Conta Loios

inferências

A (nota)mento do Dia - Barreiro
«Brincar é uma coisa muito séria» com sonoplastia e música original de Paulo Cavaco

A (nota)mento do Dia - Barreiro<br>
«Brincar é uma coisa muito séria» com sonoplastia e música original de Paulo Cavaco E aprender a brincar é como aprender a viver, é como aprender a fazer cidade, é como aprender a fazer comunidade - uns com os outros, é por isso que acredito que uma cidade que é de todos faz-se com todos. Isto tem que ser teoria e prática. Não se faz cidade excluindo. Uma cidade faz-se a brincar...porque brincar é uma coisa muito séria.

Ontem, quando viajava pela IC21, escutei uma noticia, na qual eram referidos estudos que demonstram que, em Portugal, as crianças passam mais tempo na escola que nas ruas a brincar. Recordei os tempos de criança, quando após sair da escola pelas 3 da tarde, chegava a casa e a primeira coisa que fazia era arrumar os «trabalhos de casa» e, de seguida, lá ia para a rua brincar, inventar, nadar nu no rio, e fugir da guarda fiscal. A rua era a nossa casa, e na rua todas as casas tinham as portas abertas.

O projecto intitulado «Brincar de Rua», nasceu em Leiria, e foi crescendo em diversas cidades. Foi reconhecido pela Fundação Calouste Gulbenkian como um dos melhores projetos no país que promove brincadeiras das crianças na rua.

Escutava a noticia e recordava uma conversa que um dia decorreu no «Café Bar da SFAL», com Paulo Cavaco, autor da música e texto do livro «Roda Mágica», com ilustrações de Bruno Nunes, na qual ele sublinhava que – “as crianças com música aprendem melhor”.
Pensava em tudo isto e no associativismo, esses espaços, que sempre defini como «largos da terra», onde as crianças aprendem a brincar, a cantar, a saltitar, a partilhar, as artes e, a melhor das artes da vida, aquela, que ensina que a vida é para viver com os outros, para partilhar com os outros e que só somos com os outros, fazendo comunidade. Incluindo.

E, hoje, pela manhã, por mero acaso o meu amigo Paulo Cavaco, alertou-me para uma noticia sobre a Reportagem da Antena 1, com o tema - "Brincar é uma coisa muito séria".
Refere a noticia que “Brincar é uma coisa muito séria” é uma grande reportagem de Sandra Henriques com sonoplastia e música original de Paulo Cavaco.

Curioso. Ontem ao ouvir a noticia, nem registei este pormenor que a autoria da música era o barreirense Paulo Cavaco. Mas pensei nele, no seu projecto de ensinar, de promover a aprendizagem “da roda dos alimentos através da música”, porque, afinal, isto de aprender é sempre melhor a brincar.
E aprender a brincar é como aprender a viver, é como aprender a fazer cidade, é como aprender a fazer comunidade - uns com os outros, é por isso que acredito que uma cidade que é de todos faz-se com todos. Isto tem que ser teoria e prática. Não se faz cidade excluindo. Uma cidade faz-se a brincar...porque brincar é uma coisa muito séria.
Aqui fica o registo e, afinal, a única razão deste texto, era dar os parabéns a Paulo Cavaco.

António Sousa Pereira

08.06.2021 - 09:30

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.