Conta Loios

postais

Na Câmara Municipal do Barreiro não existe consenso
Sobre o nome a atribuir à embarcação tradicional «Muleta»

Na Câmara Municipal do Barreiro não existe consenso <br />
Sobre o nome a atribuir à embarcação tradicional «Muleta». A última «Muleta» conhecida remonta a 1890

Estão para ser motivo de votação três nomes para designação da «Muleta» – «Srª do Rosário», «Muleta do Barreiro» e «Álvaro Velhos».
Não existe consenso entre os autarcas por essa razão o assunto volta de novo à reunião de Câmara que vai realizar-se até ao final de Agosto.

Na reunião da Câmara Municipal do Barreiro, realizada hoje, na ordem de trabalhos voltou a ser introduzido um ponto relativo à designação do nome da embarcação tradicional «Muleta».
Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, referiu que a proposta de atribuição do nome tem que ser aprovada “impreterivelmente” até ao final de Agosto, remetendo para a aprovação na reunião agendada para o final de Agosto, caso nesta reunião não se chegasse a consenso sobre uma das três propostas que estão para decisão final.

Obter consenso compete ao presidente

Rui Lopo, CDU, salientou que era da competência do presidente promover reuniões para se chegar a consensos, e , “não se fez nenhuma reunião", estando perante a incapacidade colectiva de se votar, para se obter - “consenso cabe-lhe a si”, disse.

«Muleta do Barreiro» é mau demais

Bruno Vitorino, PSD, recordou que estão para ser motivo de votação três propostas – «Srª do Rosário», «Muleta do Barreiro» e «Álvaro Velhos».
Na opinião do autarca social democrata a proposta «Muleta do Barreiro», não faz sentido porque a embarcação tem referenciado que é do «Barreiro» e é uma «muleta», considerou que este nome – “é mau demais”.
Nesse sentido sugeriu que se votasse uma proposta que eliminasse um nome dos três propostos, para que na próxima reunião fosse votado o nome entre duas opções, ou que existisse um consenso.

Sem conversar é difícil chegar a consenso

Sofia Martins, CDU, sublinhou que desde que este assunto esteve na ordem de trabalhos numa reunião de Câmara, “nunca conversámos”, por isso sem conversar é difícil – “chegar a consenso”.
Expressou a sua concordância com Bruno Vitorino que se eliminasse um nome de forma a ficarem apenas dois para votar na próxima reunião – “sim, deve ser retirada” a propostas «Muleta do Barreiro», afirmou.

Não estou de acordo

Frederico Rosa, encerrou o assunto, salientando apenas– “não estou de acordo”, disse. Expressando desta forma a sua discordãncia em relação ás proposta de Bruno Vitorino e Sofia Martins.
Assim, a proposta foi retirada da ordem de trabalhos. Perante tal,não houve qualquer votação, nem mais discussão sobre o assunto.

A última «Muleta» conhecida remonta a 1890

A proposta de atribuição de designação do nome da embarcação tradicional «Muleta», vai de novo ser agendada para a próxima reunião da Câmara Municipal do Barreiro, no final do mês de Agosto.
Entretanto, de acordo com informação que obtivemos, consta que a partir de finais de Setembro, caso todo o processo de regularização da embarcação esteja concluído, de novo uma embarcação «Muleta» vai voltar a navegar no Tejo.
Recorde-se que a última «Muleta» conhecida a navegar no Tejo, remonta a 1890.

VER FOTOS

https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10156246751242681

07.08.2019 - 23:44

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.