Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Barreiro - Rostos do Ano 2018
«Rosto do Ano na área ASSOCIATIVISMO» atribuído a Associação de Basquetebol de Setúbal


Horóscopos Diários
Dia 23 de Fevereiro 2019
Por Maria Helena


Barreiro - Rostos do Ano 2018
«Rosto do Ano na área EMPRESA» atribuído a FORUM BARREIRO


Barreiro - Rostos do Ano 2018
«Rosto do Ano na área SOLIDARIEDADE SOCIAL» atribuído a PERSONA


Barreiro - Por dentro dos dias
As ruas são o miradouro da vida!


ROSTOS DO ANO 2018
Reconhecimento aos que contribuíram para valorizar o concelho do Barreiro


Rota 66
«Acordo de Geminação das Memórias» entre Peniche e Barreiro


A(nota)mentos - Barreiro
Pensar e projectar a construção de uma nova Biblioteca


Inferências - «Habemus Terminal»!
«Gostava de ver, no Barreiro, um Porto a sério»


COLUNISTAS
O dianho do «crowdfunding»
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Objetivo
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Silêncios supersónicos, o estranho caso do apeadeiro aéreo do Montijo
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


BEM VINDO 2019
Por José Caria
Montijo


Até amanhã Sr. Alexandre. Bom Natal
Por Jorge Fagundes
Barreiro


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Assembleia Municipal da Moita saúda todas as conquistas das Mulheres
Comprometendo-se com a defesa da igualdade entre homens e mulheres


Barreiro - Partido Comunista Português condena veementemente
a opção de venda da Quinta do Braamcamp


Bruno Vitorino, presidente da distrital de Setúbal do PSD e vereador na CM Barreiro
Acusa Governo de «esbanjar dinheiro» em cerimónias «ridícul


No Centro de Trabalho do PCP de Setúbal.
Audição sobre legislação laboral


Setúbal - Lista do Bloco de Esquerda ao Parlamento Europeu
Daniel Bernardino do Barreiro integra lista


CDS-PP realizou reunião com Comando Distrital de Setúbal da PSP
Reforça confiança nas forças segurança em geral e na PSP


Federação de Setúbal saúda escolha de Pedro Marques
«Distrito de Setúbal é testemunha do benefício da sua ação para as populações»


ENTREVISTA
Barreiro - TCB pode alargar serviço a concelhos limítrofes
Colaborar na mobilidade de Sesimbra, Palmela e Seixal para além da Moita
. Novos au


Desconstruir aquela ideia do Barreiro coitadinho
Projecto «Start XXI» uma aposta no desenvolvimento económico


AS EMPRESAS
Almada / Seixal / Barreiro / Sesimbra
Está previsto que o passe metropolitano seja válido na Fertagus.


NO DISTRITO DE SETÚBAL 63 FARMÁCIAS EM RISCO
Presidente da ANF amanhã em Santiago do Cacém e Setúbal
. Recolhe assinaturas para salva


DESPORTO
Basquetebol do Barreiro na FPB TV
Duas transmissões para o fim de semana


No Torneio «Twist Acro Cup» em Cascais
Par junior do ACROSFAL conquista 2º lugar na competição


Academia de Judo do Barreiro / Grupo Desportivo Fabril do Barreiro
Excelente participação no Open de Juvenis da Associação Distrital de Judo de


Na 2ª Prova Apuramento Nacional 420
Clube de Vela do Barreiro coloca 2 tripulações nos 5 primeiros lugares


Barreiro – Remo do Clube Naval Barreirense
Deslocou 8 atletas ao «Abierto de Andalucia» em Sevilha


PERSONALIDADES
Joana Niza Braga do Barreiro distinguida em Los Angeles
Recebe prémio «Cinema Audio Society Awards»


AS ESCOLAS
Setúbal, Palmela, Alcochete e Montijo
15.º Mega Sprinter- provas de atletismo do Desporto Escolar


Easy Talk - Barreiro
Venha ver a Exposição dos Afetos!


Barreiro - «A tua Europa, a tua voz« YEYS 2019
Colégio Minerva representará Portugal no Forum do Comité Económico e Social Europeu.


Barreiro - Desfiles de Carnaval das Escolas
Realizam-se nos dias 28 de fevereiro e 1 de março


REPORTAGEM
A MOCA – associação ‘Movimento Organizado Cultural e Artístico’
«A Moita é uma nascente artística»


António Bravo, Maestro da Banda Filarmónica da Moita
«A música abre caminhos ao encontro de gerações»


Kira deu muito ao Barreiro, o Barreiro deve ajudar o Kira.
Um atelier e uma casa para viver com dignidade


Barreiro - Na Região de Setúbal serão assinalados 96 anos do CNE – Corpo Nacional de Escutas
Preparar os jovens para as profissões que ainda nã


Top Leitores da Biblioteca 2018
Todos premiados receberam «Uma viagem pelo Barreiro» de Bruno Vieira Amaral


Barreiro - «Sonhos...e ilusões» um livro onde as palavras se cruzam e florescem
Ler e conhecer...«um coração onde muitas marés bateram»


MOLDURA
Palmela - Entre os dias 5 e 7 de abril em S. Gonçalo, Cabanas
25.º Festival Queijo, Pão e Vinho


Fuzileiro distinguido em curso de condições extremas na Noruega
torna-se o primeiro instrutor em Portugal certificado pela NATO


NO FORUM BARREIRO
EXPOSIÇÃO PEQUENOS FORMATOS DO ARTISTA KIRA


Moita - Blues Nights By BBBF no Fórum Cultural na Baixa da Banheira
Mr. Sipp (USA) e Fast Eddie Nelson & Vitor Bacalhau (PT)


Barreiro - Petição Pública
NÃO à venda da Quinta do Braamcamp


No FÓRUM MUNICIPAL LUÍSA TODI EM SETÚBAL
GATEM – Espelho Mágico ESTREIA «DONA NATUREZA»


Moita - Tradicionais desfiles de carnaval com foliões de todas as idades.
Em Alhos Vedros mais de 300 participantes e quatro carros alusivos a


OUT.FEST - Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro
É finalista dos Iberian Festival Awards e renova selo EFFE


Marinha recolhe plástico à deriva no mar
Alerta para a necessidade de colocar o material reciclável em local apropriado


Barreiro - Ação de fogo controlado na Mata da Machada
Na próxima segunda-feira pelas 13h30 vai ser realizada numa zona restrita


Autoridade Marítima Nacional alerta
para cuidados a ter nas praias e zonas costeiras


AUTARQUIAS
Palmela - «Os Direitos do Consumidor – A lei do consumidor»
Município promove ações


moita - Autarcas do PS da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Apresentaram queixa às entidades competentes sobre os ato


No Mercado Municipal da Moita
Feira de Artesanato «Artes e Talentos»


Barreiro - Inaugurado Parque Infantil da Penalva
Concretizou-se «um desejo de há muitos anos da população»


Barreiro investe 1,5 milhões de euros
Renova frota automóvel com a aquisição de 78 veículos


Moita - Na Associação 1º de Maio Futebol Sarilhense
Reunião pública de Câmara descentralizada em Sarilhos Pequenos


No Barreiro e Alto do Seixalinho
Interrupção no abastecimento de água na R. Miguel Bombarda


Moita aposta na eficiência energética
Substituição da iluminação pública existente por iluminação LED


OPINIÃO
QUINTA BRAAMCAMP [2]
PÚBLICA É DE TODOS, PRIVADA É SÓ DE ALGUNS!
Por Armando Teixeira
Barreiro


Quanto vale a Quinta do Braamcamp? (3 )
Por Rui Lopo
Barreiro


Gestão com e para as pessoas
Por Alexandra Serra
Sesimbra


Ignorar a realidade
Por Alcídio Torres
Montijo


O mito «No Barreiro não há nada para ver!»
Por Gonçalo Brito Graça
Barreiro


Gripe e a sua prevenção
Por Joana Peralta e Inês Silva
Barreiro


Viver plena_mente: Mindfullness
Por Sandra Pereira
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Instituição vai estar presente em Farmácias do Barreiro e do Seixal
ASSOCIAÇÃO NÓS ADERE A XI JORNADA DO BANCO FARMACÊUTICO


Nos 170 anos comemorar a Classificação do Património Ferroviário do Barreiro
De Interesse Nacional e a implantação do Núcleo Museológico


LIVROS
Barreiro - Maria Jorgete Teixeira edita na Amazon.es
O seu livro de poesia «A solidão das dunas»


POSTAIS
Barreiro - Tribuna Pública com centenas de pessoas
Descerrada Placa alusiva à construção da Unidade de Saúde no Alto Seixalinho


Barreiro - No Colégio Minerva «Conversas Democráticas – De Mãos dadas com a Europa»
Em debate «A abstenção das camadas mais jovens da população


Biblioteca Municipal do Barreiro divulga autores barreirenses
Ciclo Encontros «OAUTOR E OS LIVROS»


No Distrito de Setúbal não temos condições de acolhimento para crianças
No nosso sistema de tutela não temos Unidades Terapêuticas


Barreiro - Em Portugal as perturbações psicóticas atingem mais as mulheres
Uma em cada quatro pessoas vive com doenças mentais


Barreiro - Arteviva «JOSÉ MATIAS, entretém para quatro mulheres»
Estão ali pessoas reais…em personagens reais!


ARTES
No Auditório Municipal Augusto Cabrita
Exposição ´CAPÍTULO I´


Moita - IX Bienal de Pintura de Pequeno Formato – Prémio Joaquim Afonso Madeira
Candidaturas de 1 a 31 de março


ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro
Em cena «JOSÉ MATIAS, entretém para quatro mulheres»


EUROPA
Comissão Europeia adapta a sua metodologia de cálculo das sanções financeiras
Firme, equilibrada e justa para todos os Estados-Membros.


Europa - Previsões económicas de inverno de 2019
Moderação do crescimento devido a incertezas a nível mundial


inferências rostos.pt - o seu diário digital

Por dentro dos dias – Barreiro
Pensar o tempo em que o Tejo era uma «rua da vila»…

Por dentro dos dias – Barreiro<br>
Pensar o tempo em que o Tejo era uma «rua da vila»…Há uma grande diferença do tempo em que a viagem de barco no Tejo, era fazer do Tejo uma rua da vila e, aquilo que é a realidade actual, onde , a viagem no Tejo é como percorrer um «túnel silencioso», que liga as duas margens…

Por vezes, em certas narrativas (gosto mais de narrativas que de percepções, porque ao menos na narrativa toca-se a linguagem, nas percepções fica-se só no sentir), mas, dizia, nos tempos de hoje, quando se quer valorizar a centralidade no Barreiro, escuta-se muitas vezes, de forma serena e convicta, aquela afirmação: “O Barreiro está a 15 minutos de Lisboa”.

Sim, teoricamente é esse o tempo que, por via fluvial, demora a viagem entre Lisboa e Barreiro, e, vice-versa. Sim, teoricamente, porque na prática para poupança de custos de combustível, todos sabemos que o tempo é superior, e, para além disso, o tempo não começa na viagem, começa no tempo de espera, no número de carreiras, frequência e regularidade, diferente ao longo do dia e da semana para os fins-de-semana, depois, a acrescentar, a viagem não termina no cais, prolonga-se pelas ruas da cidade, e, no caso do Barreiro, de há muito somos uns privilegiados, porque contamos com os TCB’s, mesmo com as suas insuficiências e lacunas, que, afinal, acabam por ser um custo no orçamento municipal que vale muito, mesmo muito e, foi, certamente um dos factores que mais contribuiu para evitar uma maior sangria de população, no período pós-industrial.

É por isso que quando se diz que Barreiro está a 15 minutos de Lisboa, eu prefiro que se diga o tempo real da travessia fluvial, que normalmente se situa mais próximo dos 25 minutos. Porque de nada serve viver de ilusões, ou querer mudar a vida por passos mágicos. A realidade é o que é, é vida.
Eu, até sou do tempo que a viagem demorava 30 minutos. Era um tempo que a viagem era feita e quando dávamos por nós já se estava a atracar na outra margem.

Era um tempo que o pessoal conversava no barco. Existiam tertúlias, de jogos de cartas, de beber cerveja, de conversa politica, de fumadores, de fazer crochet, de trocas de livros ou discos.
Era um tempo que muitos se apaixonavam nos barcos e rasgavam caminhos para a vida. Era um tempo onde, até, os amantes cruzavam as pernas a sorrir para o lado, porque os bancos estavam frente a frente, e, quase sempre todos metiam conversa com todos. O barco era assim, como um «largo da vila», ou uma «jangada da vila», a navegar diariamente entre as duas margens. A vida das ruas continuava nos barcos, conversava-se, sorria-se, coscuvilhava-se, beijava-se, a vida tinha um sabor humano. Olhava-se olhos nos olhos.

É verdade, não havia telemóveis, nem tablets. Hoje a viagem que demora os tais “15 minutos” parece mais longa, não há espaço para conversar, viajamos todos de costas uns para uns outros. Ninguém se olha nos olhos. E todos se dedicam aos likes. A viagem perdeu os sorrisos entrou na modernidade, o mundo virtual. A viagem é feita de silêncio.
No outro tempo, no tempo em que eu viajava no barco, pelo Tejo, havia um silêncio que era mais forte que a repressão, que nos calava, antes do 25 de Abril, e, ali, escutavam-se palavras que eram mais, muitos mais que sons de uma terra virada para o protesto, eram palavras de esperança. Uma esperança que se esfumava na desindustrialização – no Barreiro e em Lisboa. Sim, porque a desindustrialização não foi só no Barreiro, também se sentiu em Lisboa. Só que em Lisboa, nasceu o Parque das Nações, e, no Barreiro, ainda surgiu a Quimiparque, que se tornou uma bolsa de resiliência, evitando que se transformasse em absoluto num espaço fantasma.

Nesse tempo, dessas viagens de 30 minutos de barco, Lisboa olhava para o Barreiro e via aquela nuvem de fumo a marcar a paisagem, por isso, o Barreiro ficou marcado por essa mancha de trabalho e milhares de postos de trabalho a marcar a sua paisagem e a sua vida.

Hoje, muitas vezes, quando olhamos para Lisboa, ao fim da tarde, somos nós que vimos aquela mancha de «smog», as fumaças da poluição, fruto de milhares de carros que entram na cidade e podiam não entrar, se existisse melhor e mais eficaz serviço público de transporte fluvial e ferroviário. Se existisse a TTT do Tejo, ligando Barreiro a Lisboa, por via ferroviária e colocando, de facto, em verdade, o Barreiro a 10 minutos de Lisboa e dentro da sua linha de Metro.
Penso em tudo isto, quando escuto aquele frase, feita de ilusões e marketing, mas eles lá sabem o mundo que constroem nas suas cabeças, eu apenas penso, e como penso, interrogo-me. Isso, apenas isso.

É que Lisboa não está a 15 minutos. Lisboa está ali, mesmo ali, nós olhamos e vemos.
Mas, depois, sentimos que Lisboa está, na verdade além, sim além, no outro lado.
Lisboa quando olha para o Barreiro, não diz: o Barreiro está ali, nem sequer pensa, ou se incomoda que o Barreiro esteja a 10, 15 ou 25 minutos. O Barreiro para Lisboa ainda continua a estar além, e quem para cá viver, e começam a ser muitos, vem com saudade de Lisboa, porque em Lisboa está tudo, tal como dizia o poeta – “pelo Tejo (que é de Lisboa) vai-se para o mundo”.

O problema é que o Tejo continua a ser de Lisboa e enquanto o Tejo for apenas o rio de Lisboa, nós continuamos a estar além, na outra margem, o outro lado – a margem sul.
A margem sul é cada vez mais, o Barreiro, Seixal, Moita e um pouco Sesimbra.
É isso, o que fica para além – Barreiro, Moita, Seixal e Sesimbra.

Lisboa quando olha para Almada, não diz que Almada está além, diz Almada está ali – Almada é ali, está aqui, a 10 minutos, é por isso que não é preciso fazer muito esforço para colocar diariamente milhares de turistas de Lisboa, ali, em Cacilhas.
E, Almada abraça Lisboa, faz parte de Lisboa, e, pelo que me consta, um destes dias, nos próximos anos, até a Costa da Caparica vai começar, para Lisboa, a estar ali, mesmo ali, pois, já se fala que pode arrancar o túnel pelo Tejo, que vai ligar a Trafaria a Algés. Pois, e, de facto, se assim for a Caparica fica mais dentro de Lisboa que Cascais. Força, Inês Medeiros!

Alcochete e Montijo, que em tempos estavam também além, desde que foi construída a Ponte Vasco da Gama, deixaram de estar além, para Lisboa, já estão ali, um ali da outra Lisboa, aquela que nasceu no Parque das Nações. Se não tivesse sido a crise da troika, Montijo e Alcochete, hoje, eram mais, muito mais, uma complementaridade dessa Lisboa renovada, porque estão ali...

Mas, enfim, está aberta a porta ao futuro. E esse futuro, daqui a uns 60 anos ( pelos vistos) vai ser, inevitavelmente, o Aeroporto no Campo de Tiro de Alcochete, para dar dimensão a Lisboa, aqui, nesta cidade aeroportuária. Até lá, fica essa transição dita BA6, mas isso faz parte do país que somos. Gastamos. Falimos. Recomeçamos.

E tudo, de facto, tudo isto, a propósito do Barreiro estar a “15 minutos de Lisboa”.
Porque afinal, há uma grande diferença do tempo em que a viagem de barco no Tejo, era fazer do Tejo uma rua da vila e, aquilo que é a realidade actual, onde , a viagem no Tejo é como percorrer um «túnel silencioso», que liga as duas margens…

António Sousa Pereira

03.10.2018 - 15:28
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND