Conta Loios

autarquias

Barreiro - Corte de trânsito na Av. Escola de Fuzileiros Navais
De 8 de julho a 11 de setembro

Barreiro - Corte de trânsito na Av. Escola de Fuzileiros Navais<br />
De 8 de julho a 11 de setembro <br />
. Prevendo-se a sua conclusão em 11 de setembro de 2019.

Atendendo à natureza dos trabalhos a realizar, durante o período de intervenção não é permitida a circulação automóvel na Av. Escola de Fuzileiros Navais, exceto veículos prioritários e de emergência e transportes públicos.

O acesso à área envolvente será garantido pela referida Avenida, através da Rua Dom João de Castro (sentido norte/sul), Rua de Pangim (sentido sul/norte) e da Rua Capitães de Abril, encontrando-se vedado o troço da Av. Escola de Fuzileiros Navais, entre estes arruamentos.

Na sequência da emissão do Alvará de Licenciamento de Obras de Construção nº 17/19, datado de 20/03/2019, em nome de LIDL & COMPANHIA, informa-se que, no dia 08 de julho de 2019 terá início a 2ª fase da intervenção a realizar na Avenida da Escola de Fuzileiros Navais, na Quinta das Canas, em Santo André, União das Freguesias do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena. Esta contempla a execução de obras de infraestruturas no subsolo, bem como a construção de uma rotunda na interseção da Av. Escola de Fuzileiros Navais com a Rua Dom Afonso de Albuquerque e com a Rua São Tomé e Príncipe, da referida União de Freguesias, prevendo-se a sua conclusão em 11 de setembro de 2019.

Atendendo à natureza dos trabalhos a realizar, durante o período de intervenção não é permitida a circulação automóvel na Av. Escola de Fuzileiros Navais, exceto veículos prioritários e de emergência e transportes públicos, de forma ainda a garantir a conclusão da obra antes do início do ano escolar 2019/20.
O acesso à área envolvente será garantido pela referida Avenida, através da Rua Dom João de Castro (sentido norte/sul), Rua de Pangim (sentido sul/norte) e da Rua Capitães de Abril, encontrando-se vedado o troço da Av. Escola de Fuzileiros Navais, entre estes arruamentos.

Serão implementados diversos painéis informativos no Concelho, de forma a sinalizar os constrangimentos existentes, bem como os percursos alternativos que poderão ser utilizados, de forma a que a circulação rodoviária ocorra com o menor impacto possível, direcionando-a para outras vias de circulação que permitam escoar o trânsito desta Avenida.
Durante o período indicado, o Município vai ainda alterar o sistema de circulação rodoviária existente, com a execução de duas rotundas, localizadas nos cruzamentos da Rua Capitães de Abril com a Rua do Jornal Heraldo e da Rua Dom Afonso de Albuquerque com a Rua do Jornal Heraldo, o que irá provocar constrangimentos acrescidos aos acima referidos, para os quais apelamos, desde já, à vossa compreensão.

ÁREA DE INTERVENÇÃO

Nesta 2ª fase de execução das obras de urbanização mencionadas, com início às 08h00 do dia 08 de julho e, previsível termo às 24h00 do dia 11 de setembro, irão ocorrer os seguintes condicionamentos e constrangimentos:

1. Na Av. Escola de Fuzileiros Navais:

. Será interdito o trânsito, sendo, contudo, garantido o acesso aos veículos prioritários e de emergência, e aos transportes públicos;

. Será ainda garantido o acesso condicionado aos residentes, para entrada e saída nas garagens existentes na referida Avenida, o qual deverá, preferencialmente, efetuar-se fora do período compreendido entre as 09h00 e as 18h00, tendo em conta que, neste horário, estarão a ser realizados trabalhos no local, que inviabilizam os acessos às garagens, exceto, contudo, situações urgentes que serão asseguradas no imediato;

. Será ainda permitido o acesso condicionado à Avenida, para cargas e descargas dos estabelecimentos comerciais existentes, entre as 08h00 e as 10h00 e as 18h00 e as 20h00, desde que seja utilizada a área criada para esse efeito, especificamente, e por um período máximo de 20m;

. Não serão permitidas cargas e descargas na Avenida, em contravenção do acima mencionado;

. Será criada uma passagem de peões temporária, através da pintura da passadeira e colocação da respetiva sinalização, em frente à Escola Secundária de Santo André.

2. Arruamentos circundantes à Av. Escola de Fuzileiros Navais:

. O acesso aos arruamentos envolventes será garantido pela Av. Escola de Fuzileiros Navais, através da R. Dom João de Castro (sentido norte/sul), R. de Pangim (sentido sul/norte) e da R. Capitães de Abril, encontrando-se vedado o respetivo troço da Avenida, entre estes arruamentos;

. Para assegurar o acesso à R. de Pangim, no sentido sul/norte, através da Av. Escola de Fuzileiros Navais, será alterado o sentido de trânsito existente;

. Não será permitido o estacionamento na R. Dom João de Castro, desde a interseção com a Avenida até à R. Nagar Aveli, de forma a permitir o acesso pleno aos veículos prioritários e de emergência, ao referido arruamento, em caso de urgência;

. Não será possível aos veículos prioritários e de emergência, nem aos transportes públicos, aceder à R. Dom Afonso de Albuquerque, a partir da Av. Escola de Fuzileiros Navais, de 24 de julho até 31 de agosto – o demais trânsito, na Avenida, está interdito, em qualquer período;

. Manter-se-á a interdição de trânsito na R. São Tomé e Príncipe, sendo, contudo, garantido o acesso restrito aos veículos prioritários e de emergência, bem como aos residentes da referida Rua, a partir da R. de Bissau e da R. de Luanda;

. Será garantido o acesso de emergência à Escola Secundária de Santo André, através do portão que confina com a R. de São Tomé e Príncipe.

3. Outros condicionamentos:

. A semaforização existente na Av. Escola de Fuzileiros Navais, estará intermitente;

. Estará ainda intermitente a semaforização existente na R. Capitães de Abril com a R. do Jornal Heraldo e na R. Dom Afonso de Albuquerque com a R. do Jornal Heraldo, de forma a alertar os condutores para os condicionamentos existentes na envolvente, garantindo a necessária circulação do tráfego automóvel que se prevê aumentar nestes cruzamentos, em especial, aquando da realização das duas rotundas, nestas interseções;

. Na área envolvente poderão existir outros constrangimentos de trânsito e/ou trânsito sujeito a demora, causados pela entrada e saída de veículos adstritos à obra.

4. Percursos alternativos:

O Município, em conjunto com o promotor da obra, cientes dos impactos que as obras irão provocar, provocando diversos condicionamentos e constrangimentos na circulação automóvel, procuraram minimizar os mesmos, através da colocação de diversa sinalética no Concelho, de forma a identificá-los, bem como os percursos alternativos que poderão ser utilizados.

Pretende-se, desta forma, garantir que a circulação rodoviária ocorra, com o menor impacto possível, direcionando-a, sempre que possível, para outras vias de circulação que não confluam com a área de intervenção, o que permitirá escoar o trânsito para outras zonas do Concelho.

Desta forma, serão colocados painéis informativos, nos seguintes locais:

. Junto às Rotundas do Continente, na Verderena;
. R. Calouste Gulbenkian, junto à rotunda dos Casquilhos;
Junto às instalações da empresa Covelo & Pinto, em Palhais;
. Na Quinta do Torrão, em Palhais, através do arruamento de acesso a Vila Chã.

Tal permitirá direcionar o trânsito para o IC21 / Sentido Barreiro-Centro (ou inverso) / Terminal e outras direções, aliviando as artérias envolventes à área de intervenção.
Sempre que necessário, será colocada sinalética a informar a existência de desvios.

03.07.2019 - 18:01

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.