Conta Loios

inferências

Esclarecimento sobre a coluna «Rosto da Semana – Barreiro»
Isidro Heitor do Grupo Municipal do Partido Socialista

Esclarecimento sobre a coluna «Rosto da Semana – Barreiro»<br />
Isidro Heitor do Grupo Municipal do Partido Socialista Quando emiti a minha opinião, referindo os dois melhores mandatos a que assisti no Barreiro - o último de Pedro Canário e o de Emídio Xavier - tive o cuidado de dizer que não incluía nessa “avaliação” o atual mandato (até porque ainda só tinham decorrido três dos quatro anos do seu exercício).

Exmo. Senhor Diretor do jornal “Rostos”
Caro Sousa Pereira,

Antes de mais, os meus votos de um bom ano de 2021 com saúde e muitos sucessos pessoais e para o Jornal que dirige.
Após leitura atenta da coluna “Rosto da Semana - Barreiro”, e considerando que que aí é feita uma interpretação incorreta de declarações por mim proferidas na ultima Assembleia Municipal, considero de extrema importância esclarecer o seguinte:

Tudo o que aí se transcreve quanto ao juízo que emiti referente aos mandatos autárquicos que tive a oportunidade de seguir como membro da Assembleia Municipal - conforme salientei, trata-se de uma opinião pessoal e que só a mim me vincula - é verdadeiro. Tal foi referido, no decurso de uma intervenção, para recordar e demonstrar que as eleições não se vencem apenas com obra feita mas que existem outras condicionantes e variáveis, muitas vezes imponderáveis e incontroláveis, que influenciam o voto ou a abstenção dos eleitores.

Quando emiti a minha opinião, referindo os dois melhores mandatos a que assisti no Barreiro - o último de Pedro Canário e o de Emídio Xavier - tive o cuidado de dizer que não incluía nessa “avaliação” o atual mandato (até porque ainda só tinham decorrido três dos quatro anos do seu exercício).

Ficou claro, a quem assistiu presencialmente à minha intervenção, que o atual mandato não foi incluído nos mandatos “avaliados”.

Assim, fiquei surpreendido com a interpretação feita pelo Diretor do “Rostos”, que não coincide com o que disse, nem com o que penso. A interpretação feita foi que “ não incluía o atual mandato nos melhores mandatos”, o que não corresponde à verdade - não incluí nem excluí do grupo dos melhores, porque simplesmente não considerei o mandato em curso nessa dita “avaliação”.

Face ao referido, todas as considerações e adjetivações aí feitas sobre o atual mandato são da exclusiva responsabilidade de quem as escreveu.

Como escreveu Virgílio Ferreira em Aparição “As palavras são pedras (…); o que nelas vive é o espírito que por elas passa”. E o “espírito” das palavras por mim proferidas na Assembleia Municipal foi o que acabei de transmitir e não outro.
Que isto fique escrito para memória futura.

Finalmente, e com o devido respeito, permita-me que faça um ligeiro comentário à opinião que expressou em linguagem futebolística, nomeadamente ao pretender colocar este executivo na segunda divisão: se são jogadores dessa divisão (que para mim não são), não deixam se ser eficazes, pois têm marcado muitos golos nas várias balizas espalhadas pelo Concelho e ainda faltam alguns meses para o final do campeonato.
Em outubro, veremos quem sairá vencedor.
Trata-se, também aqui, de uma opinião pessoal, respeitando, como sempre, a opinião contrária.

Abraço amigo,
Isidro Heitor

Nota do Director

Amigo Isidro Heitor
O seu texto apenas confirma o que foi escrito e como foi merecida a atribuição de Rosto da Semana.
Compreendo a sua tomada de posição.

Um abraço,
António Sousa Pereira

11.01.2021 - 12:02

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.