Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 20 de Janeiro 2019
Por Maria Helena


Rosto da Semana – Barreiro
Agrupamentos da CNE – promover a cidadania activa


Rota 66 – Barreiro
«Podem ampliar aqui no Lavradio»


Rota 66
«Acordo de Geminação das Memórias» entre Peniche e Barreiro


A(nota)mentos - Barreiro
Pensar e projectar a construção de uma nova Biblioteca


Por dentro dos dias - Barreiro
Há dez anos o espaço murado da fábrica abriu-se à cidade.


Barreiro - Uma cidade com rostos é uma cidade com vida!
Sim, dava um filme…


Inferências - «Habemus Terminal»!
«Gostava de ver, no Barreiro, um Porto a sério»


COLUNISTAS
Lamento
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Silêncios supersónicos, o estranho caso do apeadeiro aéreo do Montijo
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


BEM VINDO 2019
Por José Caria
Montijo


Até amanhã Sr. Alexandre. Bom Natal
Por Jorge Fagundes
Barreiro


A UBER AGRADECE
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Deputado do PSD do distrito de Setúbal, Bruno Vitorino acusa o Governo
Problemas na travessia fluvial entre Barreiro e Lisboa sem fim à vista


Pedro Vasconcelos Almeida do Barreiro
Eleito Secretário Nacional da Juventude Socialista


Encerramento dos serviços de urgência dos hospitais do Barreiro e Setúbal
Nuno Magalhães quer esclarecimentos


Concurso para a aquisição de dez novos navios para a Transtejo
Juventude Popular do Barreiro acusa o Governo de enganar os barreirenses


Construção do futuro aeroporto do Montijo excelente notícia para distrito de Setúbal.
Número de postos de trabalho diretos e indiretos será superi


Sobre a decisão do Governo relativa ao Aeroporto do Montijo
PEV marca Debate de Atualidade
. Para a próxima 5ª feira


ENTREVISTA
Barreiro - TCB pode alargar serviço a concelhos limítrofes
Colaborar na mobilidade de Sesimbra, Palmela e Seixal para além da Moita
. Novos au


Desconstruir aquela ideia do Barreiro coitadinho
Projecto «Start XXI» uma aposta no desenvolvimento económico


DESPORTO
Boccia no Concelho de Palmela
Promove inclusão pelo desporto


Animação contagiante no Barreiro
2.° ENCONTRO DISTRITAL «JOGA +» AF SETÚBAL


Moita - Cerimónia de Entrega de Méritos Desportivos 2018
Valorizar atletas, treinadores e clubes do concelho


Barreiro – Remo do Clube Naval Barreirense
Deslocou 8 atletas ao «Abierto de Andalucia» em Sevilha


Equipa de Badminton do Luso Futebol Clube - Barreiro
Conquista 3º lugar no Torneio Regional de Equipas.


PERSONALIDADES
Barreiro - Faleceu João Nunes Feijão
Um nome indissociável da história da FRATER.


Barreiro - Faleceu José Paixão «O Zeca»
Um histórico do Hóquei em Patins do Grupo Desportivo da CUF


AS ESCOLAS
Politécnico de Setúbal desafia jovens a gerir uma empresa hoteleira
4.º Jogo de Gestão Interescolas mobiliza 184 alunos de todo o País


Concurso ONcontrol prolonga inscrições até 31 de janeiro
EST Setúbal /IPS desafia alunos do ensino secundário e profissional


Politécnico de Setúbal debate «Pobreza, Exclusão Social e Saúde»
Seminário agendado para os dias 1 e 2 de fevereiro


Escola Secundária de Casquilhos - Barreiro
Percurso por terras helénicas a partir do Projeto Erasmus


REPORTAGEM
Kira deu muito ao Barreiro, o Barreiro deve ajudar o Kira.
Um atelier e uma casa para viver com dignidade


Barreiro - Na Região de Setúbal serão assinalados 96 anos do CNE – Corpo Nacional de Escutas
Preparar os jovens para as profissões que ainda nã


Top Leitores da Biblioteca 2018
Todos premiados receberam «Uma viagem pelo Barreiro» de Bruno Vieira Amaral


Criação do Gabinete de Apoio à Vitima no Barreiro e Moita
Concretiza décima resposta no Distrito de Setúbal na Rede Nacional de Apoio às Vítima


Barreiro - «Sonhos...e ilusões» um livro onde as palavras se cruzam e florescem
Ler e conhecer...«um coração onde muitas marés bateram»


Barreiro - Gala da Diferença
«Prémio Personalidade» atribuído a Angelina Marques
. Uma noite de emoções fortes


MOLDURA
Em Grândola
Detido por recetação de material furtado


Santiago do Cacém - A grande mostra gastronómica do Alentejo
5.ª Edição do Festival da Enguia da Lagoa de Santo André apresenta iguaria de exce


Ordem dos Advogados - Delegação do Barreiro
Conferência «Justiça e a Saúde Mental»


No Auditório Municipal Augusto Cabrita - Barreiro
Bruno Nogueira com espetáculo «Depois do Medo»


Moita - Centro de Experimentação Artística – Vale da Amoreira
Oficina de Movimento e Muay Thai «Se Queres Saber Pergunta!»


Associação de Municípios da Região de Setúbal
7ª edição do Festival Liberdade no concelho de Santiago do Cacém


Sessão comemorativa 160 Anos dos Comboios no Barreiro
«Complexo Ferroviário do Barreiro, que Futuro?»


No CINE TEATRO S. JOÃO em PALMELA
«O CORCUNDA DE NOTRE DAME» sobe ao palco no mês de FEVEREIRO


Centro Hospitalar Barreiro Montijo
Oncologia renova certificação pela Direção-Geral da Saúde


Iberia em concerto no Fórum Cultural na Baixa da Banheira
Um espetáculo eletroacústico mais intimista


AUTARQUIAS
Município de Alcácer do Sal adere ao programa de Contratos Locais de Desenvolvimento Social de 4ª Geração
Projeto combaterá Pobreza e Envelhec


Município de Palmela aprova voto de pesar pelo falecimento de Fonseca Ferreira
«Deixa-nos um vasto legado nas áreas do urbanismo»


Seixal não aceita modelo de transferência de competências proposto pelo Governo
Leis aprovadas confirmam subfinanciamento do Poder Local


Barreiro - Concessão de Direitos e Benefícios Sociais aos Bombeiros Voluntários
Projeto de Regulamento está em Consulta Pública


Seixal - Preocupações sobre os impactos ambientais da Siderurgia
Autarquia reúne-se com ministro do Ambiente


Município da Moita recusa transferência de competências
Defende que descentralização deve ter em conta a criação das regiões administrativas


OPINIÃO
O mito «No Barreiro não há nada para ver!»
Por Gonçalo Brito Graça
Barreiro


A Importância do comércio tradicional
Por Sara Machado Gomes
Almada


A propósito da IV Gala da Diferença.
Por Marco Binhã
Barreiro


Gripe e a sua prevenção
Por Joana Peralta e Inês Silva
Barreiro


Viver plena_mente: Mindfullness
Por Sandra Pereira
Barreiro


Mobilidade: um problema prioritário
Tiago Sousa Santos
Barreiro


Era uma vez … uma promessa, um centro de saúde, mais médicos e a credibilidade …
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


A DEFESA DOS DIREITOS E PROMOÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA DO OSTOMIZADO UM NEGÓCIO DE DÚVIDAS
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Barreiro - Clube Dramático de Instrução e Recreio 31 de Janeiro «Os Celtas»
Sessão Solene comemorativa do 87º aniversário


Federação das Colectividades do Distrito de Setúbal
Comemoração do 16.º aniversário em Almada


Clube de Fotógrafos do Barreiro
Eleitos Corpos Gerentes para biénio 2019- 2020
. Anabela Carreira Presidente da Direcção


Sociedade de Cultura e Recreio 1º Agosto Paivense - Barreiro
Elegeu corpos gerentes para o ano de 2019.


LIVROS
Na Casa da Cultura em Setúbal
Apresentação do romance «A Noite Passada» de Alice Brito


Barreiro - Escritor Carlos Alberto Correia
Publica «URBI - poemas datados»


POSTAIS
Barreiro - Arteviva «JOSÉ MATIAS, entretém para quatro mulheres»
Estão ali pessoas reais…em personagens reais!


Jogos da Primavera 2019 em Abril no Barreiro
Participam cerca de 4 mil escuteiros da região de Setúbal


Expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa no Montijo
Vai marcar a modernização do país e a internacionalização da região.


Carlos Moreira, Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários do Barreiro
Concretizar remodelação do quartel


ROTARY CLUB DO BARREIRO
Atribui a António Sousa Pereira a distinção «Profissional do Ano 2018»


Na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro
Uma bela moldura humana enriqueceu a sessão de entrega de Rostos do Ano


Rotary Club do Barreiro integra primeira mulher
Inês Costa escreve uma página na história


Barreiro – Arte Viva leva a cena peça infantil «Pinóquio»
Uma peça hilariante que envolve o público – crianças e adultos


ARTES
ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro
Em cena «JOSÉ MATIAS, entretém para quatro mulheres»


EUROPA
Comissão Europeia aprova regime de 320 milhões de euros
para apoiar instalações de energia de biomassa próximas das florestas em risco de incê


Volume do comércio a retalho aumenta 0,6 % na área do euro
0,7 % na União Europeia e 1,6 % em Portugal


inferências rostos.pt - o seu diário digital

Inferências
PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSD

Inferências<br>
PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSDO PS e PSD, que começaram o mandato num assumido e permanente namoro, agora, decidiram optar pela “união de facto”, que tem, como sabemos uma validade temporal.
Quanto ao “casamento”, isso, tudo indica que, para já, não é coisa que esteja no horizonte.

Um dos erros políticos da gestão do Partido Socialista, liderada por Emidio Xavier, foi não ter mantido uma relação pacífica com o PSD, força politica representada no executivo municipal por Mendes Costa, e, essencial para garantir a governabilidade à maioria relativa socialista.
Bruno Vitorino, na época líder concelhio, transformou-se num feroz opositor dos socialistas, apesar do PSD ser, sem dúvida, a muleta na gestão municipal.

Passados anos, agora de novo com os socialistas em minoria na CMB, a situação inverteu-se em 180 graus, comparativamente ao que se registou na gestão de Emídio Xavier, onde o diálogo politico, institucional, entre PS e o PSD, era praticamente nulo, assistimos agora ao inverso, porque, na verdade, o PS e PSD, que começaram o mandato num assumido e permanente namoro, agora, decidiram optar pela “união de facto”, que tem, como sabemos uma validade temporal.
Quanto ao “casamento”, isso, tudo indica que, para já, não é coisa que esteja no horizonte. Digamos que estão unidos, mas não convencidos.

O fenómeno politico que ontem se registou ao nível local da assinatura de um Acordo entre o PS e PSD, merece uma ampla reflexão, e, este, é, sem dúvida, um dos primeiros sinais na vida politica local que demonstra, como, nos dias de hoje, já estamos noutro século, noutro tempo, noutra «identidade barreirense», afinal, isto prova como está longe, perdido na memória, aquele tempo do PREC, quando foram os socialistas e não os comunistas, em proposta que apresentaram na Assembleia Municipal do Barreiro, a querer retirar e destruir a estátua de Alfredo da Silva. Proposta, segundo nos disseram, em tempos idos, foi reprovada.

Este é o primeiro sinal, de abertura ao século XXI, real, fruto da «cultura politica» vivida em torno das últimas eleições autárquicas do Barreiro, que apostou na criação de um «bode expiatório» para todos os males do Barreiro – os comunistas.
Esse «caldo cultural» que foi criado, intencionalmente, discretamente, de forma constante, durante uns três anos, nas redes sociais, gerando um clima de maus e bons, de anti-pcp, de anti comunismo primário, de bode expiatório, de ressentimentos, de teorias da conspiração, seguindo-se, após as eleições o clima da «azia», dos aziados, do clima de hostilidade, dos argumentos fáceis e repetidos, que não fizeram nada e agora não deixam fazer, do lixo nas ruas que era culpa da Câmara e, agora, é a falta de civismo, das guerrilhas na gestão autárquica, gerando situações, que, percebe-se o fim é criar casos. É tudo isto que marca o tempo novo. Ponto Final.

Este é o Barreiro do século XXI. O Barreiro dos pragmatismos. Um tempo em que o conta é o marketing e, tudo, mesmo tudo, que possa contribuir para manter o poder, onde a cidadania, e, diga-se a simples acção civica está a perder-se, pelo silêncio e ausência de debate da coisa pública.

Enfim, é tudo isto que permite, aqui e agora, que o namoro pós eleitoral do PS com o PSD, se transforme pacificamente, nesta “união de facto”. Só não casam porque, isso era complicado, e, se o fizessem, na verdade, nunca seria com comunhão de bens.

O PSD é o grande vencedor politicamente deste Acordo. O PSD com este Acordo retira ao PS espaço ideológico à esquerda, o PSD ganha espaço num tecido eleitoral onde, muitas vezes, não é, por razões históricas, bem aceite, e, até, recentemente era rejeitado pelas politicas que protagonizou com a troika.
O PS dá a mão ao PSD para que se afirme à esquerda, numa terra cujo coração politico pulsa à esquerda, uma terra, onde, até, os de direita gostam de dizer que pensam à esquerda. O PS abdica do seu espaço ideológico, estabelecendo um acordo de princípios com o PSD, porque quer rasgar com o PCP, porque tem medo politico do PCP, e, também, porque acha que assim ganha eleitorado ao PSD, ou encosta o PSD à parede, obrigando-o a ficar pacificamente, silenciado por um acordo.
É mesmo, de quem não conhece o veterano da politica local chamado Bruno Vitorino.
Este Acordo dá-lhe trunfos, estão lá escritos – eu li – que podem estalar como castanhas quentes, bem quentes, quando o PSD quiser dizer ao PS :”Rasgo o acordo porque os senhores não vão cumprir, ou não estão a cumprir», diga-se, mesmo que, nalguns casos, o acordo assinado aponte resultados que são fruto da «papinha feita», que receberam da anterior gestão CDU.

Na vida politica uns optam por gerir imagem, outros optam por valorizar aspectos ideológicos, outros limitam-se a gerir saberes e acções que vão ao encontro da realidade.
O PSD é um partido que sabendo que está num terreno que lhe é estranho, aqui, soube sempre, estar fazendo politica na acção, recebendo pelouros, erguendo bandeiras, abraçando causas.
O PSD desde há muitos anos que luta por conquistar uma Câmara no Distrito de Setúbal, e, para tal, na verdade, sabe que duas coisas são essenciais nessa sua estratégia, que não é, nem nunca foi uma impossibilidade, é, apenas e só, saber gerar a ocasião.
Mas, em primeiro lugar, é preciso retirar o PCP da área do poder, em tudo o que o poder significa, na vida politica em Portugal, desde ser uma rede de empregabilidade, passando pelas politicas de influência e de relacionamentos tácticos. Partir as pernas ao PCP, a força politica histórica e dominante na região é o primeiro passo, mas, isso, o PSD sabe, que não o consegue sozinho, tem que trazer o PS para esse seu combate.
Este Acordo é isso mesmo, o PS juntar-se ao PSD para combaterem, em conjunto, a única força politica que pode, se tiver capacidade de agir, na verdade, de novo, ser a alternativa, ou até mesmo, a alternância ao PS, nas próximas eleições autárquicas.

O PSD não quer o regresso do PCP à Câmara Municipal do Barreiro. O PSD quer que esteja lá o PS, com maioria relativa, para o desgastar e depois de correr com os comunistas, a seguir hão-de ir os socialistas. Ou já esqueceram que numa maioria absoluta de Cavaco Silva, aqui no Barreiro, o PSD esteve na primeira linha e deu cartas.
O PSD é um partido que tem estratégia, tem saber, faz politica com acção politica, é, um partido que no Barreiro, nunca brincou, nem brinca em serviço. Tudo o que faz é pensado.
Desde a Policia Municipal, até ao baixar do IMI, passando pelo combate aos grafitis, ou, na valorização da figura de Alfredo da Silva. Tudo o que faz é ideológico, e, depois, acusa outros de “preconceitos ideológicos”, porque, essas, são as ideologias más, as dos socialismos e comunismos.
O PSD sempre soube, até, gerir pela positiva, as relações com o Poder central, quando está no Poder Central, para dar passos e encontrar soluções para assuntos locais. Há muitos exemplos, do protagonismo de Bruno Vitorino.

É, por tudo isto que o PSD, ontem, ao assinar o Acordo com o PS, de súbito, quase que venceu na secretaria o que perdeu nas urnas. Foi uma grande vitória politica, pós eleitoral. O PSD deu um salto em frente, passou de partido charneira, para partido parceiro da gestão municipal.
Não é o PSD que passa a fazer parte da estratégia do PS, é o PS que passa a fazer parte da estratégia do PSD.
Nem sequer este Acordo contribui para dar mais protagonismo à liderança do PS, antes pelo contrário, coloca a liderança do PSD, em pé de igualdade, com a liderança do PS.
Um ano depois da vitória autárquica do PS, com este acordo, quem assume a liderança politica local é o PSD. Numa vida politica local feita de calculismos, de jogadas de xadrez politico, o que se pode dizer é que, Bruno Vitorino, usou uma torre para dar cheque a André Pinotes. PSD gere a liderança da politica local. PS gere a liderança da politica autárquica, submetida ao «parecer» do PSD.
O PSD abre caminho para desenvolver a sua «frente» politica. O PSD aprendeu com a CDU, diga-se na estratégia de Carlos Humberto, que para avançar politicamente é preciso acrescentar ao PSD, mais cidadania, por essa razão, na campanha eleitoral apresentou-se com a «frente» - «Dar futuro ao Barreiro». O PSD colou o PS ao seu projecto de dar futuro ao Barreiro. Um futuro do qual, para o PSD, têm que ser excluídos os comunistas, agora, contando com o apoio, irreversível do PS, porque há coisas na vida politica que nunca mais se apagam, passam a fazer parte do pensar e fazer cidade.
A liderança do PS veio dizer, a todos os barreirenses, que quer afirmar o Barreiro e dar futuro ao Barreiro, com o PSD. O PS afirma-se à direita. O PSD afirma-se à esquerda.
O PS está nas mãos do PSD.

O PS que tinha escolhido como caminho «preparar uma presidência», dar-lhe força, agora, um ano depois das eleições, coloca essa presidência submissa ao PSD.
Nunca, na vida do Poder Local, no concelho do Barreiro, fosse qual fosse a força politica em maioria relativa – CDU ou PS – esteve de forma tão clara, submissa e nas mão da vontade politica do PSD.
Bruno Vitorino ganhou, ontem, todo o crédito politico para que o Barreiro lhe entregue a presidência da Câmara, ganhou autoridade moral e autoridade politica para ser protagonista nessa luta. O PS deu-lhe a mão.

O líder do PS, André Pinotes, com o Acordo de ontem alcançou uma vitória politica pessoal, temos que o reconhecer, pois, colocou o PS, enquanto partido, com autoridade politica, e, como negociador da acção politica local, passando a discussão da vida local das reuniões dos órgãos autárquicos para dentro da vida partidária .
Ele, de facto, ganhou espaço de liderança, mas, sem dúvida, à custa da partidarização e da gestão da vida autárquica centrada num acordo entre partidos, deu protagonismo ao PSD, para ganhar protagonismo.
Veio dizer que são os partidos e não os eleitos que decidem a política autárquica.
Portanto, André Pinotes, líder do PS, ontem, tornou-se, também, o líder da vida autárquica, porque através do acordo levou, objectivamente, para dentro do PS a liderança da vida autárquica. São interpretações. São factos, e, factos, não são opiniões, são a história da comunidade em movimento.

Este Acordo, acredito, vai dar muito que falar, lá isso vai…
Quem menos devia importar-se com ele era a CDU, que, a partir de agora tem o espaço aberto para se transformar na liderança da esquerda no concelho do Barreiro. Saiba a CDU dialogar com o BE, PAN, Os Verdes e gerar mais cidadania à sua volta.
O PS escolheu afirmar-se dando futuro ao Barreiro com o PSD.
A CDU que escolha afirmar-se dando futuro à esquerda no Barreiro…porque, afinal, há mais geringonça para lá do PS.
E, penso, até que haverá algum PS que não deve estar feliz com este Acordo.

Claro que a vida local está acima da vida partidária, mas, quando se dá á vida politica local um sentido, tudo ganha outro sentido.
Até, na verdade, pode ser que este Acordo seja positivo e contribua para o debate de ideias, dando à vida política local, algum conteúdo e valores, que vão para além das conversas com o sentido volátil e vazias de consciência social
Como irá reagir o CDS a este Acordo? Será que aproveita para ganhar espaço e conquistar o eleitorado de direita que não aceita este Acordo à esquerda do PS?
E o BE, vai ficar calado, quando retirou a confiança politica a um eleito no executivo do Lavradio – Barreiro, por ter aceite integrar um órgão com um eleito do PSD? Será que o BE vai ficar no silêncio?
Enfim, este Acordo vai dar muito pano para mangas e abre, de facto, desde já novos o cenários políticos.
Esperemos…

António Sousa Pereira

30.10.2018 - 20:21
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND