Conta Loios

autarquias

Maior orçamento alguma vez apresentado pelo Município do Barreiro
Para 2023 no valor de 82,5 milhões de euros sendo 16 milhões referentes aos TCB

Maior orçamento alguma vez apresentado pelo Município do Barreiro<br />
Para 2023 no valor de 82,5 milhões de euros sendo 16 milhões referentes aos TCB O documento referente às Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2023 da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), foi aprovado, em reunião pública de Câmara, a 23 de novembro, no valor total de 82,5 milhões de euros, dos quais 16 milhões são referentes aos Transportes Colectivos do Barreiro (TCB).

“O maior orçamento alguma vez apresentado” pelo Município do Barreiro, segundo explicou o Presidente da CMB, Frederico Rosa, “fortemente influenciado pelas verbas do PRR-Programa de Recuperação e Resiliência, pela descentralização nas áreas da educação, saúde e ação social, pelos restantes financiamentos externos, acordos de cooperação e financiamento com a Administração Central e pelos investimentos efetuados pelo próprio orçamento”.

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano de 2023, visam dar continuidade à política de investimentos que têm sido desenvolvidos ao longo dos últimos cinco anos e para o próximo ano em particular, dar corpo a todo o trabalho de planeamento efetuado que quer aproveitar a oportunidade dada pelo PRR para o desenvolvimento do Concelho do Barreiro.

Em traços gerais o autarca explicou os principais pontos das opções tomadas. O orçamento irá dar início ao Projeto das Comunidades Desfavorecidas, projeto com grande impacto na Zona do Alto do Seixalinho. Irá, igualmente, permitir avançar de forma definitiva, com a obra do Centro de Saúde do Alto Seixalinho / Escavadeira, assim como, com a Reabilitação do Bairro Alves Redol. O executivo vai ainda avançar com a requalificação do espaço público e infraestruturas no Barreiro Velho, com a requalificação da Caldeira Grande de Alburrica, concluir a empreitada do Armazém de Víveres, do Moinho de Maré Grande de Alburrica, e a Urbanização da Quinta das Canas. Ao nível da mobilidade do Concelho, a rotunda da Miguel Bombarda com a Av. do Bocage será uma realidade assim como, a construção da rotunda de Santo António da Charneca.

Em cima da mesa para concretização está também a aquisição do Antigo Tribunal, do Teatro Cine e do edifício e espaço envolvente às Instalações Operacionais, onde se espera concluir a transferência definitiva de todos os trabalhadores do antigo “Nicola”, encerrando, definitivamente, este problema e proporcionado melhores condições de trabalho a todos os trabalhadores operacionais.
A aposta que tem sido feita na educação, cultura, desporto, associativismo, património cultural e turismo é para continuar, assim como o foco na melhoria contínua da Higiene Urbana e na rede de águas e saneamento, com o lançamento das bases para a construção de um novo furo.

“Temos consciência do muito que nos espera e das responsabilidades que temos em mãos, no entanto, ao longo destes anos temos dado provas da nossa capacidade de concretização. Temos uma oportunidade definitiva de desenvolver o Concelho, mas com empenho, dedicação e profissionalismo de todos (eleitos e trabalhadores da autarquia), não a iremos desperdiçar. O Barreiro merece que assim seja. O Barreiro não pode e não irá parar”, concluiu Frederico Rosa.

Fonte - CMB

26.11.2022 - 17:18

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2023 Todos os direitos reservados.