opinião

Península de Setúbal como Área Nut II
O que muda, quais as vantagens
Por Orlando Henrique
Barreiro

Península de Setúbal como Área Nut II<br>
O que muda, quais as vantagens<br>
Por Orlando Henrique<br>
Barreiro A principal alteração desta nova definição territorial da Península de Setúbal, tem a ver com a desagregação da Península de Setúbal da enorme área de Lisboa e Vale do Tejo.

Deste modo, os diferentes problemas desta nova região poderão ser analisados e tratados de forma autónoma, diferenciada, com indicação de capitais e programas próprios, onde a conjetura das necessidades e dificuldades dos municípios, empresas e pessoas estejam melhor enquadrados e identificados com a sua própria região.

Passará a ser mais fácil e mais célere, o concurso aos programas de apoio e desenvolvimento para a região, menor concorrência do capital empresarial da região de Lisboa, que por vezes, rapidamente esgotavam e absorviam as verbas disponíveis, bem como o acesso a alguns investimentos locais, que passarão a ter um tratamento diferenciado.

Outro dos fatores a ter em conta, será a majoração de muitos dos programas de apoio empresarial, que por vezes têm disponível uma percentagem de cerca de 40%, para a zona de Lisboa e Vale do Tejo, e 45% para outras regiões onde, deverá passar a estar a nova região da Península de Setúbal.

A exceção das entidades da região, não houve unanimidade, nem política, nem nacional, assim que a notícia foi publicada houve de imediato algumas vozes públicas que mostraram o seu desencanto em algo que irá desenvolver uma região do próprio País, e facilitar a criação e desenvolvimento de novos projectos.

Em suma, há que desconstruir este status quo, por vezes instalado, libertar as pessoas do sono fácil das ideias feitas, e rasgar novas fronteiras que permitam valorizar, aumentar a amplitude e criatividade do nosso país como um todo, respeitando em simultâneo as diferenças intrínsecas, particulares e únicas de cada região.

Por fim, congratulamo-nos com todas as pessoas, que de algum modo contribuíram com o seu quinhão de energia e esforço, para o êxito desta enorme conquista da nossa região da Margem Sul, nomeadamente a Península de Setúbal.

Alea jacta est.

Orlando Henrique
Diretor Regional Mais Negócio

27.01.2023 - 22:32

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2023 Todos os direitos reservados.