Conta Loios

inferências

Barreiro – Rosto da Semana
Vítor Castro Nunes – a democracia é a pluralidade de opiniões

Barreiro – Rosto da Semana<br />
Vítor Castro Nunes – 	a democracia é a pluralidade de opiniões<br />
O voto contra a venda da Quinta de Braamcamp, assumido pelo deputado social democrata Vítor Castro Nunes, tem a dimensão da Liberdade, essa livre de pensar e agir, que se afirma no direito à diferença, essa que se diz democracia.

Num tempo marcado pela estigmatização. Num tempo marcado por intolerância. Num tempo que ter opinião contrária ao poder estabelecido é ser anti desenvolvimento. Num tempo feito de verdades únicas. Num tempo que democracia se confunde com estar de acordo com os verdadeiros democratas, aqueles que estão no lado certo da democracia e da verdade.

O voto contra a venda da Quinta de Braamcamp, assumido pelo deputado social democrata Vítor Castro Nunes, tem a dimensão da Liberdade, essa livre de pensar e agir, que se afirma no direito à diferença, essa que se diz democracia.
Essa que nasceu em Abril florindo, fruto de muitas de lutas travadas por gerações de barreirenses que nunca abdicaram de ter opinião, insubmissos aos poderes estabelecidos, que eternamente confundem democracia com pensamento único – quem não está com a gente está contra a gente. Esse que não tem pensar fora da caixa, porque, afinal, já alguém escreveu – democracia não é uma ideologia, democracia é forjada no confronto de ideologias.

Vítor Castro Nunes, 51 anos, advogado, militante do PSD, desde há 16 anos. É o líder do Partido Social Democrata na Assembleia Municipal do Barreiro, o voto social democrata contra a venda da Quinta de Braamcamp. Mesmo sendo um contra concordante.

Hoje e aqui, merecidamente distinguimos como «Rosto da Semana».

S.P.

01.12.2019 - 12:44

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.