Conta Loios

postais

Aprovado protocolo para criação de «Café Memória» no Barreiro
Votos favoráveis do PS e PSD e a abstenção da CDU

Aprovado protocolo para criação de «Café Memória» no Barreiro<br />
Votos favoráveis do PS e PSD e a abstenção da CDU<br />
Sara Ferreira, vereadora responsável pela área dos Assuntos Sociais, ontem na reunião da Câmara Municipal do Barreiro, apresentou uma proposta de protocolo que envolve diversas entidades e a Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, que visa a implementação do projecto «Café Memória» no concelho.

De referir que o «Café Memória» é um projecto que existe desenvolvido um pouco por todo o país tendo por objectivo apoiar pessoas com problemas de memória ou demência, os respectivos cuidadores com o apoio de profissionais de saúde ou de acção social.

Redução do isolamento social das pessoas com demência

Os encontros do Café Memória irão realizar-se em sessões de carácter mensal em estabelecimentos comercias do concelho, visando melhorar a qualidade de vida e redução do isolamento social das pessoas com demência.
O protocolo implica um valor anual de 3.500 euros, no primeiro ano; 2.500 euros, no segundo ano; e 500 euros no terceiro ano e anos subsequentes. As verbas serão repartidas entre a Câmara Municipal do Barreiro e a Santa Casa da Misericórdia do Barreiro.

Uma boa ajuda para a Santa Casa da Misericórdia do Barreiro

Alexandra Silvestre, CDU, considerou a ideia excelente e sobre o protocolo nada tinha a acrescentar, no entanto, salientou que sendo um dos parceiros a SONAE, que podia no que diz respeito a divulgação desonerar a autarquia – “a SONAE criou a marca” – mas a Câmara é que tem que fazer tudo, por outro lado, salientou que este projecto sendo desenvolvido na Santa Casa da Misericórdia, e, a manter-se vai ser positivo, porque a associação Alzheimer, tem bons técnicos nesta área que podem ser uma boa ajuda – “a Santa Casa tem mitos utentes nesta área”, disse.

Votos favoráveis do PS e PSD e a abstenção da CDU

Sara Ferreira, salientou que, percebendo a posição de Alexandra Silvestre, a marca é da SONAE e se queremos ter o projecto no Barreiro, são estas as condições.
Referiu que são nos técnicos da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro que vão receber formação para implementar o projecto e, certamente, com isso irão beneficiar os utentes da Santa Casa.
A proposta foi aprovada com os votos favoráveis do PS e PSD e a abstenção da CDU.

08.08.2019 - 16:31

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.