Conta Loios

opinião

O Barreiro merece melhor
Promover e defender o tecido económico local É também proteger o emprego local.

O Barreiro merece melhor <br />
Promover e defender o tecido económico local É também proteger o emprego local. O tecido empresarial do Barreiro composto em 98% de empresas com menos de 10 trabalhadores em que a média por empresa é duas pessoas, composto quase na sua totalidade por micro e pequenas empresas, das quais dependem cerca de 13000 famílias.

Pode o Barreiro enfrentar neste momento o começo de uma crise económica, diferente mas não menos grave que a crise do século passado aquando a destruição do tecido fabril.

O tecido empresarial do Barreiro é neste momento mais fraco e se a crise se agravar vai dar origem de certeza a centenas de insolvências e um elevado número de despedimentos entre a classe trabalhadora e os empresários que em muitos casos se confundem pois são uns e a mesma pessoa.

A câmara municipal do Barreiro não tem as ferramentas e competencias para resolver a possível crise económica mas pode dar o Mote.
Pode e deve propor e fazer pressão ao governo Central a alteração das data do pagamento do imi por parte das empresas
Pode e deve isentar ou atrasar o pagamento de taxas e rendas municipais.

Pode e deve isentar ou atrasar o pagamento da fatura da água às empresas.
Pode e deve pagar e em alguns casos até antecipar todas as faturas vencidas a fornecedores e trabalhadores independentes.

Pode e deve tentar acordar com a Baía do Tejo ( maior arrendatário do concelho) e associação de proprietários formas de garantir que num determinado espaço temporal, as rendas sejam diminuídas , criando um mecanismo para que esse valor que ficará pendente seja diluído em rendas futuras.

Pode e deve criar um verdadeiro gabinete de apoio ao empresário local, que assegure todo o apoio e informação tecnica e juridica no acesso aos fundos de apoio disponíveis, gabinete também ele de acessoria e apoio que ajude a mitigar os possiveis problemas causados pela crise e que tente promover junto dos empresários condições para a recuperação económica.

Pode e deve promover e criar um fundo de apoio e divulgação do comércio local ( pode se usar o dinheiro das festas e festinhas e das acessórias de comunicação) pois a maior parte do comércio foi fechado por decreto mas não vai haver decreto que o ajude, pois a maior parte dele não possui condições de poder aceder aos fundos criados nem as linhas de crédito.

Promover e defender o tecido económico local É também proteger o emprego local.

Grupo de cidadãos «O Barreiro merece melhor»

31.03.2020 - 00:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.