Conta Loios

opinião

As eleições de dia 30 e o que elas têm a ver com o Barreiro e porque é que eu vou votar na CDU.
Por Humberto Faísca
Barreiro

As eleições de dia 30 e o que elas têm a ver com o Barreiro e porque é que eu vou votar na CDU. <br />
Por Humberto Faísca<br />
Barreiro Dia 30 Janeiro iremos ser chamados a escolher 230 deputados à assembleia da república, e é dessa composição de deputados eleitos que se irá formar o novo governo de Portugal.
Esses deputados são eleitos por círculos distritais, ou seja, um deputado que concorra por Aveiro nunca pode ser eleito com os votos dos Barreirenses.

É por isso importante avaliar os programas nacionais de cada partido mas tão importante é também avaliar as propostas e as pessoas candidatas por Distrito, no meu caso importa me avaliar quem são os candidatos por Setúbal e o programa distrital que defendem e propõem no conjunto do âmbito nacional.

Muitas vezes ouvimos dizer até em muita comunicação social que se esta a votar para escolher um primeiro ministro , que se está a votar para um governo, no finalzinho até é quase verdade com a importante ressalva que esse governo e as suas politicas estão sempre condicionadas com a composição de forças no parlamento, veja se o caso de 2015 em que António Costa assume o governo sem ter sido a força politica ganhadora, foi essa relação de forças no parlamento que tornou possível esse acontecimento.
Mas voltando ao Barreiro e o que poderá ou não ter a ganhar com estas eleições nacionais.

Poderá ter a ganhar se os deputados que Setúbal eleger forem pessoas que conheçam o distrito os seus problemas sociais , económicos e outros e tenham a força necessária para poderem intervir junto do futuro governo, intervir junto do governo com propostas reais e serias, propostas que façam parte do seu compromisso local.

Na minha opinião e depois de ter verificado os candidatos os programas fiquei sem duvidas que quem melhor pode defender o Barreiro é a lista e programa da CDU, são pessoas exclusivamente do distrito, pessoas com provas dadas na defesa do distrito e com um programa que promove o desenvolvimento econômico e social do distrito.

Em conversas com amigos às vezes lá vêm à baila os dogmas e os mitos que a CDU é contra o desenvolvimento, é contra a economia e os agentes econômicos e todas essas coisas que às vezes vamos ouvindo, pergunto lhes se já viram o compromisso eleitoral e se têm estado atentos ao que se defende, a resposta é clara na maior parte dos casos, é a conversa da cassete que vem à tona.

Mas a realidade é que a CDU defende uma politica para o desenvolvimento da península de Setúbal que passa em muito por uma politica de defesa dos agentes econômicos.
Pretende dar prioridade à atividade produtiva no distrito incentivando a produção nacional de base regional e a valorização das micro, pequenas e medias empresas, privilegiando as mesmas no acesso aos fundos comunitários de modo a se poderem adaptar modernizar .

Repor a Nut 3 da península de Setúbal que permite a visibilidade estatística necessária à perceção dos dados que caracterizam a região.
Redesenhar a Nut 2 de forma a mobilizar mais fundos para a região.
Desenvolvimento industrial da região e do pais, promovendo entre outros um programa de industrialização do distrito.

Promover e apoiar programas regionais para a inovação e qualidade, potenciando a qualificação tecnologica e ambiental das empresas.
Desenvolver as zonas e parques industriais/ empresariais criando as condições para novos e qualificados investimentos .

Como a concretização do projecto arco ribeirinho sul onde esta inserida a baia tejo.
Apoiar as empresas através de incentivos privilegiando as empresas de base local e nacional.
Tudo isso e mais um enorme leque de compromissos para Setúbal e para o Barreiro como a defesa do aeroporto em Alcochete, o passe navegante para 30 euros, num concelho onde o uso transportes públicos é essencial, a construção rodoferroviária (terceira travessia do tejo)entre o Barreiro e Lisboa , a nova ligação do Barreiro ao Seixal, dinamizar o polo ferroviário do Barreiro, desenvolvimento pleno e efetivo da rede metropolitano sul do Tejo que passe efetivamente no Barreiro ligando também à moita e Alcochete .
Por estes e muitos mais motivos o meu voto dia 30 é na CDU.

Humberto Faísca




04.01.2022 - 14:24

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.