Conta Loios

autarquias

Seixal com novo ciclo de desenvolvimento social e económico
Autarquia aprova o maior investimento da última década

Seixal com novo ciclo de desenvolvimento social e económico <br />
Autarquia aprova o maior investimento da última décadaForam hoje aprovados pela Câmara Municipal do Seixal as Grandes Opções do Plano (GOP) e o orçamento para 2020, num valor total de 105 055 000€, que vão permitir um aumento significativo da qualidade de vida e o desenvolvimento social e económico do concelho.

“Trata-se do orçamento municipal com maior investimento da última década, que permitirá concretizar um conjunto vasto de obras em equipamentos, espaços públicos ou infraestruturas, reforçando a oferta de serviços e a qualidade de vida que o concelho possui em áreas fundamentais como a educação, o apoio à 3.ª idade, a área social, o ambiente, a mobilidade e os transportes", afirmou Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal. O autarca acrescentou ainda que "este aumento do investimento decorre dos resultados líquidos positivos da Câmara Municipal do Seixal".
O investimento público para 2020 será superior a 25 milhões de euros dos quais se destacam:
- 5,5 milhões de euros para a requalificação e ampliação dos estabelecimentos de ensino do pré-escolar e ensino básico;
- 2,8 milhões de euros para o reforço do investimento na habitação social e ampliação da rede de apoio à 3.ª idade, com destaque para o lançamento do concurso para a construção do Centro de Dia do Casal do Marco, a Creche da Associação de Serviços Sociais dos Trabalhadores das Autarquias do Seixal, o apoio à construção dos lares de idosos de Fernão Ferro, Corroios, Pinhal de Frades e Casal do Marco, assim como o processo de realojamento de Vale de Chícharos;
- 3,1 milhões de euros para a requalificação e ampliação de equipamentos desportivos e culturais, com o início da construção do Centro Internacional de Medalha Contemporânea, em Arrentela, e o lançamento do concurso para a construção do Centro Cultural de Amora, na Cruz de Pau. Prevê-se também a conclusão da construção de equipamentos desportivos como a Piscina Municipal de Aldeia de Paio Pires, o Complexo Desportivo do Clube Associativo de Santa Marta do Pinhal, o Pavilhão do Portugal Cultura e Recreio e o Pavilhão Desportivo da Mundet, assim como a execução dos projetos do Pavilhão Municipal de Fernão Ferro;
- 1,7 milhões de euros na criação de novos espaços verdes e na promoção do meio ambiente, com destaque para a execução da segunda fase do Parque Urbano do Seixal, na Mundet; o lançamento da primeira fase do Parque Metropolitano da Biodiversidade na Verdizela (em Corroios); o lançamento do concurso para a construção do Parque Urbano de Miratejo e a implementação do Laboratório Vivo para a Descarbonização, com 17 projetos a desenvolver de forma integrada em torno da Baía do Seixal;
- 4 milhões de euros na remodelação da rede de abastecimento de água e no reforço de meios para a limpeza e higiene urbana, em que entrará em funcionamento o Centro Distribuidor de Água de Fernão Ferro e será lançado o concurso da obra de ampliação e requalificação do Centro Distribuidor de Água de Belverde. Destaque para a implementação de um novo modelo de higiene urbana, com novos equipamentos e circuitos e um novo modelo de recolha de resíduos urbanos biodegradáveis;
- 3,6 milhões de euros na área de mobilidade e transportes, com o desenvolvimento dos projetos para a construção do troço da alternativa à EN10 até Amora, assumindo a autarquia uma responsabilidade que deveria de ser do Governo. Destaque ainda para a participação de cerca de 2 milhões de euros na implementação do novo modelo de passe social intermodal e para o novo concurso da rede de transporte coletivo de passageiros que vai aumentar a oferta em 65% no concelho;
- 1,2 milhões de euros no apoio às forças humanitárias e cerca de 0,7 milhões na área do bem-estar animal, com o lançamento do projeto do novo Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia do Seixal.
Na área da saúde, a autarquia vai continuar a defender os direitos dos cidadãos a cuidados de saúde dignos e a exigir a construção do hospital no Seixal, assim como a construção dos novos centros de saúde de Foros de Amora, Amora e Aldeia de Paio Pires e a requalificação e alargamento dos centros de saúde de Pinhal de Frades e Fernão Ferro. A autarquia assumirá a construção dos espaços exteriores do novo Centro de Saúde de Corroios e os acessos principais e infraestruturas exteriores ao hospital no Seixal.
A autarquia vai também conseguir, pelo 5.º ano consecutivo, voltar a baixar a taxa de IMI e continuar a garantir a fatura da água mais baixa de todos os municípios das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, possibilitando ainda aos agregados familiares com menores recursos o acesso à água em condições especiais.

Fonte - CMS

03.11.2019 - 17:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.