Conta Loios
rostos.pt
PESQUISAR     
    HOME  |   FICHA TÉCNICA   |   ESTATUTO EDITORIAL   |   EDIÇÃO IMPRESSA  |   NEWSLETTER  |    RSS  |    TWITTER  |    FACEBOOK  
INFERÊNCIAS
Horóscopos Diários
Dia 19 de Julho 2018
Por Maria Helena


Rosto da Semana
Clube de Vela do Barreiro uma presença na Europa


A(nota) mentos
Em primeiro lugar o Barreiro


Inferências - É bom ver a sociedade civil a agir e mexer-se
Península de Setúbal não pode continuar a ser prejudicada pelos fundos comunitários.


Por dentro dos dias - Barreiro
O meu «Kompensan» é fazer cidade e cidadania


Por dentro dos dias – Barreiro>
O associativismo não é uma ideologia


Por dentro dos dias – Barreiro
Porta do Tempo – Um Pórtico feito de memórias que fazem a cidade que somos


COLUNISTAS
A menina do chapelinho vermelho (conto)
Por Jorge Fagundes
Barreiro


Textos decetivos – 2
Cada vez mais descartáveis
Por Carlos Alberto Correia
Barreiro


Si, cariño!
Por Nuno Santa Clara
Barreiro


MUNICÍPIOS: DESCENTRALIZAÇÃO E FINANÇAS LOCAIS
Por José Caria
Montijo


É falta de educação não responder às perguntas ou não cumprir o que se promete
Por Nuno Cavaco
Moita


O Barreiro está um pouco mais pobre!
Por Nuno Banza
Barreiro


BASTIDORES
Grupo de trabalho tem já em sua posse quase 70 nomes de combatentes
Barreiro assinala o centenário do fim da 1ª Grande Guerra


Deputados do PSD do distrito de Setúbal exigem resposta
para práticas ilegais relacionadas com a apanha de bivalves no Tejo


Barreiro - Proposta de reestruturação para os serviços camarários
Mereceu os votos contra da CDU e a abstenção do PSD


Vereador do PSD na Câmara Municipal do Barreiro
Acusa maioria PS de ter uma «atitude passiva» na defesa dos interesses do concelho


ENTREVISTA
Barreiro - Naciolinda Silvestre, Presidente da União de Freguesias de Palhais e Coina
«Uma freguesia que dá qualidade de vida a quem cá está»


Barreiro - Isabel Ferreira, Presidente da Junta de Freguesia de Santo António da Charneca
«Não quero que a minha freguesia seja uma freguesia peri


AS EMPRESAS
Seixal - Além do restaurante e bar o espaço do Chef João Macedo
Passa a contar com a Mundet Garden


Palmela - Trabalhadores do Parque Industrial VW Autoeuropa
Preocupados com horários e agravamento das condições de trabalho


Serviço de Praias TCB 2018 - Transportes Colectivos do Barreiro
Início dia 30 de Junho


DESPORTO
Barreiro - Diogo Peixe do Futebol Clube Barreirense
Integra convocados da seleção nacional para o Campeonato da Europa


«Patinar ao Luar» em Setúbal
Espetáculo de patinagem artística


Seleção Nacional de Sub18 Venceu a Irlanda 90-64
Diogo Janeiro Peixe do Barreiro marcou 18 pts


Campeonato Europeu de Juniores 420 - Sesimbra
Clube de Vela do Barreiro coloca 2 tripulações nos 20 primeiros Grupo Ouro


Ferroviários do Barreiro sagrou-se Vice-Campeão Nacional de Rápidas
Sérgio Rocha campeão nacional


Barreiro - Equipa do GDR «OS LEÇAS»
Conquista 2º lugar na Taça de Portugal de Trampolins


PERSONALIDADES
«O Barreiro tem no seu ADN a multiculturalidade»
Homenagem à Avó Juliana, a contadora de histórias


AS ESCOLAS
Alunos do secundário e profissional passam uma semana no Politécnico de Setúbal
IPStartUp Week desafia 50 jovens a vivenciar o ensino superior


Num dos maiores certames do concelho de Setúbal
Politécnico de Setúbal esclarece jovens na Feira de Sant’iago


Moita - Um ano rico no desenvolvimento de competências
dos jovens do curso Técnico de Restaurante-Bar


No Auditório Municipal Augusto Cabrita - Barreiro
Encontro Nacional de PAPs - PAPTice)


REPORTAGEM
Ministro do Ambiente anunciou no Barreiro
Plano Nacional sobre Alterações Climáticas em discussão pública em Agosto e Setembro


Barreiro uma terra de todos e para todos
Promover a multiculturalidade, combater a xenofobia e o racismo


Sistema led em toda a iluminação pública do concelho do Barreiro
Actualmente o encargo anual com a iluminação pública são 850 mil euros


Barreiro - Plataforma Cívica BA6 - Montijo Não
Vai avançar com petição para o tema ser debatido nas Assembleias Municipais


Barreiro – Coral TAB e Russkii Klub
Uma noite com ritmo e a perfeição da «simbiose» entre as vozes e a dança


Barreiro - Um dia não é suficiente para visitar e ver todas as obras da 9ª Colectiva de Artes
Mais de 120 obras dos alunos de Casquilhos


MOLDURA
Mamma Mia! Here we go again estreia em Setúbal
O filme conta com um elenco de topo


Barreiro - Festas em Honra de Santa Margarida no Lavradio
Ruth Marlene encerra programa no Palco das Festas


Espaço Ephemera no Parque Empresarial da Baía do Tejo - Barreiro
Concerto/performance musical único e completamente inovador


No Palco das Marés - Festas do Barreiro
Quim Barreiros a abrir no dia 10 de Agosto


Barreiro - Um ponto de ENCONTROS inesperados
Feira da Mala - Mercado de 2ª mão de artes e antiguidades


No Museu do Trabalho em Setúbal
Oportuna apresentação do «Diário da Contra-Revolução»


OUT.FEST - Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro
Datas e primeiros nomes confirmados para a 15ª edição


S.ENERGIA regressa a Agência Regional de Energia
para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete


AUTARQUIAS
Projeto intermunicipal «Dar de Volta»
de regresso à Biblioteca Municipal do Barreiro à semelhança dos anos anteriores.


Barreiro - Limpeza da Passagem Desnivelada
Circulação de trânsito estará condicionada.


Montijo - Importância e o interesse da reabilitação urbana
«Colmatar os vazios da cidade e atrair novos habitantes para o centro»


Moita - Piscinas do Parque José Afonso na Baixa da Banheira
De portas abertas até setembro


Na Baixa da Banheira criação de Zona 30 na Rua 1º de Maio
Câmara da Moita vai lançar concurso público


OPINIÃO
Setúbal não é Lisboa
Por João Pedro Louro
Setúbal


Fazer a diferença
Hélder Leal Rodrigues
Barreiro


Vamos ocultar a nossa história?
Por Luís Murilhas
Barreiro


Gerir o medo
Por Sandra Pereira
Barreiro


O AÇAMBARCAMENTO DA OSTOMIA
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS FARMÁCIAS E O BUSINESS DA OSTOMIA
Por Vitor Bento Munhão
Barreiro


Aproximadamente 22% da população portuguesa sofre de Rinite Alérgica.
Por Cândida Bizarro, Inês Ribeiro e Maria Inês Silva
Barreiro


PATRIMÓNIO INDUSTRIAL COMO GERADOR DE CONHECIMENTO
Por Leal da Silva
Barreiro


ASSOCIATIVISMO
Barreiro - Tertúlia na padaria da dona Conceição
Dedicada ao tema «(Não) Estamos Sós»
. Combater o isolamento e a solidão


Evento solidário a favor do CATICA contou com 100 jogadores
Foi a maior recolha de alimentos de uma equipa de airsoft no concelho do Barreiro


Moita - No Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira
Festa de final de ano da sua Creche «os Netinhos»


Barreiro - Futebol Clube Barreirense
Assembleia Geral aprecia orçamento e plano de atividades


Associação Serviços Sociais e Culturais dos Trabalhadores das Autarquias do Barreiro
I Encontro de Pesca


No Clube Dramático Instrução e Recreio 31 de Janeiro «Os Celtas» - Barreiro
Noite Africana- CRIVA


CULTURA
Associação Barreiro – Património,Memória e Futuro considera um crime
Câmara Municipal arrasou o Moinho Pequeno


POSTAIS
Barreiro - Carta de uma neta com o coração em lágrimas
Ao homem que matou a minha avó


Crónicas do Algarve
Acerca da casa da avó-velha, da dona Olívia e da pastelaria Império
Por Henrique Bonança


Banda Municipal tocou pela primeira vez a «Marcha do Barreiro»
Içar do «Mastro» anuncia as Festas 2018


Rumo do Barreiro coordena Núcleo de Setúbal «Incorpora»
Potenciar «uma rede colaborativa de 2ª geração na Península»


Plataforma para o Desenvolvimento da Península de Setúbal
Há uma crise na economia agravada pela perda do acesso aos fundos comunitários
afir


ARTES
Moita - Acolher residências artísticas, oficinas e ateliês relacionados com as artes visuais
Espaço FAVO novo equipamento cultural


AGENDA
Moita - Uma nova vida aos locais mais frequentados nas noites de verão
«Cultura em Movimento» pelo concelho


EUROPA
Comissão Europeia regista a iniciativa
«Acabar com a fome que afeta 8 % da população europeia»


Comissão Europeia regista iniciativa
sobre «Cidadania Permanente da União Europeia»


opinião rostos.pt - o seu diário digital

Reabilitação Urbana: Oportunidade para o Barreiro – II
Por Rui Lopo
Barreiro

Reabilitação Urbana: Oportunidade para o Barreiro – II<br />
Por Rui Lopo<br />
BarreiroNo Barreiro, chegámos ao final da década de 80 com uma área urbana claramente ocupada no seu eixo de expansão privilegiado, a Norte, densificada e estruturalmente adaptada, e portanto entramos na década de 90 relativamente consolidados, com menor capacidade de aproveitar estruturalmente a intensa construção que se avizinhava.

Ora, tendo um país de baixos rendimentos e pensões e também por isso, de incapacidade de estimular rendas suficientes para que o mercado funcionasse, um país que estimulou a construção nova para alimentar a banca privada, um país que foi perdendo funções económicas e por isso foi perdendo população, particularmente activa e que degenerou na caricata estatística de haver mais casas que pessoas, como podia (até aqui) e pode (doravante) o Barreiro ser contra corrente, desta realidade nacional, estando apenas a 30 minutos (média) da capital do pais, com tudo o que isso tem de bom (estar ao lado de algo bom pode só por si trazer vantagens, quando mais não seja por despertar atenção e curiosidade), ou de mau (pela capacidade de absorção de valor que Lisboa produziu em diferentes momentos da sua história).

Não é possível, deixar de sublinhar com o rigor possível um conjunto de factos que nos trazem ao que temos e que somos. Não pretendo com isto elaborar uma tese, mas com o rigor intelectual de conhecermos que, com um mau diagnostico podemos estar a tomar um comprimido errado, ou não fosse o ditado tão certo quanto “não morres da doença, morres da cura”. Quer isto dizer que por mais “enfadonho” que seja o conteúdo, muito pouca coisa acontece por acaso, e se não resolvermos o acaso, não influenciaremos o nosso rumo, claro está, de uma forma estruturada, perene e, portanto, menos panfletária ou maquilhada.
Posto isto, é absolutamente indispensável que nesta “Oportunidade para o Barreiro” se perceba porque é que ainda não o foi, tal como a “pescada”.
Factor determinante é a analise empírica da realidade sócio-económica do concelho durante a evolução desta realidade de habitação / cidades / especulação urbanística no país a partir de meados da década de 80.

Facto é que, em alguns sítios (não muitos), este carácter especulativo e de produção financeira (a financeirização do urbanismo) produziu bons resultados para os locais, com alguma renovação e estruturação urbana, mas aconteceu sobretudo em cidades com capacidade de expansão ou com massa critica, que lhes permitiu tirar vantagens deste dinamismo do sector da construção. Noutros casos, talvez a maioria, a construção desestruturou as funções de cidade, não articulou momentos da história, não respeitou aspectos disciplinares, como a mobilidade ou questões ambientais.

No Barreiro, chegámos ao final da década de 80 com uma área urbana claramente ocupada no seu eixo de expansão privilegiado, a Norte, densificada e estruturalmente adaptada, e portanto entramos na década de 90 relativamente consolidados, com menor capacidade de aproveitar estruturalmente a intensa construção que se avizinhava. Também é verdade, que estávamos, penso que por razões históricas, muito pouco adaptados para aproveitar na sua plenitude a capacidade de investimento privado que surgiu, fruto de um planeamento excessivo do território e das suas capacidades. Dir-se-á também, que isso foi mau porque não aproveitou oportunidades, e outros dirão, que tal facto evitou o crescimento desregulado da construção no concelho. Algures no meio estará a virtude.

Não quer isto dizer que Barreiro não houve “boom construtivo” na década de 90. Contudo, considero que o que existiu nunca teve a dimensão estruturadora ou desestruturadora que teve noutros locais, com maiores necessidades há época. Talvez a excepção ocorra com a construção dos Fidalguinhos, e quer aqui quer pontualmente em vários locais da cidade, também com algumas lacunas disciplinares prementes, seja fruto do excesso de definição do território que não teve em conta a diversidade disciplinar a considerar, ou por verticalidade técnica de aceitar tudo o que era regulamentarmente possível, dando espaço a opções menos positivas para a cidade, do ponto de vista estético e funcional, entendíveis do ponto de vista estrito, mas imperceptíveis para o cidadão comum.

Mas os factores verdadeiramente determinantes estão por afirmar nesta reflexão. Deixarei a sua dissecação para outros Capítulos, mas não é possível perceber onde estamos sem reconhecer o caminho que fizemos, para percebermos porque estamos assim, como estamos como cidade, porque é que temos de criar e aproveitar todas as oportunidades que nos surgem. E este caminho tem, na minha opinião, 4 factores determinantes, estruturadores, nestes últimos 30 anos:

1. Desindustrialização da “cintura industrial de Lisboa” – Década de 80
a. na qual se insere, entre outras, o encerramento da Lisnave da Siderurgia Nacional
b. o encerramento da CUF / QUIMIGAL no Barreiro,

2. Decisão da construção da denominada Ponte Vasco da Gama no eixo Montijo – Lisboa em detrimento do eixo Barreiro – Lisboa – Década de 90

3. Concretização da ligação ferroviária Pinhal Novo – Lisboa – Década de 90

4. Decisão e Indecisão da concretização da Terceira Travessia do Tejo no Eixo Barreiro – Chelas – primeira década deste século

28.11.2017 - 15:45
Imprimir   imprimir

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Partilhar: partilhar no facebook  TwitThis  digg it  Google Bookmark  Technorati  guardar link no del.icio.us 

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital

comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

rostos.pt - o seu diário digital

envie o seu comentário

rostos.pt - o seu diário digital

PUB.

rostos.pt - o seu diário digital





rostos.pt - o seu diário digital

Pesquisar outras notícias no Google

rostos.pt - o seu diário digital

rostos.pt - o seu diário digital

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2018 Todos os direitos reservados.

PUB.

PUB.

PUB.

REVISTA ROSTOS

PUB.

PUB.

ROSTOS APOIA

PUB.

DAMOS ROSTOS ÀS CIDADES

DIVULGAÇÃO

EDIÇÃO IMPRESSA


OUTRAS EDIÇÕES

  

  

VIDEOS ROSTOS

CANAL ROSTOS NOS VIDEOS SAPO


LIGAÇÕES

MARTA SOUSA PEREIRA Photography


ENTRE TEJO E SADO - BLOG SAPO LOCAL


SAPO LOCAL


GOOGLE NEWS - BARREIRO


JORNAIS E REVISTAS


CAMARA MUNICIPAL DO BARREIRO


CAMARA MUNICIPAL DA MOITA


BLOG DEDICADO A LAURA SEIXAS


ARTBARREIRO.COM


BANDA MUNICIPAL DO BARREIRO


MEMBRO DA

AIND