Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 21 de Março 2019
Por Maria Helena


Barreiro - Celebra Dia Mundial da Poesia
Homenageando Sophia de Mello Breyner Andresen e Jorge de Sena


Rosto da Semana – Barreiro
Nuno Ferreira – a importância do pensamento estratégico no fazer cidade


A(nota)mentos – Barreiro
Bruno Vitorino - o Provedor do Munícipe
«Isto está a funcionar pior que no passado»


Inferências - Barreiro
«O que é de todos por todos deve ser decidido»


Rota 66 – Barreiro
Ignorar estes mandarins do século XXI é um prazer.


Por dentro dos dias – Barreiro
Há mais mundo para além daquele que existe no facebook!


ROSTOS DO ANO 2018
Reconhecimento aos que contribuíram para valorizar o concelho do Barreiro
. ROSTO DO ANO António Cordeiro


COLUNISTAS
Quadro Comunitário de Apoio para o período 2021-2027
Por José Caria
Montijo


I have a dream
Nuno Santa Clara
Barreiro


O dianho do «crowdfunding»
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Silêncios supersónicos, o estranho caso do apeadeiro aéreo do Montijo
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


Até amanhã Sr. Alexandre. Bom Natal
Por Jorge Fagundes
Barreiro


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Nuno Magalhães líder parlamentar do CDS-PP eleito por Setúbal
Dedicou o dia ao concelho do Montijo


JSD Distrital de Setúbal
Organizou em Alcochete a sua IX ACADEMIA POLÍTICA


Dirigentes, deputados e autarcas do PS no distrito de Setúbal
Saúdam Governo pelo passe único metropolitano


Demissão de vogal da Administração do Centro Hospitalar Barreiro Montijo
As populações não podem ser os prejudicados por má gestão de um bem p


Moita - Com encerramento da Pastelaria Princesa no Vale da Amoreira
Desapareceu um dos dois multibancos ao serviço de uma população de 15.000 pes


ENTREVISTA
Barreiro - TCB pode alargar serviço a concelhos limítrofes
Colaborar na mobilidade de Sesimbra, Palmela e Seixal para além da Moita
. Novos au


Desconstruir aquela ideia do Barreiro coitadinho
Projecto «Start XXI» uma aposta no desenvolvimento económico


AS EMPRESAS
Roadshow do Comércio Digital em Setúbal
Sessão de informação direcionada a empresários e empresas


Barreiro / Seixal - Unicombi – Transportes Combinados
Distinguida com o 1º lugar Médias Empresas de Excelência 2018


DESPORTO
Barreiro - 4ª prova do Circuito Primeiras Remadas e Remo Jovem
24 regatas realizadas no Rio Coina


Barreiro presente entre 525 atletas no «Braço de Benavila»
Guilherme Carriço e Ricardo Heitor do Clube Naval Barreirense vice-campeões naciona


Helder Assunção do Grupo Desportivo Ferroviários / Baía do Tejo
Revalidou o título de campeão nacional de fundo em skiff veterano


Academia de Judo do Barreiro / Grupo Desportivo Fabril do Barreiro
Excelente participação no Open de Juvenis da Associação Distrital de Judo de


Na 2ª Prova Apuramento Nacional 420
Clube de Vela do Barreiro coloca 2 tripulações nos 5 primeiros lugares


AS ESCOLAS
Setúbal - Uma oportunidade para voltar a estudar
Candidaturas abertas no IPS para concurso M23
. Até 12 de maio


Agrupamento de Escolas Augusto Cabrita
Projeto Vocações – Dia das Profissões


Setúbal -Estudantes de Comunicação Social do IPS convidam argumentista Miguel Peres
Ciclo «Fala-me de Cultura» debruça-se sobre a escrita de BD


Escola Técnica Profissional da Moita
Porquê? Uma Campanha ETPM contra a Violência


Na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro
IPS promove reflexão sobre futuro da construção e reabilitação
. 5.ªs Jornadas de Engenhari


No Agrupamento de Escolas de Santo António - Barreiro
A Aprendizagem ao Longo da Vida em Santo António


Barreiro – Escola Secundária de Casquilhos em Itália
Do Oceano ao Mar, do Atlântico ao Adriático...


Barreiro - Agrupamento de Escolas de Santo António
Em Santo António o SEGREDO está na DIFERENÇA


Barreiro - Refúgio dos Fidalguinhos promove Feira de Tecnologia
Evento conta com a presença do maior avião telecomando da europa


Barreiro - Escola Secundária de Casquilhos na Roménia
Projeto Erasmus «LOAD – Life of a Digi»


REPORTAGEM
Barreiro - Mobilidade e Transportes
Gestão da cidade deve ter como metodologia «Debater e decidir» com as pessoas


Melhorar a qualidade da iluminação das salas de aulas
eduLUX - Eficiência energética na iluminação interior de escolas básicas


Fuzileiro Carlos Mendes natural do Barreiro
No 32º aniversário de sua morte homenageado pela Marinha Portuguesa


Barreiro – 15 ena da Juventude
Duplicaram os projectos mas não duplicou o orçamento


No Cemitério do Lavradio homenagem ao 2º Grumete FZ Carlos Mendes
«Enquanto forem lembrados os que morreram nunca desaparecem»


MOLDURA
Comissão Utentes Serviços Públicos Barreiro apela ao reforço das frotas de transportes
Congratula-se com novo passe social na Área Metropolitan


De 15 de março a 6 de abril
15ena da Juventude do Barreiro


«Os Cruzados» banda de rock português do Barreiro
Regressa com o single «Homem Comum»


Barreiro - Na Igreja de Palhais experiência musical com o pianista Ruben Alves
Música causa sensações que palavras não podem explicar


BARREIRO - MANIFESTO DO MOVIMENTO CIDADÃO
«A QUINTA DO BRAAMCAMP É DE TODOS»


Amarsul premeia escolas pelo bom desempenho Ambiental
Foram realizadas 508 ações de sensibilização


AUTARQUIAS
Moita - No Clube Recreativo Sport Chinquilho Arroteense
Reunião pública descentralizada na freguesia de Alhos Vedros


OPINIÃO
Pela constituição urgente da Polícia Municipal no Barreiro
Ana Beatriz Santos
Barreiro


Terminei esta etapa do meu percurso escolar como a iniciei...«quero mais!!!»
Por Ana Cristina Domingos
Barreiro


O Provedor do Preconceito
Por Tiago Coluna
Barreiro


Apregoar a Liberdade.
Luís Murilhas
Barreiro


O BARREIRO E A QUINTA DO BRAAMCAMP
Por André Carapinha
Barreiro


Margem Sul: o deserto que virou oásis
Por Rosália Santos e Santos
Barreiro


Quanto vale a Quinta do Braamcamp? (3 )
Por Rui Lopo
Barreiro


O mito «No Barreiro não há nada para ver!»
Por Gonçalo Brito Graça
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Seixal - Nos dias 22 e 23 de março
Mostra Cultural Associativa


Setúbal - GATEM - Espelho Mágico Coop. Cultural CRL
Integra Direcção da Federação Portuguesa de Teatro


ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste
Assembleia Geral para Discussão do Relatório e Contas e Eleição dos Órgãos So


Jardim de Infância D. Pedro V - Barreiro
Assembleia Geral analisa Relatório e Contas de Gerência do ano 2018


Associação Clínica Frater realiza 12.º Seminário
»Serviços Públicos de Saúde - Serviço Público de Saúde em Espanha»
. Homenagem ao Dr.


AMPM - Associação de Mulheres com Patologia Mamária
Assembleia Geral analisa Relatório e Contas de 2018.


Grupo Desportivo Ferroviários do Barreiro
Eleição dos Órgãos Sociais para o biénio 2019 – 2021.


POSTAIS
Cáritas de Setúbal promove uma marcha
em favor da consciência de que formamos uma só família
. Dia 22 de Março, 20h30


Três alunas do Colégio Minerva do Barreiro já estão em Bruxelas
Representam Portugal no Forum «A tua Europa, a tua voz«
. «YEYS -Your Europe,


Barreiro - Bruno Vitorino, Vereador do PSD
Frederico Rosa deve deixar claro de que lado é que está


Um dia histórico para a mobilidade na AML
Passe Social Único a concretização de «um sonho antigo»


Comissão Utentes Serviços Públicos Barreiro
Classifica de “menos correctas” e “menos adequadas” declarações de vereador na reunião de Câmara

Barreiro – Moradores da Rua Almirante José Mendes Cabeçadas indignados
Estacionamento nos passeios tapam janelas das residências


Debate com associação da LGBTI numa escola no Barreiro
Agita a Assembleia da República e a comunicação social nacional


Assembleia Municipal do Barreiro
Aprova por unanimidade delegação de competências na AML
. Abre caminho ao Passe Único Metropolitano



ARTES
Moita - IX Bienal de Pintura de Pequeno Formato – Prémio Joaquim Afonso Madeira
Candidaturas de 1 a 31 de março


ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro
Em cena «JOSÉ MATIAS, entretém para quatro mulheres»


EUROPA
Comissão Europeia regista a iniciativa
«Europe CARES — Uma educação inclusiva de qualidade para crianças com deficiência»


Opinião pública em Portugal relativamente à União Europeia
Eurobarómetro 90: Portugueses mais confiantes na economia e no emprego


inferências rostos.pt - o seu diário digital

Inferências - «Habemus Terminal»!
«Gostava de ver, no Barreiro, um Porto a sério»

Inferências - «Habemus Terminal»!<br>
«Gostava de ver, no Barreiro, um Porto a sério»<br>
É por isso, apenas por isso, que hoje o Barreiro, vai ser transformado na Mitrena de Lisboa. Pior. Porque a Mitrena de Setúbal, é um Porto multimodal, com projectos de futuro, que não colide, em nada, com outras dimensões da cidade, nem com a sua qualidade de vida.

No ano de 2015, entrevistei Ramalho Nascimento, uma personalidade que conhece, por dentro e por fora, a realidade portuária do Barreiro, um perito, que desenvolve a sua actividade no Barreiro, desde os tempos do Porto da CUF, quando tinha mais de 300 postos de trabalho directos, até, aos dias de hoje, naquele, que é, agora, o Porto da Atlanport, onde existem um pouco mais de uma dezena de postos de trabalho directos.

Essa entrevista foi, para mim, sempre uma referência, quando se tratava de reflectir, ou escutar as conversas em torno dos projectos de aumento da capacidade portuária no Barreiro.
Recordava as palavras, daquele senhor, especialista na matéria que, nas vivências da realidade, integrava os quadros de gestão de topo, de um porto a funcionar, aqui no Barreiro, gerido pelo maior grupo de actividade portuária em Portugal.

Outra nota, que tinha na minha mente, era uma conversa que foi promovida pelo Grupo de Reflexão Barreirense, ligado ao Partido Socialista, onde se questionou : uma actividade como esta é, ou não compatível com o Barreiro? Temos ou não temos modelo de desenvolvimento para o Barreiro?
Nessa conversa, considerou-se necessário reflectir sobre o “modelo de desenvolvimento” que se pretendia para o Barreiro e se, a vinda do porto, iria contribuir para esse desenvolvimento.
Referia-se, então, que era “possível construir um Terminal de Contentores no Barreiro”, mas, estava em aberto as dificuldades que podiam existir ao nível de infraestruturas – rodoviárias e ferroviárias.
Igualmente, ali, foram colocadas dúvidas sobre os impactos ambientais, questionando-se, se o Terminal de Contentores seria uma solução, ou se, seria o agravar dos problemas no Rio Tejo, não como um problema do Barreiro, mas um problema da região.


Estas eram reflexões que colocava na minha mente, ao escutar Ministros, Secretários de Estado, Bastonários, Autarcas, engenheiros, doutores, todos os que comentavam e teorizavam em torno desta temática.
E, foi, assim que senti a evolução do conceito, inicialmente, falava-se em Terminal de Contentores do Barreiro, depois começou a falar-se em Terminal Intermodal, um conceito acarinhado pela APL e pela CMB. Um modelo?! Uma visão?!

A questão central era pensar um modelo de cidade, um projecto de cidade, e, de que forma, a actividade portuária acrescentava cidade à cidade.

Hoje, após todos os debates que acompanhei e, até, moderei, sobre esta matéria da actividade portuária, continuo a pensar que o problema do Barreiro, no seu pós-industrialização é, que, até aos dias de hoje, não foi capaz de pensar um projecto de cidade. Que cidade quer ser na região? Que cidade pode ser na região?

Foram lançadas achas, especulações, visões, essas que foram nascendo, sempre, no calor das lutas pelo poder, no ser poder, no querer tomar o poder. Depois, ponto final. Tudo começa de novo. Do nada, porque não há nada, apenas experimentação.
Gostei de um dia, numa entrevista, registar aquela frase do então candidato à presidência da Câmara, agora presidente, Frederico Rosa, que não era o Barreiro que tinha que se adaptar à estratégia do Terminal, mas era o Terminal que tinha que se adaptar à estratégia do Barreiro. Aplaudi. Subscrevi.

E, de facto, o que acontece a uma cidade que se digladia em torno de lutas de conveniência, resta-lhe viver em torno de circunstâncias de conveniência. Porque não sabe o que quer ser, nem para onde vai…está, vai indo…!

Por fim, quem pensa a região, quem pensa o país, olha para um território que está nesta margem – um potencial – e vê, imagina, como pode dar a este espaço alguma utilidade para a capital do país, no âmbito de uma estratégia nacional, que quer valorizar Portugal como plataforma atlântica. É natural.

É por isso, apenas por isso, que hoje o Barreiro, vai ser transformado na Mitrena de Lisboa. Pior. Porque a Mitrena de Setúbal, é um Porto multimodal, com projectos de futuro, que não colide, em nada, com outras dimensões da cidade, nem com a sua qualidade de vida.
O Terminal de Contentores do Barreiro vai ser isso, e, apenas isso, uma plataforma de transição de cargas e descargas, com barcaças a transportar para a margem sul. Cá estaremos para ver quando chegarem os estudos de mobilidade.

E, nos dias de hoje, quem ousar estar contra este «modelo», que não significa estar contra o Terminal, está feito – “é um velho do restelo”, era a favor, agora é contra. Incoerência. Não foi o projecto que mudou. Foram os «Velhos do Restelo», que estavam aziados, e, agora, estão com diarreia.
É assim, tudo se resolve facilmente, primeiro reduzindo os debates e os confrontos de ideias a “doses de azia”, ou, agora mais recentemente, com outra dimensão mais profunda, regista-se, que o debate de ideias, já está no patamar das “doses de diarreia”.
Ninguém liga, até, ao facto de novas realidades que emergem na região, mesmo, no plano imobiliário, na atracção de empresas de serviços, que pode ser uma alavanca para repensar o revitalizar e requalificar todo território do Barreiro, até mesmo, o nascer do nosso Parque das Nações. Visões!

Quando escutei Bruno Vitorino, na reunião de Câmara até pensei que ia votar contra, o mesmo quando escutei o discurso da CDU. Só o “executivo socialista”, estava convicto que este projecto faz parte do seu projecto de cidade e da cidade do século XXI.
Mas, enfim, lá foi aprovado o parecer favorável ao Estudo Impacto Ambiental, com um – “sim-sim”, com «‘sim’» e com um «nim». Tudo está bem, quando acaba em bem, afinal, o Terminal vai ser uma das «âncoras» do novo modelo de cidade pós-industrial.

Voltando, às reflexões iniciais, sublinho o que era o discurso da APL, da CMB, do Governo do PSD/CDS-PP, a defesa inequívoca e convicta, não de um Terminal de Contentores do Barreiro, mas, sim de um «Terminal Multimodal do Barreiro».
Um Terminal que, como defendia Ramalho Nascimento, “a ser construído”, deveria servir “para todo o tipo de cargas”, porque se for só dedicado a contentores não via nele sustentabilidade – “porque só movimenta produtos acabados”. Talvez, por esta razão, agora, os grandes interessados são os chineses. Lá tem que ser.

E, nesta fase, após o fim do período do estudo de impacto ambiental, com a aprovação do Parecer Positivo, por parte da Câmara Municipal do Barreiro, numa reunião com uma animada discussão, que, sem dúvida – vai servir de memória futura.
A posição do executivo municipal é favorável ao Terminal de Contentores do Barreiro – com os votos favoráveis do PS e PSD, e, a abstenção da CDU.
O assunto está encerrado. Habemus Terminal!

Recordo, ainda, na tal entrevista a Ramalho Nascimento, que citei, é dito que o Porto da Atlanport tem contrato até 2025, e, que tem, ou tinha, um programa de investimentos, para aumentar a capacidade, recuperar as infraestruturas e equipamentos.
Pelo que se observa nos desenhos do Estudo de Impacto Ambiental, este porto vai continuar a manter a sua a actividade, em paralelo com a instalação do Terminal de Contentores do Barreiro.
“Gostava que se desenvolve-se um Porto a sério no Barreiro, mas tem que ser mais que um Porto de Terminal de Contentores, tem que ser um Porto Multimodal. Se for multimodal tem pernas para andar ”, afirmava Ramalho Nascimento, nessa entrevista, aqui fica, para memória futura.
“Gostava de ver, no Barreiro, um Porto a sério”. disse, Ramalho Nascimento. Registe-se.

Não sei se estou contra, nem sei se estou a favor. Começo a pensar que me é indiferente. Já vou viver pouco futuro. Tentei. Entrevistei. Comentei. Agi. Participei em debates. Tudo sempre com a ideia de ajudar a fazer Barreiro, um Barreiro que tinha que se reencontrar com um novo projecto de cidade.
Continuo a pensar que nós, barreirenses, naturais ou aqui residentes, que fizemos desta terra a nossa terra, fomos incapazes de pensar, discutir e fazer Barreiro, conceptualizar um modelo de cidade. Muita parra e pouca uva. Muitos culpados e poucos actores.
Fomos incapazes de largar amarras e construir uma nova cidade que, crescesse nesta sua pequena dimensão territorial, da Barra-a-Barra até Coina. Um território lindo. Um laboratório do fazer cidade.
Optámos sempre por fazer Barreiro com a memória da CUF, com o território da CUF. É isso que, talvez, vamos ter no século XXI. Hoje, como no passado a CUF, mais uma vez, o Tejo vai sendo aterrado.
Que lindo foi o Masterplan!
Que lindo o Plano de Urbanização do Território da Quimiparque e zonas adjacentes!
Que lindo que era o Terminal rodo-ferro- fluvial no território da Baía do Tejo.
Que linda a marina na zona do Terminal Ferro-rodo –fluvial, ali no Coina, que afinal, vai avançar no Seixal.
Que linda aquela estação ferroviária – estilo estação oriente – na zona do Lavradio!
Que lindo o cluster de artes criativas?
Tudo lindo…uma visão! Cansei-me de filmes.

Porque, afinal, digo-vos, mesmo com todas estas conversas – só vendo! Vamos lá ver se ainda vivo para ver. Talvez.
Para já, isto tudo, que se diz e escreve, é, sem dúvida, o politicamente correcto. Depois dos processos eleitorais veremos. Tudo depende dos chineses.

Afinal, para manter o clima em suspense, foi sempre mais fácil arranjar um bode expiatório. É sempre mais fácil, assim, tudo se resolve, seja pela azia ou pela diarreia. Agora está mais ao nível da diarreia.

Entretanto vamos adiando o Barreiro. Uma cidade sem projecto de cidade. Uma cidade sem estratégia.
Uma cidade que se autoflagela. Uma cidade onde o maior empregador é o estado.
Uma cidade envelhecida, que vive à conta do estado. Uma cidade de filhos e netos de comunistas, socialistas e anarquistas, que acusam os pais e avós de todos os males do mundo.
Uma cidade que vive à sombra do que foi, de saudades e recordações. Que lindo que era o Barreiro, com milhares de postos de trabalho e milhares de pessoas nas ruas nestes dias de natal.
“É Nataaal É Nataaal”, ainda escuto aquela voz do ceguinho, ali, na Rua Miguel Bombarda, no meio de uma azáfama enorme de gente.

Uma cidade destruída no seu tecido empresarial ferroviário, químico, metalomecânico, sem que fossem criadas alternativas.
Uma cidade cujo comércio foi destruído pela crise da desindustrialização e, hoje, a culpa, é o Forum Barreiro, apontado como o causador dos males do comércio local. Haja um culpado, tudo se resolve.
Uma cidade que há dez anos atrás era uma das que tinha dos mais elevados índices de licenciados na AML, e, até, um dos mais altos índices de poder de compra per capita, e, hoje, é um dos concelhos, no país, com mais baixo índice de poder de compra «per capita».

Uma cidade onde, apesar de tudo, há homens e mulheres resilientes, que lutam, sonham e acreditam…nós vamos conseguir!
Está a nascer um Barreiro novo. O meu desejo é que sejam felizes!
«Habemus Terminal»! Feliz ano novo!

António Sousa Pereira

09.12.2018 - 19:08
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND