Conta Loios

cultura

«Amanhar a Terra. Arqueologia da Agricultura (Do Neolítico ao Período Medieval)»
Palmela reuniu investigadoras/es em Jornadas Internacionais

«Amanhar a Terra. Arqueologia da Agricultura (Do Neolítico ao Período Medieval)»<br />
Palmela reuniu investigadoras/es em Jornadas Internacionais As Jornadas Internacionais “Amanhar a Terra. Arqueologia da Agricultura (Do Neolítico ao Período Medieval)” decorreram de 17 a 19 de junho, no Cine-Teatro S. João, em Palmela.

O evento, promovido pela Câmara Municipal de Palmela, em parceria com o CIDEHUS – Universidade de Évora e o Campo Arqueológico de Mértola, contou com o apoio da Adega Cooperativa de Palmela, no âmbito do programa “Mecenas de Palmela”..
Foram três dias de trabalho intenso, com um programa e momentos de debate que sublinharam a pertinência destes encontros, que se revelaram determinantes para o desenvolvimento cientifico, possibilitando a partilha do conhecimento e a promoção da continuidade das investigações e de novos projetos.

As Jornadas integraram, também, um momento musical a cargo de Ana Pereira, investigadora em Gaita-de-Foles - instrumento musical muito ligado ao ciclo da agricultura - e a apresentação da coleção «Lisboa Romana | Felicitas Iulia Olisipo», que provém do projeto com o mesmo nome, com uma abrangência temática dedicada a vários aspetos do território e da sociedade olisiponense, ao qual Palmela se associou, através de uma parceria composta por 19 municípios.

Destaca-se, ainda, a apresentação da obra “O Sítio arqueológico da Gaspeia e a neolitização do território de Alvalade – Sado”, editada pelo MAEDS e AMRS, que contou com a presença do Dr. Rui Garcia, Presidente do Conselho Diretivo da AMRS.

26.06.2021 - 12:00

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.