Conta Loios

opinião

Uma mão estendida se faz favor…
Por Humberto Faisca
Barreiro

Uma mão estendida se faz favor…<br />
Por Humberto Faisca<br />
Barreiro Dia da posse
Pelo meio de muito glamour e purpurina quanto baste, muitas fotos e os sorrisos esperados.
Auditório cheio e composto por quase todas as forças políticas aguardava se a posse dos eleitos e os discursos de alguns.

Houve um que me deixou intrigado, o do presidente eleito, intrigado e até um pouco confuso.
O Barreiro vai deixar de ser uma terra de mão estendida…

Fiquei sem perceber se a mão estendida que ia acabar seria a mão da reivindicação, a mão que na defesa da qualidade de vida dos Barreirenses reivindica dinheiros e obras estruturantes ao estado central, a mão que irá e bem exercer o combate aos fundos do PRR e outros dinheiros do orçamento central.

Ou se seria a mão estendida ao governo, aquela mão que aceita tudo o que o governo pense vir a fazer, aquela mão estendida que abraça o aeroporto na BA6 ou qualquer outra coisa que o governo pense vir a realizar, a mão que dá um bacalhau apertado ao governo e palmadinhas nas costas aos Barreirenses.

Espero que seja a segunda, espero mesmo, pois seria estranho achar que uma mão estendida que reivindica para um concelho mais verbas mais obras mais apoios seja uma má mão, quando é exatamente o que a mão estendida do governo faz perante Bruxelas.
Escrevo este texto em meu nome próprio

Humberto Faisca
Barreirense

12.10.2021 - 09:51

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.