Conta Loios

cultura

NO ESPAÇO MEMÓRIA DO BARREIRO - ARQUIVO HISTÓRICO MUNICIPAL
DEPOSITADO MAIS UM VALIOSO ESPÓLIO DOCUMENTAL

NO ESPAÇO MEMÓRIA DO BARREIRO - ARQUIVO HISTÓRICO MUNICIPAL<br />
DEPOSITADO MAIS UM VALIOSO ESPÓLIO DOCUMENTAL Decorreu na passada sexta-feira, 30 de Abril de 2021, cerca das 15h30, no Espaço Memória do Barreiro (Arquivo Histórico Municipal), instalado no Parque Empresarial do Barreiro, Rua 17, N.º 10, o acto de assinatura do protocolo de cedência ao arquivo histórico da cidade de um precioso dossier documental relativo à exposição “Pintura e Desenho – Anos 40 / Clube 22 de Novembro”, levado a efeito na Escola Secundária da Baixa da Banheira, em 1984.

O doador foi o Prof. Carlos Geraldes que, durante os anos 80 do século passado, desenvolveu intensa actividade cultural no Barreiro e nas Escolas por onde passou como docente.
Estiveram presentes no acto: o doador, Prof. Carlos Geraldes; o Dr. Fernando da Motta, em representação do Espaço Memória do Barreiro; e Carlos Bicas e Luís Victório, do secretariado da associação Vultos da Nossa Terra, que fizeram questão em testemunhar a doação.

O dossier é constituído por documentação que ilustra todas as fases de concepção e execução, até aos ecos na imprensa local e nacional, da exposição, designadamente: o respectivo catálogo; a maquete do catálogo, da autoria de Mestre Augusto Cabrita; troca de correspondência de intervenientes sobre a concepção e montagem da exposição; entrevistas e notas biográficas dos artistas plásticos representados na mostra (Pintor Mestre Américo Marinho; Alberto Branco, Cândido Lopes; Ilídio Marquez; e Olímpio Mira Coelho); recortes de imprensa; e outros documentos correlacionados com a exposição.
A exposição de 1984 pretendeu homenagear e resgatar da memória uma geração de intelectuais e artista barreirenses que, no início dos anos 40 do século passado, tinham atingido a maturidade e que, tomaram a iniciativa generosa de transmitir a uma geração então muito jovem de barreirenses os seus conhecimentos e experiência, em particular no domínio do Desenho e da Pintura.

A iniciativa terá partido de Mestre Manuel Cabanas quem, em 1941, então vice-presidente da direcção do Clube 22 de Novembro, apresentou aos demais membros da direcção do Clube, João Azevedo do Carmo (presidente), Francisco Horta Raposo, José Fráguas Lucas e Tomás Colaço, uma proposta de realização de um curso de desenho e pintura de arte, sob a direcção de Mestre Américo Marinho. A proposta foi aceite por unanimidade e meses depois, de aulas ministradas nocturnamente, em Junho de 1941, os jovens aspirantes a artistas faziam a sua primeira exposição. Relato mais alargado sobre este curso, e das atribulações que a ele estiveram associadas com as autoridades governamentais, poderá ser consultado em “Traços Biográficos de Manuel Cabanas”, da autoria de Carlos Bicas, inserto no catálogo da exposição “Mestre Manuel Cabanas”, organizada pelo Museu República e Resistência, em Lisboa, Maio/Junho de 1993.
Em nome do Espaço Memória do Barreiro e da Camara Municipal do Barreiro, o Dr. Fernando da Motta, agradeceu a doação, realçando o seu valor e significado culturais para a comunidade barreirense.

O Prof. Carlos Geraldes, mostrou-se sensibilizado com o agradecimento, aproveitando a oportunidade para fazer uma breve viagem sobre as suas memórias de um tempo particular e das personagens maiores que à época, nos anos 80 do século passado, animavam a vida cultural barreirense, nomeadamente Mestre Manuel Cabanas, Mestre Augusto Cabrita, Mestre Américo Marinho, embora este, então, a residir em Santarém, Pintor Cândido Lopes, que durante muitos anos residiu na Holanda, e muitos outros, à semelhança da geração de 1940, promotora da Escola de Desenho e Pintura do Clube 22 de Novembro.
Luís Victório, da associação Vultos da Nossa Terra, sublinhou a importância do acto que se tinha acabado de presenciar, elogiando a vontade do Prof. Carlos Geraldes em fazer depósito no Espaço Memória do Barreio do espólio da exposição, pondo-o assim ao dispor de investigadores e interessados locais e nacionais e, sobretudo, resgatando documentação importante do risco de, porventura, um dia vir a perder-se ou a ser destruída pela acção do tempo ou pelo incúria das pessoas, produto do trágico apagamento da memória a que vimos assistindo, infelizmente, todos os dias.

Carlos Bicas, também membro do secretariado da associação Vultos da Nossa Terra, secundou o elogio à iniciativa de doação do Prof. Carlos Geraldes, acabado de fazer por Luís Victório, entendendo ser seu dever manifestar a opinião de que, não obstante o relevante trabalho que tem estado a ser desenvolvido pela Ephemera-Biblioteca e Arquivo do Dr. José Pacheco Pereira, o lugar de depósito natural de espólios relativos ao Barreiro é no Espaço Memória do Barreiro(EMB) e não na Ephemera, dado que o BEM é a instituição que melhores condições tem para manutenção e conservação da documentação, sua classificação , catalogação e tratamento por profissionais, no contexto articulado da própria comunidade barreirense e na importância que o Barreiro e o seu espaço físico e as sua gentes tiveram na construção da História do Portugal contemporâneo, e, sobretudo, a garantia de que a documentação ficará disponível e rapidamente referenciável em livre acesso permanente para investigadores e interessados.
Para Carlos Bicas a regra deverá ser: se crê que possui documentação com interesse para a história local, não a deite fora!; Se tem dúvidas sobre o valor e interesse da documentação que possui sobre o Barreiro e a sua gente, consulte e aconselhe-se com os especialistas do Espaço Memória do Barreiro (arquivo histórico municipal); e, sobretudo, não entregue a documentação sobre o Barreiro a qualquer outra instituição que não seja o arquivo histórico local, a saber: o Espaço Memória do Barreiro!

Barreiro, CB, 01 de Maio de 2021

Fotpo - Frontispício do catálogo da exposição: desenho da capa “Beethoven”, do Pintor Mestre Américo Marinho; design do catálogo do Fotógrafo e Cineasta Mestre Augusto Cabrita; curador da exposição, Prof. Carlos Geraldes.

Fonte - Os Vultos

02.05.2021 - 09:30

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.