Conta Loios

postais

Carlos Moreira, Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários do Barreiro
Concretizar remodelação do quartel

Carlos Moreira, Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários do Barreiro <br />
Concretizar remodelação do quartel<br />
. 90 anos de prestação de serviço às populações do Barreiro

Hoje à tarde, no decorrer da cerimónia da tomada de posse, Carlos Moreira, Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários do Barreiro - Corpo de Salvação Pública, lançou o repto às entidades públicas presentes, para ajudarem a concretizar o objetivo de remodelação do quartel, de forma a melhora as condições de trabalho e acomodação dos bombeiros e aumentar a capacidade de intervenção.

Carlos Moreira, Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários do Barreiro - Corpo de Salvação Pública, na tomada de posse dos Corpos Sociais, para triénio 2019/2021, sublinhou que – “iniciamos hoje uma trajetória que normalmente se irá prolongar nos próximos três anos, e que, sendo um começo, já é fruto de um trabalho aturado para a construção de um programa de ação para o crescimento e desenvolvimento da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública.”

Honrar a nossa associação

Sublinhou que, o programa de ação que teve o contributo de todos os membros destes corpos sociais, um programa que contou com a participação de inúmeros sócios que fizeram propostas para o nosso progresso.
«Estamos aqui hoje para honrar a nossa associação, dando o nosso contributo para a sua continuidade, mas permitam-me dizer que, estamos aqui porque existem e existiram muitos homens e muitas mulheres, que querem e quiseram ser Bombeiros e Bombeiras, que quiseram dar de si para a proteção de todos nós, dando “Vida Por Vida”», disse.
“Estamos aqui hoje, também, porque centenas, quiçá milhares de homens e mulheres se voluntariaram para ser dirigentes desta nossa casa, dando do seu tempo para a construção e continuidade deste projeto altruísta”, acrescentou.

90 anos de prestação de serviço às populações do Barreiro
.
Carlos Moreira, agradeceu aos Bombeiros e Bombeiras, assim como aos dirigentes, que contribuíram para iniciar e dar continuidade ao nosso projeto.
“A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública aproxima-se orgulhosamente de fazer 90 anos de prestação de serviço às populações do Barreiro e sempre que chamados, à população do distrito de Setúbal e do Território Nacional”, salientou.
Referiu que o Corpo de Bombeiros – “são homens e mulheres, que com abnegação e espírito de missão, diariamente participam positivamente, ajudando e resolvendo situações, na vida das populações, entrando nas nossas vidas como amigos.”

Criar melhores condições de intervenções aos nossos Bombeiros

“Neste início de mandato reconheço o empenho do nosso Corpo de Bombeiros e do seu Comando, que permite, não só, ações próprias adstritas aos Bombeiros, mas também, quando a isso chamados, igualmente contribuírem como no passado recente para melhorias substanciais nas nossas instalações.
Os nossos bombeiros merecem que, tudo possamos fazer, em estreita ligação com o Comando, para melhorar a sua possibilidade de intervenção junto das populações.
É para criar melhores condições de intervenções aos nossos Bombeiros, que já prestam um excelente serviço às populações, que cá estamos e que queremos e iremos trabalhar”, disse o Presidente da Direcção.

Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual para todo o Corpo de Bombeiros

“Não partimos de uma base nula, pois muito foi feito antes de nós e reconhecemos que muito foi feito pela direção da Associação nos últimos três anos, nomeadamente, do ponto de vista financeiro, que permitiu, entre outros, o cumprimento atempado dos pagamentos salariais, que iremos manter, mas também, na melhoria das condições de intervenção do nosso Corpo de Bombeiros, permitindo-nos aqui referir a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual para todo o Corpo de Bombeiros, a aquisição de um novo veículo de Comando, o novo protocolo com aquisição de ambulância INEM, uma panóplia de reparações em viaturas e equipamentos operacionais e a transformação da Equipa de Intervenção Permanente de Iniciativa Municipal em Equipa de Intervenção Permanente da ANPC”, sublinhou Carlos Moreira.

Concretização da remodelação do nosso quartel

“Neste último triénio, também, foram dados passos institucionais para que seja possível a concretização da remodelação do nosso quartel e a este propósito, lanço o repto às entidades públicas aqui presentes, que nos possam ajudar a concretizar este objetivo.
A remodelação do quartel melhorará as condições de trabalho e acomodação dos nossos bombeiros, melhorará as condições para a formação de novos bombeiros e permitirá, finalmente, como primeiro propósito, aumentar a nossa capacidade de intervenção”, sublinhou.

Novos protocolos em benefício de todos os associados

O novo presidente da Direcção sublinhou – “iremos continuar o trabalho dos Corpos Sociais que terminam o seu mandato no final do ano de 2018.”
Neste contexto colocou alguns objectivos que pretende concretizar ao longo dos próximos três anos, com o apoio dos associados e dos bombeiros, nomeadamente – “melhorar a divulgação do trabalho desenvolvido pelos nossos bombeiros, ao serviço da população e da sua proteção”, e, “criar condições para que todos os associados conheçam o trabalho desenvolvido pela associação, bem como, estabelecer novos protocolos em benefício de todos os associados”

Mais mil novos associados

Carlos Moreira, referiu igualmente a vontade de – “continuar a trabalhar para que seja possível a concretização da remodelação do quartel, estabelecendo melhorias de trabalho e vivência aos nossos bombeiros”, assim como, “criar condições para ter mais mil novos associados no mandato e aumentar a taxa de cobrança efetiva nos atuais associados”.

Dotar o Corpo de Bombeiros de meios adequados ao desempenho das suas tarefas

Salientou a importância de – “continuar a dotar o Corpo de Bombeiros de meios adequados ao desempenho das suas tarefas de socorro a pessoas e proteção de bens materiais”, e, também, “continuar os trabalhos para adquirir os veículos VSAE – veículo de socorro e assistência especial e VUCI – veículo urbano de combate a incêndio, dando continuidade à renovação da frota operacional, bem como proceder à aquisição de um ABTD -veículo de transporte de doentes, especialmente vocacionado para o serviço aos nossos associados”.

Mais e melhor formação

Carlos Moreira, considerou a necessidade de – “projetar o trabalho dos bombeiros, com mais e melhor formação, permitindo o atingir de um grau de operacionalidade superior, adequado às exigências resultantes do avanço tecnológico e das alterações climáticas, em ligação direta com o Comando e o Corpo ativo”, e, também “elevar o nível de eficácia e eficiência dos serviços administrativas, para melhor servir os associados e o Corpo de Bombeiros”.

Prestar serviços de formação na área da proteção das populações

“Criar condições para que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública possa prestar serviços de formação na área da proteção das populações, bem como, a criação de uma central de alarmes de incêndio”, disse.
“Contribuir para o estreitar de relações de cordialidade e cooperação com as instituições que estão diretamente envolvidas na Proteção Civil das, nomeadamente, autarquias locais, associações de bombeiros, forças de segurança e demais agentes sociais”, acrescentou.

Identidade própria, autonomia e independência

O presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública, referiu a vontade, manter a “identidade própria, autonomia e independência, trabalhando em ligações com as instituições públicas, com todos os corpos de Bombeiros, com as estruturas distritais e nacionais de Bombeiros, para garantir a proteção de pessoas e bens”.

VER FOTOS

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10155904885422681

05.01.2019 - 23:23

Imprimir   imprimir

PUB.

PUB.





Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design. Fotografia e Textos: Jornal Rostos.
Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.