Conta Loios

opinião

Ó DA GUARDA
Por Emanuel Góis
Barreiro

Ó DA GUARDA<br>
Por Emanuel Góis<br>
Barreiro Chegou ao meu conhecimento um tweet do sr. Dr. Rui Rio, onde constava o seguinte: "Se o relato da TVI é rigoroso, então, a inação dos elementos da GNR é intolerável. Ver um bandalho a agredir um cidadão e não interferir de imediato para o evitar - agravado com o facto de se tratar de um crime público - exige um processo de averiguações. Tem de haver ordem."

Sr. Dr. Rui Rio, corroborando, totalmente, o que diz, permita-me dizer-lhe como cidadão aquilo que, porventura, lhe passa ao lado, não só por se tratarem de minuências, como V.Exa ter mais com que se preocupar.

Posso assegurar-lhe que os senhores guardas também são adeptos da bola e têm os seus ídolos. Julgo, até, como muito provável, que aos fins de semana passeiem com uma camisola de um deles.

O futebol neste país é um Estado dentro do Estado. Aliás, disso tem V. Exa. uma enorme experiência quando passou pela Câmara Municipal do Porto. E, deixe que lhe diga, foi um homem de coragem.
Concordará comigo que, nisto, todos jogam. Os políticos e, até, os GNRs e PSPs.

Eles também têm direito a ser sócios e simpatizantes de clubes. Acredite, que não são só as mulheres (algumas) que deliram por conviver com os jogadores. Dá estatuto social e, obviamente, uma boa vida, bem suportada pelos ordenadinhos. Pode crer que até homens quase masturbam-se depois de apertarem a mão a um craque da bola ou emoldurar um autógrafo num guardanapo de café.

Se é, se foi triste, o que aconteceu em Moreira de Cónegos? Naturalmente. Mas, não é assim todas as semanas, umas situações mais graves que outras, embora quase sempre com os mesmos protagonistas?

Queria então V. Exa. que o sr. GNR fosse interferir na discussão e arranjar problemas, ainda para mais com o poderoso clube e o seu badalado presidente? Vai lá, vai. Ainda seriam movidas influências para ser deslocado e ir passar a ver jogar o Bragança aos Domingos. Vamos ficando pelas multas, pois, como eles dizem, ganham pouco. E manter a ordem, custa dinheiro e podemos ficar arranhados e não temos subsídio de risco.

Sei que vai concordar comigo ao chamar-lhe à atenção para as imagens que, curiosamente, as televisões branqueiam através dos seus comentadores e jornalistas.

Efectivamente, todos queremos uma imprensa livre, mas cuidado, isto de hostilizarmos certos "clientes" fornecedores de parangonas e ficarmos sem " caixas" jornalísticas e notícias, pode levar-nos à falência por falta de leitores e espectadores.

Peço para ver as imagens, se tiver um minuto. Já que ninguém fala disso, como classificar a acção do sr. Pinto em relação à agressão e nos acontecimentos? Já reparou como começaram os acontecimentos? Eu vi o sr. Costa dirigir-se ao repórter de imagem, até parando. Garanto-lhe que não foi para fazer um cumprimento.

Ora, para mim, para se instigar alguém a cometer um acto, não é preciso insinuar, ordenar, falar. Basta, por vezes, um gesto ou um comportamento insinuante, como foi a paragem do sr. Pinto perguntando ao repórter se havia novidade, para os energúmenos e mentecaptos como um tal sr. Pinho cumprirem a de imediato a voz do dono. E a pena é que, não só o GNR parecia que estava a assistir uma festa na aldeia natal, como os ilustres comentadores nos programas branqueiam estas personagens.

E, um perigo que vejo cada vez mais aumentar, são portadores de carteiras de jornalistas cuspirem veneno diariamente em jornais e televisões para agradarem os dono, chegando agora ao extremo, como foi, neste caso, de um histérico que por ali andava a correr de um lado para o outro dentro do recinto do jogo.

Estou convencido que vai ser aumentado ou receber o símbolo máximo do clube quando tiver lugar o aniversário. Pelo menos, um já foi agraciado.

Se não for assim, alimentando e fazendo orelhas moucas, assobiando para o lado sem mexer no sistema, toda esta escumalha passa fome, não consegue viver na graça dos deuses e outros, morrem de tédio por lhes tirarem os holofotes do palcos.
Deixe agradecer-lhe a motivação que me trouxe.

Emanuel Góis

28.04.2021 - 00:53

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.