opinião

Um novo futuro para o Barreiro
Por Emanuel Santos

Um novo futuro para o Barreiro<br>
Por Emanuel Santos "Não podemos prever o futuro, mas podemos cria-lo!”
Peter Drucker

Tendo presente uma frase de Albert Einstein, o qual afirmava que “Insanidade é continuar a fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”, o Barreiro começou a fazer um novo caminho a partir de 2017, começou a criar o futuro de forma diferente.

Afirmados em não esperar que algo um dia aconteça o atual executivo, e toda a sua equipa, apostou em criar um novo futuro para o Barreiro, concretizando diversas ações que contribuíram para uma afirmação da atratividade do concelho, uma renovada competitividade, e uma maior qualidade de vida para os que aqui residem.

E os resultados começam a ser evidentes tendo sido apresentado na Assembleia Municipal de dia 27 de Abril de 2023 que, face ao ano anterior, o IMT (Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis) cresceu 12%, a Derrama cresceu 53%, as taxas de construção aumentaram 16%, resultando numa receita mais elevada que a despesa, ou seja, estão cumpridas todas as regras de equilíbrio orçamental.
Em síntese, estes são alguns indicadores que merecem ter destaque ao nível dos resultados de políticas assentes na Valorização da Qualidade de Vida, Oportunidades e investimento, responsabilidade Ambiental e Mobilidade.

A perceção positiva sobre o Barreiro está a ser construída, permitindo investimentos que possibilitam, a curto/ medio prazo, a perspetiva de mudança positiva em vários setores, seja no aumento da oferta de emprego, fixação de mais famílias, mas também na qualidade de vida em geral.

Para estes resultados, muito contribuíram decisões de investir na desmaterialização, modernização e aproximação dos serviços ao Cidadão, Empresas e Investidores, fator que possibilitou uma celeridade administrativa, maior flexibilidade e transparência nos processos, e rapidez nas respostas; A criação de um regulamento de incentivos ao investimento, que originou o interesse em fixar investimento no Barreiro em detrimento de outros territórios, entre vários outras medidas de melhoria de infraestruturas e imagem na qualidade da vida urbana.

Não podemos prever o futuro, mas podemos continuar a construí-lo com opções como, entre outras, a construção da Unidade de Saude Familiar no Alto Seixalinho, Ampliação das Habitações no Bairro Alves Redol, conclusão do Projeto e lançamento de obra tão desejada para qualificação do Barreiro Antigo, ainda durante o ano de 2023.
Acredito que todos os Barreirenses, sem exceção, desejam o melhor para o Barreiro, sendo inegável o processo de melhoria que está a ser concretizado para todos.

Emanuel Santos, Arquiteto

30.04.2023 - 09:54

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.