Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 23 de Maio 2019
Por Maria Helena


A(nota)mentos
Todo o associativismo é presente


Rota 66 – Barreiro
Da iluminação da zona polis aos factos históricos do associativismo


Barreiro – Por dentro dos dias
Criação do «Observatório Pensar o Associativismo no Barreiro»


Inferências
A Quinta de Braamcamp não é um território abandonado
. O proprietário é a CMB


COLUNISTAS
Mãos sujas
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


Falam, falam, falam e não fazem nada…
Por Nuno Miguel Fialho Cavaco
Moita


Quadro Comunitário de Apoio para o período 2021-2027
Por José Caria
Montijo


Até amanhã Sr. Alexandre. Bom Natal
Por Jorge Fagundes
Barreiro


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


CARTA AO DIRECTOR
No Lavradio há gatos por todo o lado.
Um atentado à saúde e um incómodo


BASTIDORES
Graves problemas que afetam a supressão de carreiras fluviais da Soflusa e Transtejo.
Bloco de Esquerda reúne com Soflusa e mantêm motivos de p


Bloco de Esquerda vai reunir com a administração da Transtejo/Soflusa
por causa da grave degradação do serviço prestado à população da margem


CDS Barreiro considera situação actual da Soflusa
insustentável para os Barreirenses


Concelhia do Barreiro do PSD
Problema não é político partidário é dos Barreirenses e do Barreiro
. O caos na Soflusa


Partido Socialista da Moita expressa enorme estupefação
pelo aproveitamento CDU relativamente à construção do Centro Saúde Baixa da Banheira


Atual momento da Soflusa
PS Barreiro apela ao bom senso e responsabilidade
para salvaguardar os que dependem do transporte no seu dia-a


ENTREVISTA
Barreiro - Faustino Mestre, Presidente da Direcção do GD Fabril
«Esta casa tem que estar destinada a andar nos campeonatos nacionais»


AS EMPRESAS
Transportes Colectivos do Barreiro
Reforço de Ligações Com a Estação Ferroviária de Coina


Barreiro - Validação e carregamento de títulos Zapping nos TCB
A partir de 1 de junho


DESPORTO
Patinagem Artística do Fabril do Barreiro
Conquista títulos de Campeã e vice-Campeã Distrital de Juniores.


Barreiro - GDESSA realizou Torneio de Minibasquete Feminino
Com a presença de 258 meninas dos 6 as 12 anos.



Barreiro - Santoantoniense vence nacional da 2ª Divisão
Conquista subida à 1ª divisão do Campeonato Nacional de Xadrez


Clube de Vela do Barreiro<
Tiago Wanzeller apurado para Campeonato da Europa em França


Final da Taça da Associação de Futebol de Setúbal - Futsal
FC Barreirense - CD Cova da Piedade


AS ESCOLAS
Na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do IPS
Jornadas discutem as «múltiplas abordagens« da Bioinformática em Portugal


Parceria entre a Câmara Municipal do Barreiro e a Baía Tejo
Programa de Empreendedorismo nas Escolas já arrancou


Moita - Espaço FAVO – Fábrica de Artes Visuais e Ofícios em Alhos Vedros
Recebe Exposição de alunos da EB José Afonso


Barreiro - Agrupamento de Escolas de Santo António
Educação Patrimonial— uma área de oportunidade e de desenvolvimento profissional
. A


Barreiro - Escola Secundária de Santo André
Prémio Floresta e Sustentabilidade 2019


Barreiro - Escola Secundária de Casquilhos
Reconhecida como Escola Inovadora do ano
. Mérito grau ouro


Barreiro - Jantar de Antigos Alunos dos Casquilhos.
Reencontro de amigos para fortalecer amizades


REPORTAGEM
Barreiro – Carlos Alberto Correia Encontros «O autor e os livros»
A poesia nasceu como forma de indignação


Barreiro - Uma centena de participantes numa acção de voluntariado
Limpeza de todas as praias do concelho
. «Esta iniciativa é igual a u


Rede Intermunicipal de Bibliotecas da Região de Setúbal
Um grupo de trabalho com 36 anos de actividade


Gabriela Guerreiro, Presidente da União das Freguesias de Barreiro e Lavradio
Não é só um polidesportivo é um equipamento multimodalidades


Jerónimo de Sousa no Barreiro
A posição do governo é «uma jogada» é uma posição «eleitoralista»
. «O governo sabe que está a mentir»


Barreiro - Escola de Música do Penalvense
Onde se aprende música fazendo música


MOLDURA
Barreiro – Festas Populares de Palhais
Bélito Campos encerra as festas em honra de Nossa Senhora da Graça


Barreiro - Exercício Europeu CASCADE de Proteção Civil
Maior de sempre em território nacional,
. De 28 de maio a 1 de junho


Moita - VII Feira da Saúde de Alhos Vedros:
«A Saúde Vai à Fonte da Prata»


BARREIRO - FESTAS DE SANTO ANTÓNIO DA CHARNECA
No centro da localidade de 12 a 16 de Junho


Barreiro - Na Casa da Cultura da Baía do Tejo
Rita Guerra em Concerto


Moita - Os melhores nomes do blues português e internacional
BB Blues Fest regressa à Baixa da Banheira


Associação de Psicologia & Desenvolvimento Comunitário - Psi.Brr
Ciclo de Cinema Documental «Saúde Mental e Educação»
. Cine Clube do Ba


Barreiro - Preparar plano para a Mata da Machada
Vereador Bruno Vitorino reúne com entidades para prevenção de fogos florestais


AUTARQUIAS
Alcácer do Sal - Eleições Europeias 2019
Câmara disponibiliza transporte de apoio aos munícipes para locais de votação


Na Câmara Municipal do Barreiro
ACT promove ações de sensibilização
. Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho


Almada - Estratégia municipal de controlo de colónias de gatos
Inauguração de abrigo para colónias de gatos


OPINIÃO
Trabalho dos eurodeputados da CDU no Concelho da Moita
Por Vanda Figueiredo
Moita


Carta Aberta a António Costa
Pela justiça no acesso aos Fundos Comunitários na Península de Setúbal
Por Tiago Sousa Santos
Barrei


O aeroporto do Montijo. Dos mitos à realidade.
Por Carlos Matias Ramos, Carla Marina, José Encarnação, Nuno Cavaco


O PODER DO CAPITAL E A DEMOCRACIA, uma pequeníssima reflexão sobre a nossa cidade e tudo o resto.
Por André Carapinha
Barreiro


A Quinta Braamcamp é de todos e é para todos!
Por José Encarnação
Barreiro


Autarquia Em Modo Off
Por Alexandra Serra
Sesimbra


ASSOCIATIVISMO
Moita - Dia do Voluntariado do Montepio no CRIVA
«Vamos Valorizar a Comunidade do Vale da Amoreira«


Barreiro - No Mercado Mensal de Coina
Rastreio gratuito da Diabetes Tipo 2


Moita - Um stand com o tema «O que nos une»
CRIBB presente na Feira de Projetos Educativos


Lugares marcados por histórias
Exposição «Associativismo no Barreiro - Os lugares, os factos e as pessoas»


Setúbal - 96º aniversário do CNE Corpo Nacional de Escutas
Cristo Rei em Almada recebe este ano as comemorações


Barreiro - Formação Profissional RUMO
Qualificação profissional de Pessoas com Deficiência e/ou Incapacidade


Barreiro - Cooperativa Cultural Popular Barreirense
Sessão Debate «Associativismo e Cooperativismo Pilares da Economia Social»
. 106º an


GRUPO DESPORTIVO FABRIL DO BARREIRO
Assembleia Geral analisa Relatório e Contas do ano 2018


POSTAIS
Barreiro - Persona comemora 26º aniversário
Visita Exposição sobre associativismo


Barreiro - Foto do Dia
O “pelourinho” da Urbanização dos Loios


ArteViva - Companhia de Teatro do Barreiro
«O Animador» - onde começa o mundo real e acaba a ficção?


Barreiro - Grupo Recreativo União Penalvense
Um ponto de encontro de gerações
. Polo de animação da Penalva


EUROPA
Rede Europeia Anti-Pobreza - Núcleo Distrital de Setúbal
ELEIÇÕES EUROPEIAS - Por uma Europa Livre de Pobreza!


Alterações às Leis Eleitorais
Eliminação do Número de Eleitor


inferências rostos.pt - o seu diário digital

A(nota)mentos
O Dia B e as percepções

A(nota)mentos<br>
O Dia B e as percepçõesNão via mal nenhum e, até, achava coerente que a actual maioria municipal optasse, em coerência com a percepção que sempre teve e valorizou de não dar continuidade ao Projecto do Dia B. Era normal e natural.

Só quem não viveu o Dia B, por dentro, pode considerar que a percepção que existe na comunidade sobre este evento é que a autarquia, com esta motivação de cidadania, pretendia, que os cidadãos realizassem obra que era sua competência. Essa era, sempre foi, de forma directa ou indirecta, a percepção de algumas forças da oposição e, até, a narrativa que era veiculada nas redes sociais, por protagonistas políticos, com intencionalidade de desvalorizar a iniciativa e gerar em torno dela estigmas.

Não via mal nenhum e, até, achava coerente que a actual maioria municipal optasse, em coerência com a percepção que sempre teve, e valorizou, de não dar continuidade ao Projecto do Dia B. Era normal e natural.

Porque o DIA B tem um modelo próprio, tem uma visão de politica de participação do fazer cidade, do apaixonar cada um de nós pela nossa rua, por motivar cada um de nós a sentir que a nossa casa continua na nossa rua, na nossa colectividade, no nosso bairro.

Não se trata de substituir o papel dos serviços municipais, trata-se de promover uma pedagogia, que começa na escola, motivando os alunos para sentirem e serem protagonistas do embelezamento do espaço que lhes pertence e, ali, pela sua dedicação, sentirem que a escola fica mais bonita para o futuro.
Uma iniciativa que envolvia alunos, professores, auxiliares, pais e avós. Só vendo. Eu vi. Muito humanismo ao vivo, sem percepções.

Acredito que muitas daquelas crianças, daqui a uns anos, ao passarem nas suas escolas, vão olhar e vão recordar aquelas pinturas que embelezam o espaço, os pilaretes de todas as cores, como uma acção criativa na qual estiveram envolvidos, que viveram com alegria, que começou na sala de aula e tornou-se realidade. Aprendizagens.

Eu recordo, que um dia escrevi, só por ver aquele clima de festa ali, na Cidade Sol e no Bairro da Quinta da Mina, de crianças, mães, pais e avós a embelezar e limpar o espaço público, só por isso, valeu a pena o DIA B.

Ver na rua milhares de escuteiros, dando o seu contributo numa acção voluntária, numa prática de solidariedade e de serviço público, pintando bancos de jardins ou os muros da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro.

É isto o DIA B, isto e muito mais, aqueles fuzileiros a preparar terrenos, os bombeiros, ou os trabalhadores da Câmara Municipal do Barreiro, de forma voluntária, neste dia a preparar os almoços, num clima festivo onde se forjam amizades.

Amar o Barreiro. Sentir o Barreiro. Viver o Barreiro.
Era isto o DIA B, um projecto inovador, em construção e, acredito que, sobre ele, era necessário avaliar, até, retirar-lhe alguma carga de híper valorização, mas dar-lhe, sem dúvida a devida importância numa politica de motivação, numa pedagogia de co-operação, no construir cidadania de mãos dadas, sentir que é possível fazer cidade para além, muito para além das percepções estimuladas nas redes sociais, unindo vontades e diferenças. O DIA B não era um ismo ideológico, quanto muito era um barreirismo - de quem faz e ama viver Barreiro.

Era isto o DIA B. Um projecto de uma proposta de ligação inovadora dos políticos aos cidadãos, às escolas ao movimento associativo, às empresas.

Repito, não vejo mal nenhum que o novo executivo municipal, na sua nova orientação politica, optasse por considerar que esta não é a sua estratégia, nem o seu modelo de fazer cidade.
Compreendo. Até que isto é ser coerente, com o que dizia na oposição.
E, agora ao acabar com o modelo de DIA B que existiu ao longo de vários anos, reconhece que assume essa atitude porque, afinal, receia essa percepção, que anteriormente na oposição tinha e valorizava, e, agora, não querem ser acusados pelas pessoas que absorveram essa perceção que – são como os outros – fazem o Dia B, para suprir algumas obrigações que a Câmara Municipal tenha de fazer, nomeadamente algumas intervenções no espaço público.
Admite, portanto, com este ponto final no modelo, que é esta a leitura que tinha e continua a ter do DIA B.
Então acabe-se com o DIA B.

Embrulhar o DIA B, numa nova metodologia de acção de solidariedade social, é, uma atitude que só pode ser compreendida como uma provocação, não ao anterior executivo municipal, mas aos cidadãos que se envolveram no DIA B, que o fizeram por paixão e amor ao Barreiro e, na verdade, não o fizeram para suprir carências ou deficiências dos serviços municipais.
Viver o DIA B, foi isso agarrar uma ideia, um projecto, um fazer cidade.

Acabem com o Dia B. Não mantenham o Dia B, com outra filosofia.
Relançar o Dia B, agora como movimento de solidariedade, é gerar confrontos sociais, é gerar divisões artificiais na vida da comunidade – até aqui eram os muristas, os passadistas, os retrógrados, do outro lado os antimuristas, os futuristas os progressistas.
Pronto, agora estimula-se mais uma nova guerrilha – os solidários contra os não solidários.

Percebia e estava de completamente de acordo, com essa opção politica de acabar com o DIA B. Podia discordar, mas percebia e respeitava a coerência e, digo, até admirava a coragem politica e ‘sentido de estado’, de ser tomada a decisão de ruptura politica – acabar com o DIA B.
Era uma opção politica que se respeita e entende, afinal, sempre assim foi, nos tempos de mudanças.

Mas não é nada disso, não se acaba como o Dia B, reinventa-se.
O problema não é a reinvenção do DIA B, o problema é que tudo isto é uma constante, esta intencionalidade permanente de criar pseudo factos politicos, de colocar cidadãos contra cidadãos, por coisas meramente – estas sim ideológicas que colocam interesses políticos, acima dos interesses da cidade e do fazer cidade.

Não acabar com o DIA B e reinventá-lo, parece ser mais uma acção, das muitas que vão acontecendo, inseridas numa estratégia politica que tem por base as ideias força - desconstruir, demolir e dramatizar.

É essa estratégia que faz, aqui e agora que vivamos num permanente clima de confronto, de guerrilha urbana, gerando tensões desnecessárias na vivência do fazer cidade e cidadania.

É, portanto, uma metodologia de acção e, na verdade, está entendido que vai ser assim sempre, até às próximas eleições autárquicas. Todos os dias são dias de campanha eleitoral, dias marcados por uma gestão que opta pela sua afirmação na comunidade, explorando percepções, criando conflitualidades, atraindo a principal força da oposição para esse combate, um combate ausente de ideias, que assenta em visões, percepções e auscultações.

O importante e necessário é manter uma tensão negativista - de um lado estão os futuristas, os que querem o desenvolvimento; do outro os passadistas, afinal, os que os culpados do estado a que isto chegou – a tal decadência que tem um culpado.

Afinal, essa estratégia permite a vitimização, porque a tensão gera confronto e, tudo isso, é um caldo cultural para a dramatização.
Este clima proporciona os conflitos laterais, desvia de discussões abrangentes.

O DIA B da solidariedade, vai transformar-se, infelizmente, no DIA B da conflitualidade, onde, infelizmente, já se mistura tudo, caridade, trazendo para a liça, outras dimensões do debate de ideias. É mau, muito mau.

Já percebi, que todas as tácticas circunstanciais se inserem na estratégia, que tem por base essas três ideias força – desconstruir, demolir e dramatizar.

Mas, enfim, é vida, e, de politica quem tem percepção são os políticos...e, de facto, cada vez mais se percebe que para vencer eleições, não contam ideias, nem estratégias, o que contam são as percepções, são elas que conduzem às visões e ambições!

António Sousa Pereira

10.05.2019 - 19:41
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.

PUB.

AVISO DE APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS
ENTRE 02 DE MAIO E 15 DE JULHO 2019

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND