Conta Loios

inferências

A(nota)mentos
Ficamos felizes com uma Startup...e andámos para trás com a ponte Barreiro-Seixal!

A(nota)mentos<br>
Ficamos felizes com uma Startup...e andámos para trás com a ponte Barreiro-Seixal! O silêncio do actual executivo municipal é, obviamente, um contributo para o retrocesso e o esquecimento deste projecto de ligação rodoviária Barreiro- Seixal. Quem não exige, quem não ergue a voz, não é escutado. Quem não reivindica. É ignorado. Quem não se indigna, como diria Mário Soares. Não exerce a sua cidadania.


Almada desenvolve «Distrito da Inovação»

Foi divulgado o projecto de dinamização do novo Campus da Faculdade de Cîência e Tecnologia no Monte da Caparica, no concelho de Almada, que é considerado um projecto âncora denominado «Distrito de Inovação», um plano urbanistico que pretende criar um polo de conhecimento – uma cidade do conhecimento e tecnologia.
Aponta-se para 180 milhões de euros de investimentos a dez anos, mais 80 milhões destinados à recuperação do edificado, são 399 hectares, prevendo-se a criação de 17 mil empregos.

Este plano inclui uma componente urbana no centro histórico da Caparica, uma área empresarial.
Naturalmente, este projecto não está desligado da proposta em marcha da construção de um túnel – uma travessia do Tejo - que ligue o concelho de Almada ao concelho de Oeiras, que tem vindo a ser reivindicado ( palavra terrível) pelas duas autarquias.
É assim, uns projectam, planificam, ambicionam, pensam o território, olhando para o mesmo com uma visão que o coloque na sua dimensão regional e na sua importância na AML. Pensam grande. Sonham grande. Sonham futuro.
Nós por cá estamos bem, vamos ter uma startup, sem qualquer estudo prévio que permita concluir da sua viabilidade, dado que, na reunião de Câmara, cito de memória foi dito que, muitos deste projectos criados na Europa, na sua maioria, falharam, foram elefantes brancos.
Mas nós cá estamos felizes. Somos Barreirinho. Uma Startup, sim vamos ter uma startup, que, obviamente será inaugurada em vésperas de eleições. Mero acaso. Depois vê-se o modelo, os custos de funcionamento, quem se envolve, como se envolve. depois vê-se..
De referir que esta, na verdade, é uma proposta que resulta de um contributo do PSD nesta gestão autárquica partilhada.

Uma nova ponte sobre o Rio Douro

O rio Douro vai passar a ter mais uma travessia, entre o Campo Alegre e o Arrábida Shoping. Uma ponte exclusiva para o Metro, com espaço para peões e ciclistas. E será financiada, segundo noticia do jornal «Sol» pelos fundos da bazuca, oriundos da União Europeia, através do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).
E, nós, pelo que escutei, em palavras de alto saber, achamos que os fundos do PRR, a dita bazuca, não podem contribuir para que arranque a ponte rodoviária Barreiro – Seixal.
Enfim, esperemos que o nosso Primeiro Ministro António Costa nos dê uma ajuda e abra as portas para que este sonho com «mais de 60 anos». E, um dia breve, este «abandono» de uma ligação essencial possa tornar-se uma realidade.

O facto é que sobre esta matéria o Barreiro andou para trás, muito para trás, aquilo que o anterior executivo municipal, liderado por Carlos Humberto, conseguiu, que não foi uma coisa simples, foi um passo de gigante, de ter motivado o Primeiro Ministro António Costa a assumir que a Ligação Barreiro Seixal que são trocos, seria concretizaria nestes próximos anos, de facto, neste mandato, foi para a gaveta.
O silêncio do actual executivo municipal é, obviamente, um contributo para o retrocesso e o esquecimento deste projecto. Quem não exige, quem não ergue a voz, não é escutado. Quem não reivindica. Quem não se indigna, como diria Mário Soares.
Por mim, nunca deixarei de exercer esse direito...

António Sousa Pereira

30.03.2021 - 20:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.