Conta Loios

associativismo

Barreiro - associação Desportiva Cultural Fidalguinhos e Projeto Gratitude
Objectivo ajudar e enviar bens para Moçambique«
"Okhala Moçambique»

Barreiro - associação Desportiva Cultural Fidalguinhos e Projeto Gratitude <br>
Objectivo ajudar e enviar bens para Moçambique«<br>
. Okhala é VIVER (na língua macua, língua nativa moçambicana mais falada)

Sendo impossível estarmos indiferentes com o que se está a passar em Moçambique, a associação Desportiva e Cultural dos Fidalguinhos teve como iniciativa tentar ajudar e fazer uma pequena diferença na ajuda que estas pessoas precisam, a esta iniciativa junta-se com muita vontade também o Projeto Gratitude e os seus voluntários.

700 mil pessoas, metade das quais crianças, precisam de ajuda urgente. Foram obrigadas a deixar as suas casas, no norte de Moçambique, e fugir de ataques armados, com nada mais do que medo e esperança de uma ajuda urgente. São homens, mulheres, muitas delas grávidas, crianças e bebês, que deixaram tudo para trás para escapar à morte iminente e que precisam dos bens e dos cuidados mais básicos para sobreviver”.

Sendo impossível estarmos indiferentes com o que se está a passar em Moçambique, a associação Desportiva e Cultural dos Fidalguinhos teve como iniciativa tentar ajudar e fazer uma pequena diferença na ajuda que estas pessoas precisam, a esta iniciativa junta-se com muita vontade também o Projeto Gratitude e os seus voluntários.

O projeto é abraçado pela ADCF e pelo Projeto Gratitude com muita vontade, muito entusiasmo e principalmente muito amor para com os Moçambicanos. Decidimos chamar a este projeto "Okhala Moçambique",
Okhala é VIVER (na língua macua, língua nativa moçambicana mais falada)

O objetivo seria ajudar e enviar bens para Moçambique, mas como nos é praticamente impossível fazê-lo de forma direta, seja pelos preços cobrados para os envios dos contentores, seja pela logística que nos falta no terreno, decidimos ajudar a ONG HELPO que irá enviar um contentor com bens no mês de junho com destino para o Porto de Nacala, província de Nampula, a sul de Cabo Delgado, uma vez que é aí que a HELPO tem capacidade logística para fazer essa receção e armazenamento.

Os bens que são mais importantes para angariarmos são os seguintes:
termómetros digitais, cremes muda da fralda para bebé, fraldas de pano e roupa para bebé até aos 2 anos de idade, utensílios para a primeira papa para bebé, cremes para bebé, papas para bebé, lanternas de dínamo, mantas tipo polar novas (é importante que sejam apenas mantas e não cobertores por causa do volume que ocupam e para serem todas iguais).

Todos os bens que forem angariados serão entregues à ONG HELPO com sede em Cascais. Pedimos a todas as Associações, Clubes, Empresas, Farmácias, Lojas e particulares que partilhem esta iniciativa e que façam parte dela.

09.04.2021 - 00:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.