Conta Loios

associativismo

Moita - Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira
Projeto CRIBB galardoado com prémio BPI Seniores 2018

Moita - Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira<br />
Projeto CRIBB galardoado com prémio BPI Seniores 2018O CRIBB, Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira, com o seu projeto “Sons ConVida”, foi uma das 33 instituições premiadas, de um total de 412 candidatas, na edição de 2018 do prémio BPI Seniores, tendo sido a única instituição premiada no distrito de setúbal.

A cerimónia de entrega dos prémios teve lugar esta segunda-feira, dia 1 de outubro, no Centro Cultural de Belém e o CRIBB esteve representado pelo seu Presidente, José Capelo, Vice-presidente, Miguel Jorge, Vanessa Arranhado, diretora técnica e Cátia Nunes, psicóloga e coordenadora do projeto.

Este projeto, segundo Cátia Nunes pretende “reabilitar através da música, promovendo a qualidade de vida dos utentes através do recurso a terapias não farmacológicas, não invasivas e com a mais-valia da participação de crianças da instituição e também da comunidade. Nas sessões são trabalhados temas musicais que fazem parte das histórias de vida dos utentes, invocando reminiscências e emoções positivas, recorrendo às técnicas de musicoterapia onde se inclui a utilização de instrumentos musicais, promovendo dinâmicas importantes para o retardamento de perdas de autonomia física e mental, reforçando o seu bem-estar biopsicossocial e autoestima”.

José Capelo expressou a sua satisfação com a atribuição deste prémio “que muito honra o CRIBB, num dia especial que muito nos diz - o dia internacional do idoso, sendo que o mesmo vem valorizar e reconhecer o bom trabalho e dedicação que a instituição desenvolve em prol dos seus utentes, a qualidade da sua equipa técnica e trabalhadores, procurando desenvolver projetos diferenciadores e recorrendo a técnicas inovadoras, como é o caso deste”.

José Capelo destacou ainda “que se pretende contribuir para a qualidade de vida dos seus utentes, mas também da comunidade onde estamos inseridos. Queremos levar o “Sons ConVida” até à comunidade e trazer a comunidade até ao projeto, pois este projeto é feito de, com e para a comunidade, apresentando uma componente intergeracional importante”.

03.10.2018 - 16:21

Imprimir   imprimir

PUB.

PUB.





Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.