autarquias

MOITA - Eleitos CDU na União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Criticam instabilidade no executivo da junta de freguesia

MOITA - Eleitos CDU na União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira<br />
Criticam instabilidade no executivo da junta de freguesia Os eleitos da CDU na União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, em Declaração politica comentam o que classificam de instabilidade no executivo da junta de freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira.

Declaração politica

Instabilidade no executivo da junta de freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
O funcionamento do executivo da Junta de Freguesia da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira neste mandato tem-se pautado pela instabilidade. Desde a sua eleição com o incumprimento da Lei da Paridade pois em 6 vogais apenas tinha uma mulher, o que contraria o princípio de que a representação de cada um dos sexos em qualquer órgão de decisão da vida política ou pública, não deva ser inferior a 40%, à sessão de Assembleia de Freguesia da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira com o objectivo de legalizar o executivo que não cumpria a lei em mais de dois meses. No entanto, eis que a coligação PS, Merecemos Mais (CDS e PSD) e BE apresenta uma solução ardilosa, mantendo um mesmo executivo que contraria o espirito da lei da Paridade, já que dentro da composição da Assembleia de Freguesia eleita seria perfeitamente possível construir um executivo com uma composição paritária.

Posteriormente e para a senhora presidente da junta de freguesia assumir funções na Assembleia da República deixando de estar em permanência nas freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, passaram a estar dois vogais a tempo inteiro na junta, sacrificando uma parte significativa do orçamento da autarquia.

No mês de novembro de 2023 ocorreu mais uma mudança. O Vogal do Movimento Associativo sai por questões pessoais em pleno processo de despejo de duas coletividades das suas sedes (algo inédito no concelho da Moita a Associação Cultural Desportiva e Recreativa do Vale da Amoreira e Associação de Solidariedade Cabo-Verdiana dos Amigos da Margem Sul do Tejo) e com registos de muitas associações e coletividades que desde o início do mandato não receberam qualquer apoio.

É preciso mudar a sério e exigir respeito pelas regras democráticas e pelas instituições.
É mesmo preciso gostar da nossa terra!

Vale da Amoreira, 17 de novembro de 2023
Os eleitos da CDU

23.11.2023 - 15:25

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2024 Todos os direitos reservados.