Conta Loios

cultura

Na Galeria Municipal do Montijo
A «Banda D´Além e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime»
Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada de António Gonçalves Ventura

Na Galeria Municipal do Montijo<br />
A «Banda D´Além e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime»<br />
Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada de António Gonçalves Ventura Uma obra fundamental para o estudo e compreensão da relação dos concelhos ribeirinhos da margem esquerda do Tejo com a cidade de Lisboa durante o Antigo Regime.

A "Banda D´Além" e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime - Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada, de António Gonçalves Ventura, será apresentada na Galeria Municipal do Montijo, dia 23 de Abril, pelas 18 horas.

A "Banda D´Além" e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime
Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada | António Gonçalves Ventura

Dia 23 de Abril
18h00 | Galeria Municipal do Montijo*
* O evento está sujeito a alteração em função da situação de confinamento que se registar à data da sua realização.

Uma obra fundamental para o estudo e compreensão da relação dos concelhos ribeirinhos da margem esquerda do Tejo com a cidade de Lisboa durante o Antigo Regime.

Este espaço, que até ao século XVI funcionou como mercado abastecedor de uma série de produtos de primeira necessidade à capital do reino a partir da exploração do sal, vinha, peixe, moagem e panificação, lenha, carvão e madeira, graças à sua posição estratégica e às dificuldades no seu controlo pelos representantes do poder central, muitas vezes com a conivência dos órgãos do poder local, reclamava agora o seu quinhão, interferindo das mais diversas formas na circulação dos produtos destinados a Lisboa, constituindo um sério obstáculo às travessias de pessoas e bens, num claro desrespeito pelos normativos estabelecidos.

António Gonçalves Ventura, reflete sobre os efeitos da ação humana e a natureza do mercado, aliados a fatores de ordem diversa, que criaram novas linhas de força a partir de novos eixos de circulação e distribuição.

O principal pólo de desenvolvimento económico que se situou até ao século XVI junto do rio Coina e do porto desta vila assistiu, a partir de então, à deslocação desse protagonismo para Aldeia Galega, o principal porto de ligação entre a capital do reino, o Sul do país e da Espanha.

17.04.2021 - 12:28

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.