Conta Loios

autarquias

Greve na AMARSUL no permite que a recolha
Dos resduos urbanos do Seixal sejam depositados no Aterro Sanitrio

Greve na AMARSUL no permite que a recolha <br />
Dos resduos urbanos do Seixal sejam depositados no Aterro Sanitrio Desta forma, a Cmara Municipal do Seixal apela aos municpes para depositarem o seu lixo em contentores cuja capacidade ainda o permita, evitando depositar lixo nos contentores j cheios, de modo a prevenir acumulao de resduos na via pblica, bem como eventuais problemas de sade pblica que da possam advir.

A greve dos trabalhadores da AMARSUL, que se iniciou a 29 de novembro e que ir decorrer at ao dia 3 de dezembro de 2021, no permite que as viaturas de recolha de resduos do municpio do Seixal depositem o lixo no Aterro Sanitrio.
Desta forma, a Cmara Municipal do Seixal apela aos municpes para depositarem o seu lixo em contentores cuja capacidade ainda o permita, evitando depositar lixo nos contentores j cheios, de modo a prevenir acumulao de resduos na via pblica, bem como eventuais problemas de sade pblica que da possam advir.
O presidente da Cmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, refere que " os servios da Cmara Municipal do Seixal esto preparados para proceder regularizao da recolha de resduos urbanos, assim que a situao na AMARSUL se encontre normalizada".

Importa referir que a AMARSUL a empresa responsvel pelo tratamento e valorizao dos resduos urbanos dos concelhos do Seixal, Sesimbra, Barreiro, Setbal, Moita, Montijo, Palmela, Almada e Alcochete e que em julho de 2015 foi privatizada, por deciso do Governo, e passou a integrar o grupo Mota-Engil, deciso contestada pelas cmaras municipais da regio e que tem sido prejudicial ao servio pblico, s populaes e aos seus trabalhadores.

O Municpio do Seixal tem manifestado a sua oposio relativamente ao deficiente funcionamento da AMARSUL e gesto do sistema de recolha de resduos, uma vez que a empresa deixou de realizar os investimentos necessrios, degradando a prestao do servio s populaes, o que por demais evidente com o Aterro Sanitrio do Seixal, que se encontra esgotado, sem que esta empresa mostre sinais de preocupao ambiental, ao mesmo tempo que aumenta as tarifas cobradas aos municpios e s populaes.

01.12.2021 - 18:03

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notcias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright 2002-2022 Todos os direitos reservados.