Conta Loios

autarquias

Palmela - Município e famílias celebram sucesso escolar
Entrega de bolsas de estudo

Palmela - Município e famílias celebram sucesso escolar<br />
Entrega de bolsas de estudo O Presidente da Câmara Municipal de Palmela, Álvaro Balseiro Amaro, realçou que «o investimento na educação não pode ser só do ponto de vista material» e, por isso, o Município «tem procurado ter discriminações positivas, até acima de alguns benefícios que a lei concede».

As/os 21 alunas/os contempladas/os, neste ano letivo, com as bolsas de estudo atribuídas pela Câmara Municipal de Palmela receberam, no dia 12 de fevereiro, os certificados de bolseira/o. Este momento simbólico de celebração do sucesso escolar juntou estudantes e famílias no Centro de Recursos para a Juventude de Pinhal Novo.

Em 2019/2020, o Município atribui bolsas de estudo a nove estudantes do Ensino Superior (no valor de 1.000€ cada), 10 do Ensino Secundário (no valor de 500€ cada) e dois dos CET - Cursos de Especialização Tecnológica - Pós Secundário (no valor de 750€ cada), num total de 15.500€. Ao todo, foram recebidas 35 candidaturas (18 do Ensino Secundário, 15 do Ensino Superior e duas dos CET). Esta é uma medida de apoio às/aos alunas/os do concelho que comprovem dificuldades económicas (cujo rendimento per capita do agregado familiar seja igual ou inferior ao salário mínimo nacional em vigor no início do ano letivo) e com reconhecido aproveitamento escolar que, de outra forma, teriam dificuldade em prosseguir os estudos.

O Presidente da Câmara Municipal de Palmela, Álvaro Balseiro Amaro, realçou que «o investimento na educação não pode ser só do ponto de vista material» e, por isso, o Município «tem procurado ter discriminações positivas, até acima de alguns benefícios que a lei concede». É o caso da oferta de cadernos de atividades, dos transportes escolares ou do projeto “Aprender a Nadar”, que abrangem o 1.º ciclo. O Município entendeu que «era hora de dar um incentivo a alunos de outros níveis de ensino», daí a criação do Regulamento Municipal de Atribuição das Bolsas de Estudo, que começou a ser aplicado no ano letivo 2018/2019.

O Regulamento prevê que, por ano, a Câmara Municipal atribua até 30 bolsas (10 em cada um destes níveis de ensino), sendo que cada aluna/o pode beneficiar da bolsa uma única vez, em cada ciclo de ensino. Álvaro Balseiro Amaro revelou que está prevista uma alteração ao Regulamento, para permitir que, caso não se esgotem as 10 bolsas num dos níveis de ensino, as restantes possam ser atribuídas a estudantes de outro nível, porque «este dinheiro tem que chegar às famílias e jovens do concelho».

O Presidente aproveitou ainda a ocasião para apelar a estas famílias que passem a palavra, porque «há muitas pessoas que ainda não conhecem este mecanismo de apoio», e que apresentem sugestões de outras medidas de apoio.

14.02.2020 - 22:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.