Conta Loios

inferências

Barreiro – Rosto da Semana
Escola Superior de Tecnologia do Barreiro – a marca de uma cidade do século XXI

Barreiro – Rosto da Semana <br>
Escola Superior de Tecnologia do Barreiro – a marca de uma cidade do século XXI A Escola Superior de Tecnologia do Barreiro / Instituto Politécnico de Setúbal assinalou no dia 15 de Novembro os seus 20 anos de actividade.

Hoje, conta com cerca de 800 alunos e um corpo docente altamente qualificado que faz desta escola uma referência nacional e internacional.

A ESTB – Escola Superior de Tecnologia do Barreiro nascida em 1999, no final do século XX, devia ter sido encarada, desde logo, como uma marca de referência para afirmar o começo de uma nova realidade do concelho do Barreiro.
Curiosamente foi no coração do Bairro Operário, ali, ao lado das fábricas, muitas delas a fechar, num tempo que se caminhava a passos largos para o processo final da desindustrialização, e, estavam a ser dados os primeiros passos de implementação do Parque Empresarial da Quimiparque, que se deu o nascimento da ESTB, portas meias com as fábricas, esta realidade podia, e ainda hoje deve, ser explorada para projecção de uma nova imagem do concelho.

Ali, no coração da vila-cidade da poluição nascia a cidade que passava a integrar a rede nacional de ensino superior politécnico.
Como se escutou, na sessão que celebrou a efeméride, tudo num ambiente familiar que contava apenas com 50 alunos. Muito voluntarismo. Muita paixão. Muito acreditar.
João Vinagre – “o fundador”. Otilia Dias – “a povoadora”. Pedro Ferreira – “o reformador”.
Foram três directores da ESTB que abriram os caminhos, que viveram o sonho e a esperança.
E, agora, com Pedro Neto, novo director, que pertence à casa desde a fundação, pelas suas palavras, vai ser certamente ser – “o descobridor”, aquele que abre o caminho à plena globalização/internacionalização.

Recordo que houve um tempo que a ESTB viveu as consequências directas da crise – os tempos dos PEC’s e das troikas. Passada a tormenta, vem a bonança. O importante é que bons ventos guiem este barco a bom porto.

Afinal, quem nunca desiste, avança, e, de facto, não é só a ESTB que está a celebrar os seus 20 anos. Somos todos nós, os barreirenses, os que vivem esta terra, todos, os que amam esta cidade. Cá estamos após 20 anos a celebrar, este novo tempo do fazer Barreiro – da cidade operária à cidade do ensino.

O ensino devia ser uma vertente «fundadora» da imagem do Barreiro do século XXI.
Um cidade, com uma escola do ensino superior, que permite afirmar-se, com orgulho e vaidade, de ser uma cidade com ensino superior, que dá cartas a outras escolas do país. Com inovação e modernização.
A ESTB é uma marca de prestigio, de mérito, de qualidade, que devia ser uma referência no pensar e fazer cidade, no projectar a cidade, no valorizar a cidade.

Uma ESTB que está instalada num edificio, também ele, uma obra de referência. Um edifico galardoado com o Prémio Internacional de Arquitectura no ano de 2009, atribuído pelo Chicago Athenaeum: Museum of Architecture and Design. Tanto se fala em património do Barreiro, a ESTB já é, sem dúvida, uma referência no património da modernidade do Barreiro.

A ESTB é um orgulho para o Barreiro. A ESTB é uma marca do Barreiro do século XXI.
Aqui fica, pois, merecidamente, a distinção de Rosto da Semana.

António Sousa Pereira

17.11.2019 - 19:22

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.