Conta Loios

autarquias

Vereador da Câmara Municipal Barreiro, Rui Pedro Pereira
«As pessoas sintam o Barreiro como um município seguro»
. CMB doa à PSP duas bicicletas

Vereador da Câmara Municipal Barreiro, Rui Pedro Pereira <br />
«As pessoas sintam o Barreiro como um município seguro»<br />
. CMB doa à PSP duas bicicletas<br />
<br />
Decorreu, esta manhã de terça-feira, 2 de agosto, nas instalações da PSP – Divisão Policial do Barreiro, a sessão de entrega de duas bicicletas, momento que contou com a presença do Vereador da Câmara Municipal do Barreiro, responsável pela Divisão de Sustentabilidade Ambiental e Eficiência Energética, Rui Pedro Pereira, e do Comandante da Divisão Policial do Barreiro, Reinaldo Canado. Estes velocípedes, doados pelo Município, refira-se, são determinantes para o patrulhamento de proximidade.

Na ocasião, o Vereador salientou a importância do “patrulhamento de proximidade” e o contributo das ciclo-patrulhas para que “as pessoas sintam, cada vez mais, o Barreiro como um município seguro”.

“A breve prazo, vamos iniciar o patrulhamento velocipédico aqui na cidade do Barreiro”, informou o Comandante da Divisão Policial do Barreiro. “Este é mais um sinal que as instituições existem para servir”, referiu, ainda, sublinhando a parceria CMB/PSP.

De acordo com o Protocolo que fundamenta este ato, “a PSP, através do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade e das Ciclo-Patrulhas, tem como objetivos prioritários:
a) Aperfeiçoar e especializar a prevenção da criminalidade;
b) Melhorar os padrões de eficácia da atuação policial de forma a, por um lado, desenvolver uma relação próxima com os cidadãos e comunidade local e, por outro, combater os fenómenos criminais que provocam maior alarme social;
c) Promover a confiança dos cidadãos e a credibilidade junto do público, com base num relacionamento próximo entre a Polícia e a comunidade;
d) Desenvolver parcerias, potenciar sinergias e a cooperação com a comunidade e orientar o serviço policial para o cidadão, consolidando a abertura da PSP à sociedade;
e) Promover a cidadania, apostando na formação para a segurança da comunidade, em especial dos jovens;
f) Adequar os projetos às realidades locais, às necessidades dos cidadãos, contexto sócio criminal e características demo-urbanísticas da freguesia;
g) Aumentar o sentimento de segurança e reduzir a criminalidade, em especial os crimes de rua e os crimes relacionados com o consumo/tráfico de estupefacientes.”

Fonte - CMB

02.08.2022 - 17:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.