Conta Loios

postais

Barreiro – Caiu o muro na Praia da Quinta de Braamcamp
Agora é um espaço ao serviço da comunidade

Barreiro – Caiu o muro na Praia da Quinta de Braamcamp<br />
Agora é um espaço ao serviço da comunidade<br />
Hoje, pode falar-se em Praia da Quinta de Braancamp porque a autarquia comprou a quinta, e, na verdade, são muitos os barreirenses que utilizam aquele recanto da Quinta, prolongando a Praia de Alburrica para lá do muro.
O muro aqui também caiu.

E, dou comigo a pensar, se existem razões para que esta zona da Quinta de Braamcamp, que liga Alburrica ao Mexilhoeiro, faça parte de um qualquer negócio de venda da Quinta.

Foi um longo caminho percorrido, um tempo que muito trabalho realizado passou ao lado, porque eram obras de subsolo. Redes de saneamento por todo o concelho, nuns sitios para acabar com fossas, noutros para criar sistemas separativos entre pluviais e domésticos. A estação de tratamento pensada no âmbito de uma estratégia global, com debates políticos acessos, entre opções de valorização do Poder Local, ou de aceitar a liderança do Poder Central.
Lá arrancou, no decorrer da gestão de Emidio Xavier e, nos dias de hoje, é estruturante em todo o sistema de tratamento do concelho do Barreiro, incluindo a área territorial do Parque Empresarial da Baía do Tejo, e, ainda este ano na zona rural do concelho das AUGI’s.
Existem ainda, situações pontuais por resolver, que resultam de existirem ligações directas rede de esgotos ao sistema pluvial, de prédios na zona da Avenida do Bocage e na zona da Recosta que, pela informação existente ainda não foram identificados

Foi este trabalho de décadas que contribuiu para que, nos últimos quatro anos as análises das águas na Praia de Alburrica, projectem indicadores que podem ser um conjunto de resultados que permitem apresentar, pela Câmara Municipal do Barreiro a candidatura visando a classificação da Praia de Alburrica como Praia Fluvial.

Pode dizer-se que o Barreiro, se tudo continuar por este caminho, é uma cidade que tem, sem dúvida, o privilégio de ter uma «praia fluvial» localizada bem dentro do centro da cidade, numa zona com uma paisagem única sobre Lisboa, numa área que é uma autêntica reserva natural, que pode e deve estar ligada entre si, por passadiços ( já iniciados e construídos em Alburrica) e que devem ser construídos para ligar Alburrica ao Mexilhoeiro.
E, sobre esta possibilidade nem colhem os argumentos de dificuldades financeiros. Se executivos anteriores, com situação financeira mais débil, avançaram com os passadiços de Alburrica, muito mais pode o actual executivo. E nem vale a pena estar com as conversas que agora há ouro. Há o que há, e, sem dúvida, há mais, muito mais, que outros tiveram, em todos os mandatos PS e CDU.

Mas, tudo isto veio a propósito de una visita que fiz a Alburrica e reparei que agora, passa despercebida, mas existe mais uma praia – a Praia da Quinta de Braamcamp, que liga Alburrica ao Mexilhoeiro.
E, estava a ali, a olhar aquele muro da Quinta de Braamcamp, que separa a Quinta da Praia de Alburrica, e pensei, de facto outrora ali ninguém entrava, aquele sitio era uma propriedade privada.
Hoje, pode falar-se em Praia da Quinta de Braancamp porque a autarquia comprou a quinta, e, na verdade, são muitos os barreirenses que utilizam aquele recanto da Quinta, prolongando a Praia de Alburrica para lá do muro.
O muro aqui também caiu.

E, dou comigo a pensar, se existem razões para que esta zona da Quinta de Braamcamp, que liga Alburrica ao Mexilhoeiro, faça parte de um qualquer negócio de venda da Quinta.
Se este hoje é um território municipal, de domínio público, ao serviço da comunidade, porque razão, transformá-lo em domínio privado, e, ser necessário num qualquer caderno de encargos deixar definidas as condições de uso pela comunidade.

Este recanto da Quinta de Braamcamp, onde, também o muro caiu, não tem justificação de entrar num processo de venda. A Praia da Quinta de Braamcamp deve continuar a ser da comunidade.
E o argumento de custos de requalificação não colhe. Bastava quase usar as verbas que ainda estão disponíveis em fundos europeus para o concelho do Barreiro.

Foi isto que me ocorreu ao passear num dia de Agosto na Praia da Quinta de Braamcamp.
Divirtam-se. Até já!

S.P.

VER FOTOS
https://www.facebook.com/pg/jornalrostos/photos/?tab=album&album_id=10156372981612681 />

26.08.2019 - 18:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.