inferências

A(nota) mentos - Augusto Cabrita 100 anos do Mestre
Um nome que coloca o Barreiro na rota mundial da fotografia

A(nota) mentos - Augusto Cabrita 100 anos do Mestre<br>
Um nome que coloca o Barreiro na rota mundial da fotografia<br>
Foi no dia 16 de Março de 1923 que nasceu Augusto Cabrita, no dia de hoje, assinalam-se 100 anos, uma efeméride que não pode ser esquecida, quando falamos deste nome inscrito na história da fotografia de Portugal, da Europa e do mundo.

Um homem que amou o Barreiro. Um homem que amou o Tejo, esse rio, por onde, diz o poeta “vai-se para o mundo”. Ele levou o Barreiro para o mundo.

Tive a honra de conhecer e conviver de perto com o Mestre Augusto Cabrita. Um homem que se escreve com a palavra Dignidade. Um homem de grande coração e simplicidade. Um homem que se escreve com a palavra criatividade.
Um homem que escrevia poemas com a máquina fotográfica, a qual era continuidade do seu olhar e do seu sentir o mundo. Captava os instantes. Eternizava o futuro. Amava a vida.

Um Mestre. Um homem com quem aprendi a olhar a luz, a sentir os sons das paisagens, a descobrir as palavras inscritas na beleza do quotidiano.
Neste dia que se assinala o centenário do seu nascimento, quero apenas expressar o desejo que a celebração do seu centenário possa ser um contributo para dar a conhecer a obra e o homem – o Mestre Augusto Cabrita.

Que, com a celebração deste centenário o Barreiro seja capaz de compreender que este seu filho é, sem dúvida, um nome que já colocou esta cidade na Rota Mundial da Fotografia. Talvez por isso, apenas por isso, seria importante assumir plena consciência desse potencial e dinamizar uma estratégia que possa ser um caminho para valorizar este importante património humanista – o homem e a obra - indissociáveis do património cultural e natural do Tejo e do Barreiro.

Neste dia, que recordo o Mestre, as conversas, os poemas, os beijos que dele recebi, a amizade que se inscreveu no meu coração, os dias que com ele percorri as ruas e os recantos do concelho do Barreiro, quero a apenas deixar esta nota e dizer: OBRIGADO MESTRE!

António Sousa Pereira

16.03.2023 - 00:07

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.