferências - Barreiro
O novo ciclo de Poder Local está empobrecido

Inferências - Barreiro<br />
O novo ciclo de Poder Local está empobrecido<br />
A factura da campanha eleitoral de certeza que vai ser cobrada, tudo o que era criticado como mau, agora, com um novo poder politico tem mesmo que MUDAR.

Os eleitores vão exigir isso, os eleitores merecem que as perspectivas de MUDANÇA sejam afirmadas na vida prática e no seu quotidiano.

Findou a Campanha Eleitoral Autárquica, que foi antecedida por um período de pré-campanha, e, nesse dia, escrevi a minha primeira reflexão, antes do acto eleitoral, e, na qual começava por referir que tinha uma sensação de vazio.
Senti muita parra e pouca uva…

De facto, no decorrer da pré-campanha e campanha, durante largos meses, registei que alguns estavam interessados em potenciar os «descontentamentos» que existiam e, certamente, vão continuar a existir, porque não há cidades perfeitas.
E, a «vox populi» está sempre disponível e aberta plenamente para falar mal das autarquias, o poder politico de proximidade, e dos políticos, seja qual for a cor politica.

Estimulava-se as criticas a qualquer situação de lixo na via pública, geravam-se ondas que tudo o que fossem acontecimentos, que passassem a ser importantes para fomentar «percepções ideológicas» da vida local.

O estado de degradação do Barreiro Velho. O estado de abandono da Estação do Barreiro Mar. A situação do comércio local. Os grafitis nas paredes. A iluminação dos espaço públicos.
O objectivo era gerar uma avaliação quanto mais negativa melhor da vida quotidiana.

Depois, era a fuga dos jovens da cidade, porque não eram criadas condições de atractividade.
O aumento de desemprego. A perda de população. Aliás, tudo situações para as quais se apontava o dedo como sendo responsabilidade da autarquia, ignorando-se intencionalmente, que esta era uma realidade do país.

Depois, lá vinha a teoria dos quarenta anos de poder comunista, como um dos grandes males do estado do concelho.
Nem sequer estou a querer afirmar que a força politica que tem sido poder não tenha, e certamente tem, algumas responsabilidades, mas há situações que superam as responsabilidades do Poder Local e vão continuar a superar as responsabilidades do Poder Local. Esse é o drama.

A campanha eleitoral foi marcada por um verdadeiro
«bulling politico», estimulando ódios, gerando bodes expiatórios e criando uma imagem negativa do concelho.
Por diversas vezes, em conversas pessoais, alertei para esta realidade porque, após as eleições, o clima que foi criado, certamente, não ficava enterrado e seria uma «cultura» instalada na vida quotidiana.
A factura da campanha eleitoral de certeza que vai ser cobrada, tudo o que era criticado como mau, agora, com um novo poder politico tem mesmo que MUDAR. Os eleitores vão exigir isso, os eleitores merecem que as perspectivas de MUDANÇA sejam afirmadas na vida prática e no seu quotidiano.

Os cidadãos que, são todos os cidadãos, os que votaram e os que não votaram, vão estar, de certeza, na primeira linha a exigir que nunca mais existam contentores a abarrotar de lixo, que os papeis na rua acabem, que os cães deixem de usar a via pública, que as ervas não cresçam nos passeios, tanta coisa…
Poderão dizer que «Roma e Pavia, não se faz num dia», mas quatro anos de mandato serão um tempo credível para testar as mudanças.

Os registo políticos da pré-campanha e campanha foram - o Barreiro é uma terra sem vida, onde os jovens não conseguem viver, uma terra de velhos, onde não há emprego, uma terra marcada pelo «marasmo», «abandono», «incompetência», falta de segurança, lixo nas ruas, Barreiro Velho degradado, etc. E não estou a apontar o dedo a nenhuma força politica em particular, este foi o fio condutor de quem se opunha ao poder instalado.
Temas que em nada contribuíram para valorizar a cidade, ou o concelho.
E, por outro lado, o poder dominante, por vezes, não olhava para situações reais e cultivava que este era o melhor dos mundos.
Tendo razão numa coisa esta é uma terra linda e com muita vida, e, isto, na verdade, não se cansou de afirmar. Só que o outro lado, soube muito bem explorara as fragilidades.

No fechar da campanha ainda surgiu a «guerrilha» da agitação dos papões, do querem calar, da falta de liberdade na vida da cidade, que nasceu da entrada telefónica, pela casa dentro das pessoas – sendo ou não legal - foi uma coisa de lamentar, que gerou uma dinâmica absurda de “ódio social” e de “guerrilha comunitária”.
Há coisas que se dizem e fazem podem ser esquecidas, mas há coisas que se fazem e dizem, que ficam como marca da forma de estar e fazer politica.

É por tudo isto que a minha primeira reflexão foi pensar o novo ciclo autárquico, independentemente de quem vencesse seria marcado por tudo o que se disse neste período pré-eleitoral e eleitoral.
O novo ciclo eleitoral está empobrecido porque tem esta génese de conflitualidade. Acho que o diálogo entre forças politicas vai ser difícil…
Pode, até, ser que comece tendo por base o “enterrar o machado de guerra”, mas o que está dito, está dito, e, na vida há uma coisa que todos temos é memória. Ignoramos, mas não esquecemos.
E, acima de tudo, os eleitores reivindicativos, exigentes, a quem foi estimulada esta forma de pensar e estar, certamente vão continuar a ser exigentes, mesmo dando um tempo de «estado de graça», cá estarão a olhar o quotidiano, e, de facto, das duas uma: ou concluem que os políticos são todos iguais, ou, a vida demonstra que há diferenças, e isso, quer queiram, quer não…é na prática, coisa que o marketing não resolve.
Os primeiros sinais já se escutam nas redes sociais. E o tempo, esse, será o grande juíz!
Para bem do Barreiro seria bom que a dita «mudança» fosse uma realidade, real, sem visões ou ambições!

António Sousa Pereira

06.10.2017 - 19:23
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

nome: Vitor Durão
comentario: É normal que qualquer campanha eleitoral tenha uma certa conflitualidade verbal e procure os pontos frágeis da governação local. As fragilidades que menciona no artigo são reais. O estado a que chegou o Barreiro é grave. Talvez das situações mais graves da AML, particularmente o Barreiro antigo. Mais do que procurar culpas, que em grande parte são conjunturais e independentes do poder local, há que resolver situações. A questão do lixo urbano parece ser de um nível muito diferente da questão da grande necessidade de investimento e da captação de novas empresas. Mas ambas são fulcrais. Será que alguém acredita que investidores e empresários queiram pôr o seu dinheiro numa cidade cheia de lixo por todo o lado, que só demonstra desmazelo? Será que alguém pode acreditar no poder local dessa cidade quando esta não cumpre os mínimos de exigência da vida urbana?

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND