Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 15 de Novembro 2018
Por Maria Helena


Rosto da Semana – Barreiro
Jaime Palma – um exemplo de uma ideia que se inscreve na vida da cidade


A(nota)memtos
Ponte Barreiro – Seixal : será que quem decide é a «politika do linkismo»!


A(nota) mentos
O Barreiro, o potencial e…o seu eterno mal


Inferências
PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSD


Jornal «O Sul do Tejo» publicado em 1893
125 anos de imprensa regional no Barreiro>


Por dentro dos dias - Barreiro
Basta um sorriso!


Inferências – Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos? (III)


Inferências – Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos? (II)


Inferências - Barreiro
Quais as marcas dos mandatos autárquicos ? ( I)


COLUNISTAS
The Red Poppy
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


MONTIJO - ESCOLA PÚBLICA
Por José Caria


Lógica férrea
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Prevenir ou remediar?
Por Jorge Fagundes
Barreiro


A UBER AGRADECE
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Almada - Resolver com urgência situação do Hospital Garcia de Orta
CDS quer saber que respostas tem o Ministério da Saúde


Juventude Popular do Barreiro
Lamenta resposta tardia e inconclusiva do Ministério do Ambiente


Adesões à Plataforma Cívica Aeroporto BA6-Montijo Não
Rui Garcia, Presidente da CM Moita e Presidente da AMR de Setúbal.
Francisco Jesus, Pres


Agressões a jovens mulheres no Barreiro
Bruno Vitorino quer reunir de urgência Conselho Municipal de Segurança


Terminal Portuário do Barreiro
Estudo Prévio e Estudo de Impacte Ambiental em consulta pública


ENTREVISTA
Sara Ferreira, Vereadora da Câmara Municipal do Barreiro
Alunos vão dar nomes a todas as escolas do Ensino Básico do concelho


Dulce Reis, líder da CDU na Assembleia Municipal do Barreiro
«Consideramos que esta gestão tem sido muito fogo e pouca palha»


Vítor Castro Nunes, líder do Partido Social Democrata na AMB
«Há uma gritante falta de pensamento estratégico para o Barreiro»


Rui Lopo, vereador da CMB do Partido Ecologista «Os Verdes»
«Do ponto de vista prático este ano de mandato não passou de comunicação»


AS EMPRESAS
Militantes do Bloco de Esquerda do Barreiro
Compram alimentos para trabalhadores sem alimentos


Palmela - Volkswagen Autoeuropa até dezembro de 2020
Acordo laboral aprovado por 72,8% dos trabalhadores da empresa


DESPORTO
José Maria Gouveia do distrito de Setúbal
Vence Taça de Portugal 2018


Hugo Ferreira dos Ferroviários do Barreiro
Vence Open Internacional Marquês de Pombal


Moita - 23º Corta Mato Juvenil
Inicia nova época do AtletisMoita


Barreiro - Associação de Cicloturismo Fidalbyke
14º Passeio de S. Silvestre em BTT


Barreiro - 6.ª edição da Caminhada/ Treino Solidário de Natal
Evento organizado por BRRnightRUNNERS
. Dia 8 de Dezembro, pelas 16h30


Barreiro – Xadrez do Santoantoniense
Excelentes resultados nos distritais jovens
. Conquistam 4 títulos absolutos


AS ESCOLAS
Barreiro - Agrupamento de Escolas de Casquilhos no Reino Unido
Projeto Erasmus+ «The Great European Pastimes Challenge»


Politécnico de Setúbal promove encontro sobre Arte Urbana
«Impactos da Street Art»


Prémio Manuel Lopes (9ª edição) do IEFP
Atribuído a investigador do D C-IUL Paulo Marques do Barreiro


AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ - BARREIRO
2º INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE ALUNOS, ALEMANHA


Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita - Barreiro
Professores e alunos participaram num encontro realizado na Roménia


REPORTAGEM
Frederico Rosa, Presidente da Câmara Municipal do Barreiro
Vivemos num tempo de populismo em todo o mundo.


Barreiro - Materiais originais na Exposição «Maio de 68 – 50 anos depois»
Um forte movimento de crítica dos costumes


Barreiro - Colóquio sobre a 1ª Guerra Mundial
«Foi o acontecimento que mais marcou o século XX»


Memórias pessoais e colectivas de Armando Sousa Teixeira
21 contos ilustrados com fotografias


Barreiro - Luís Mira Amaral na Conferência «Reindustrialização e a Indústria 4.0»
4ª Revolução Industrial não é voltar à mão de obra barata


Cooperativa Rádio de Táxis Rápidos do Barreiro
35 táxis dos 39 que funcionam no Barreiro
. Não aceitam concorrência desleal


Barreiro - Quinta do Braamcamp é «uma pérola única»
Com a compra pelo município foi retirada do mercado imobiliário


Barreiro - «Memórias do Meu Rio» de Lina Soares
Um encontro entre a história, a poesia e a fotografia


Barreiro / Moita – Nova Rotunda dos Fidalguinhos
O concurso para a obra será lançado antes do Verão


Avenida da Praia no Barreiro vai sofrer muito ruído
Baixa da Banheira e Lavradio vão receber impactos entre 70 a 90 decibéis


MOLDURA
Moita - Biblioteca Municipal de Alhos Vedros comemora 25º aniversário
Exposição «José Afonso: Geografias de uma vida»


Tour europeia passa pelo Barreiro
«Tom & Christina Carter« primeiro disco em sete anos do duo em tournée europeia


Dia Mundial da Diabetes no Barreiro
USF Lavradio promove evento «A FAMÍLIA E A DIABETES»


AUTARQUIAS
Palmela - Concessão para exploração da rede municipal de distribuição de eletricidade
Celebração de Contrato Interadministrativo delega competê


Moita - Sanitários públicos do Parque José Afonso novamente vandalizados
Foram furtados todos os apoios em inox das sanitas e uma porta


Palmela aprova delegação de competências na AML
Serviços Públicos de transporte rodoviário de passageiros


Barreiro - Até 30 de novembro estão abertas as inscrições gratuitas
XVII Concurso de Montras de Natal


OPINIÃO
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Por Vasco Barreto


O TERMINAL DO NOSSO DES (CONTENTAMENTO)
Por Armando Teixeira
Barreiro


IGUALDADE DE GENERO NA INFÂNCIA… INTERVENÇÃO PRECOCE PARA UMA CIDADANIA IGUALITÁRIA
Por Susana Louro Pádua
Santiago do Cacém


Haverá barco amanhã?
Por Hélder Leal Rodrigues
Barreiro


A DEFESA DOS DIREITOS E PROMOÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA DO OSTOMIZADO UM NEGÓCIO DE DÚVIDAS
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


FAÇA-SE LUZ
Por Rui Lopo
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
ROTARY CLUB DO BARREIRO
Campos de Férias na Europa – Seleção de candidatos


Barreiro - Jardim de Infância D. Pedro V
Assembleia Geral debate plano de ação e orçamento de 2019


CULTURA
No Fórum Cultural de Alcocheteo
X Encontro de Leitura Pública
.«Redes Sociais e Bibliotecas em Rede»


A classificação do Património Ferroviário do Barreiro em risco
Posição da Associação Barreiro Património Memória e Futuro


LIVROS
Barreiro - Escritor Carlos Alberto Correia
Publica «URBI - poemas datados»


Na Biblioteca Municipal de Setúbal
Apresentação do livro de Poesia «À procura de mim»


Moita – No Espaço F.A.V.O em Alhos Vedros
Apresentação do «ORGÂNICO ANIMAL»


POSTAIS
Domingos Abrantes, histórico do PCP e Conselheiro de Estado
O perigo fascista é, hoje, um perigo real


Barreiro – Encerramento do trânsito no túnel na Rua Miguel Bombarda
Comerciantes expressaram indignação na reunião de Câmara


Barreiro - Reprovada proposta sobre Depuradora de Bivalves
«É mais um frete ao governo que a Câmara está a fazer»
Foi bem negociado pe


Forum Barreiro comemora dez anos com esperança no futuro
Vai atingir mais de 3 milhões de visitantes em 2018


Barreiro – Casa da Cultura da Baía do Tejo
Vai ser assinado Protocolo para (re)activar funcionamento em 2019


Clube de Fotógrafos do Barreiro
Exposição RETROSPETIVA


Barreiro - Novo sintético do Estádio João Pedro
Investimento de 150 mil euros do Grupo Desportivo Fabril do Barreiro


Barreiro – 50 mulheres apresentaram queixa de agressões
«O espaço público é um espaço de Liberdade, não é um espaço de medo»


Crónicas do Algarve
Acerca de cinema


AGENDA
Cinema no Forum Barreiro
Programação de 15 a 21 de Novembro


EUROPA
ABERTURA DE CANDIDATURAS PDR 2020
26 de outubro a 8 de fevereiro 2019


Comissão Europeia regista iniciativa
sobre «Cidadania Permanente da União Europeia»


inferências rostos.pt - o seu diário digital

Inferências
PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSD

Inferências<br>
PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSDO PS e PSD, que começaram o mandato num assumido e permanente namoro, agora, decidiram optar pela “união de facto”, que tem, como sabemos uma validade temporal.
Quanto ao “casamento”, isso, tudo indica que, para já, não é coisa que esteja no horizonte.

Um dos erros políticos da gestão do Partido Socialista, liderada por Emidio Xavier, foi não ter mantido uma relação pacífica com o PSD, força politica representada no executivo municipal por Mendes Costa, e, essencial para garantir a governabilidade à maioria relativa socialista.
Bruno Vitorino, na época líder concelhio, transformou-se num feroz opositor dos socialistas, apesar do PSD ser, sem dúvida, a muleta na gestão municipal.

Passados anos, agora de novo com os socialistas em minoria na CMB, a situação inverteu-se em 180 graus, comparativamente ao que se registou na gestão de Emídio Xavier, onde o diálogo politico, institucional, entre PS e o PSD, era praticamente nulo, assistimos agora ao inverso, porque, na verdade, o PS e PSD, que começaram o mandato num assumido e permanente namoro, agora, decidiram optar pela “união de facto”, que tem, como sabemos uma validade temporal.
Quanto ao “casamento”, isso, tudo indica que, para já, não é coisa que esteja no horizonte. Digamos que estão unidos, mas não convencidos.

O fenómeno politico que ontem se registou ao nível local da assinatura de um Acordo entre o PS e PSD, merece uma ampla reflexão, e, este, é, sem dúvida, um dos primeiros sinais na vida politica local que demonstra, como, nos dias de hoje, já estamos noutro século, noutro tempo, noutra «identidade barreirense», afinal, isto prova como está longe, perdido na memória, aquele tempo do PREC, quando foram os socialistas e não os comunistas, em proposta que apresentaram na Assembleia Municipal do Barreiro, a querer retirar e destruir a estátua de Alfredo da Silva. Proposta, segundo nos disseram, em tempos idos, foi reprovada.

Este é o primeiro sinal, de abertura ao século XXI, real, fruto da «cultura politica» vivida em torno das últimas eleições autárquicas do Barreiro, que apostou na criação de um «bode expiatório» para todos os males do Barreiro – os comunistas.
Esse «caldo cultural» que foi criado, intencionalmente, discretamente, de forma constante, durante uns três anos, nas redes sociais, gerando um clima de maus e bons, de anti-pcp, de anti comunismo primário, de bode expiatório, de ressentimentos, de teorias da conspiração, seguindo-se, após as eleições o clima da «azia», dos aziados, do clima de hostilidade, dos argumentos fáceis e repetidos, que não fizeram nada e agora não deixam fazer, do lixo nas ruas que era culpa da Câmara e, agora, é a falta de civismo, das guerrilhas na gestão autárquica, gerando situações, que, percebe-se o fim é criar casos. É tudo isto que marca o tempo novo. Ponto Final.

Este é o Barreiro do século XXI. O Barreiro dos pragmatismos. Um tempo em que o conta é o marketing e, tudo, mesmo tudo, que possa contribuir para manter o poder, onde a cidadania, e, diga-se a simples acção civica está a perder-se, pelo silêncio e ausência de debate da coisa pública.

Enfim, é tudo isto que permite, aqui e agora, que o namoro pós eleitoral do PS com o PSD, se transforme pacificamente, nesta “união de facto”. Só não casam porque, isso era complicado, e, se o fizessem, na verdade, nunca seria com comunhão de bens.

O PSD é o grande vencedor politicamente deste Acordo. O PSD com este Acordo retira ao PS espaço ideológico à esquerda, o PSD ganha espaço num tecido eleitoral onde, muitas vezes, não é, por razões históricas, bem aceite, e, até, recentemente era rejeitado pelas politicas que protagonizou com a troika.
O PS dá a mão ao PSD para que se afirme à esquerda, numa terra cujo coração politico pulsa à esquerda, uma terra, onde, até, os de direita gostam de dizer que pensam à esquerda. O PS abdica do seu espaço ideológico, estabelecendo um acordo de princípios com o PSD, porque quer rasgar com o PCP, porque tem medo politico do PCP, e, também, porque acha que assim ganha eleitorado ao PSD, ou encosta o PSD à parede, obrigando-o a ficar pacificamente, silenciado por um acordo.
É mesmo, de quem não conhece o veterano da politica local chamado Bruno Vitorino.
Este Acordo dá-lhe trunfos, estão lá escritos – eu li – que podem estalar como castanhas quentes, bem quentes, quando o PSD quiser dizer ao PS :”Rasgo o acordo porque os senhores não vão cumprir, ou não estão a cumprir», diga-se, mesmo que, nalguns casos, o acordo assinado aponte resultados que são fruto da «papinha feita», que receberam da anterior gestão CDU.

Na vida politica uns optam por gerir imagem, outros optam por valorizar aspectos ideológicos, outros limitam-se a gerir saberes e acções que vão ao encontro da realidade.
O PSD é um partido que sabendo que está num terreno que lhe é estranho, aqui, soube sempre, estar fazendo politica na acção, recebendo pelouros, erguendo bandeiras, abraçando causas.
O PSD desde há muitos anos que luta por conquistar uma Câmara no Distrito de Setúbal, e, para tal, na verdade, sabe que duas coisas são essenciais nessa sua estratégia, que não é, nem nunca foi uma impossibilidade, é, apenas e só, saber gerar a ocasião.
Mas, em primeiro lugar, é preciso retirar o PCP da área do poder, em tudo o que o poder significa, na vida politica em Portugal, desde ser uma rede de empregabilidade, passando pelas politicas de influência e de relacionamentos tácticos. Partir as pernas ao PCP, a força politica histórica e dominante na região é o primeiro passo, mas, isso, o PSD sabe, que não o consegue sozinho, tem que trazer o PS para esse seu combate.
Este Acordo é isso mesmo, o PS juntar-se ao PSD para combaterem, em conjunto, a única força politica que pode, se tiver capacidade de agir, na verdade, de novo, ser a alternativa, ou até mesmo, a alternância ao PS, nas próximas eleições autárquicas.

O PSD não quer o regresso do PCP à Câmara Municipal do Barreiro. O PSD quer que esteja lá o PS, com maioria relativa, para o desgastar e depois de correr com os comunistas, a seguir hão-de ir os socialistas. Ou já esqueceram que numa maioria absoluta de Cavaco Silva, aqui no Barreiro, o PSD esteve na primeira linha e deu cartas.
O PSD é um partido que tem estratégia, tem saber, faz politica com acção politica, é, um partido que no Barreiro, nunca brincou, nem brinca em serviço. Tudo o que faz é pensado.
Desde a Policia Municipal, até ao baixar do IMI, passando pelo combate aos grafitis, ou, na valorização da figura de Alfredo da Silva. Tudo o que faz é ideológico, e, depois, acusa outros de “preconceitos ideológicos”, porque, essas, são as ideologias más, as dos socialismos e comunismos.
O PSD sempre soube, até, gerir pela positiva, as relações com o Poder central, quando está no Poder Central, para dar passos e encontrar soluções para assuntos locais. Há muitos exemplos, do protagonismo de Bruno Vitorino.

É, por tudo isto que o PSD, ontem, ao assinar o Acordo com o PS, de súbito, quase que venceu na secretaria o que perdeu nas urnas. Foi uma grande vitória politica, pós eleitoral. O PSD deu um salto em frente, passou de partido charneira, para partido parceiro da gestão municipal.
Não é o PSD que passa a fazer parte da estratégia do PS, é o PS que passa a fazer parte da estratégia do PSD.
Nem sequer este Acordo contribui para dar mais protagonismo à liderança do PS, antes pelo contrário, coloca a liderança do PSD, em pé de igualdade, com a liderança do PS.
Um ano depois da vitória autárquica do PS, com este acordo, quem assume a liderança politica local é o PSD. Numa vida politica local feita de calculismos, de jogadas de xadrez politico, o que se pode dizer é que, Bruno Vitorino, usou uma torre para dar cheque a André Pinotes. PSD gere a liderança da politica local. PS gere a liderança da politica autárquica, submetida ao «parecer» do PSD.
O PSD abre caminho para desenvolver a sua «frente» politica. O PSD aprendeu com a CDU, diga-se na estratégia de Carlos Humberto, que para avançar politicamente é preciso acrescentar ao PSD, mais cidadania, por essa razão, na campanha eleitoral apresentou-se com a «frente» - «Dar futuro ao Barreiro». O PSD colou o PS ao seu projecto de dar futuro ao Barreiro. Um futuro do qual, para o PSD, têm que ser excluídos os comunistas, agora, contando com o apoio, irreversível do PS, porque há coisas na vida politica que nunca mais se apagam, passam a fazer parte do pensar e fazer cidade.
A liderança do PS veio dizer, a todos os barreirenses, que quer afirmar o Barreiro e dar futuro ao Barreiro, com o PSD. O PS afirma-se à direita. O PSD afirma-se à esquerda.
O PS está nas mãos do PSD.

O PS que tinha escolhido como caminho «preparar uma presidência», dar-lhe força, agora, um ano depois das eleições, coloca essa presidência submissa ao PSD.
Nunca, na vida do Poder Local, no concelho do Barreiro, fosse qual fosse a força politica em maioria relativa – CDU ou PS – esteve de forma tão clara, submissa e nas mão da vontade politica do PSD.
Bruno Vitorino ganhou, ontem, todo o crédito politico para que o Barreiro lhe entregue a presidência da Câmara, ganhou autoridade moral e autoridade politica para ser protagonista nessa luta. O PS deu-lhe a mão.

O líder do PS, André Pinotes, com o Acordo de ontem alcançou uma vitória politica pessoal, temos que o reconhecer, pois, colocou o PS, enquanto partido, com autoridade politica, e, como negociador da acção politica local, passando a discussão da vida local das reuniões dos órgãos autárquicos para dentro da vida partidária .
Ele, de facto, ganhou espaço de liderança, mas, sem dúvida, à custa da partidarização e da gestão da vida autárquica centrada num acordo entre partidos, deu protagonismo ao PSD, para ganhar protagonismo.
Veio dizer que são os partidos e não os eleitos que decidem a política autárquica.
Portanto, André Pinotes, líder do PS, ontem, tornou-se, também, o líder da vida autárquica, porque através do acordo levou, objectivamente, para dentro do PS a liderança da vida autárquica. São interpretações. São factos, e, factos, não são opiniões, são a história da comunidade em movimento.

Este Acordo, acredito, vai dar muito que falar, lá isso vai…
Quem menos devia importar-se com ele era a CDU, que, a partir de agora tem o espaço aberto para se transformar na liderança da esquerda no concelho do Barreiro. Saiba a CDU dialogar com o BE, PAN, Os Verdes e gerar mais cidadania à sua volta.
O PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSD.
A CDU que escolha afirmar-se dando futuro à esquerda no Barreiro…porque, afinal, há mais geringonça para lá do PS.
E, penso, até que haverá algum PS que não deve estar feliz com este Acordo.

Claro que a vida local está acima da vida partidária, mas, quando se dá á vida politica local um sentido, tudo ganha outro sentido.
Até, na verdade, pode ser que este Acordo seja positivo e contribua para o debate de ideias, dando à vida política local, algum conteúdo e valores, que vão para além das conversas com o sentido volátil e vazias de consciência social
Como irá reagir o CDS a este Acordo? Será que aproveita para ganhar espaço e conquistar o eleitorado de direita que não aceita este Acordo à esquerda do PS?
E o BE, vai ficar calado, quando retirou a confiança politica a um eleito no executivo do Lavradio – Barreiro, por ter aceite integrar um órgão com um eleito do PSD? Será que o BE vai ficar no silêncio?
Enfim, este Acordo vai dar muito pano para mangas e abre, de facto, desde já novos o cenários políticos.
Esperemos…

António Sousa Pereira

30.10.2018 - 20:21
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND