Conta Loios

associativismo

Associação de Caçadores da Moita apoia Badoca Park
Quebra de receitas está a colocar em causa a aquisição da alimentação para os animais.

Associação de Caçadores da Moita apoia Badoca Park<br />
Quebra de receitas está a colocar em causa a aquisição da alimentação para os animais. Devido ao estado de emergência que está assolar Portugal e o mundo, este parque foi obrigado a encerrar as suas portas e com isso a quebra de receitas está a colocar em causa a aquisição da alimentação para os animais.

Foi através dos meio de comunicação que a Associação de Caçadores da Moita do Ribatejo teve conhecimento das dificuldades económicas que se estavam a viver no Badoca Park. Devido ao estado de emergência que está assolar Portugal e o mundo, este parque foi obrigado a encerrar as suas portas e com isso a quebra de receitas está a colocar em causa a aquisição da alimentação para os animais.

Em conversa com o Presidente de Direção, Fabrício Pereira, fomos informados que esta Associação contribuiu com 500€ destinados à aquisição da alimentação dos animais do Badoca.

“Foi uma decisão unanime por parte de todos os membros da Direção, apesar de sermos uma organização de poucos recursos conseguimos fazer alguns ajustes no orçamento e assim foi-nos possível ajudar.
Entrámos em contato com o Badoca Park através de email, foi-nos fornecida uma listagem dos produtos alimentares e também a possibilidade de efetuar transferência bancária, optámos pela transferência e assim fica ao critério de quem trata dos animais fazer as aquisições mais urgentes.”

Mas houve alguma razão em especial para decidirem ajudar?
“Somos caçadores e gostamos de animais e a presente situação que se vive causa-nos preocupação, parece uma contradição mas quem tem a paixão pela caça consegue perceber este sentimento, não pensamos apenas em abater, passamos um ano inteiro a tratar das espécies cinegéticas a proporcionar-lhes as melhores condições de vida, sejam alimentares, de proteção, de abeberamento, e a passar bons momentos no campo junto da natureza, não pensamos só em caçar.
Outra curiosidade é de que apesar de sermos da Moita, a zona de caça que somos responsáveis por gerir encontra-se situada no concelho de Santiago do Cacém e confina exatamente com o Badoca Park, ou seja somos vizinhos.”

Acreditamos que a vossa atitude é de lisonjear, no entanto gostaria de deixar algum apelo a quem está a ler este artigo?
“Sim claro, gostaria de apelar à consciência e à colaboração de todos os leitores deste artigo, tomo a liberdade de em nome do Badoca apelar para fazerem uma simples transferência bancária no valor que for possível, 1€, 5€, não interessa se é muito ou pouco, o que conta é colaborar, o NIB é o PT50 00100000 211747 8000 19 4.

No caso de pretender obtar através da doação de alimentação para os animais esta é a lista que nos foi remetida:

Primatas: Sementes (de girassol e mistura), Fruta em geral;
Lemures, Flamingos, Suricatas: Fruta em geral, Vegetais, Forragem (luzerna, Feno), Ração Flamingos (Labdial);
Facoqueros: Ração Porcos (Ração Santiago), Vegetais, Frutas, Forragem (Luzerna, Feno, palha);
Cangoroos: Forragem (luzerna), Ração Cangoroo (Labdial);
Aves: Ração de Aves (Rações Santiago), Fruta, Sementes (Girassol, mistura), Amendoins, Mistura de piriquitos grande (Agriloja), Papa de insectivora (Agriloja), Sementes de papagaio (Agriloja);
Safari: Ração Graudos (Rações Santiago), Forragem (Feno, Silagem, Feno Silagem, Luzerna, Palha);
Girafas: Ração Girafas (Rações Santiago), Forragem (Luzerna, Feno, Palha);
Qualquer dúvida também poderão utilizar o email badoca@badoca.com”.

27.04.2020 - 17:38

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.