Conta Loios

postais

Barreiro - Monumento aos Dadores de Sangue
Vai voltar à «Avenida da Praia» com um novo projecto do escultor «Camarro»

Barreiro - Monumento aos Dadores de Sangue<br />
Vai voltar à «Avenida da Praia» com um novo projecto do escultor «Camarro»<br />
Está de parabéns o executivo municipal por, ao fim de mais de uma década, depois de um acto de vandalismo, de novo erguer naquele espaço público, um monumento aos Dadores de Sangue.

Perde-se na memória, a colocação de um monumento simbólico, ali, na «Avenida da Praia», onde era prestada um justa homenagem aos voluntários dadores de sangue, que com um pequeno gesto dão um contributo para salvar vidas.

Era um monumento simples, criado pelo escultor Camarro – uma gota de sangue em mármore. Um monumento simples, assim como de simplicidade te sido feita a história do Grupo de Dadores de Sangue do Barreiro. Discretos. Caminhando fazendo, dando um contributo para salvar vidas e fazer um mundo melhor.

Não recordo se o monumento foi colocado no final da gestão de Emidio Xavier, ou se foi no primeiro mandato da gestão de Carlos Humberto.
Foi justa a homenagem prestada num dia de aniversário, em Junho.

Pouco tempo passado, numa noite de vapores entusiasmados que motivam à realização pessoal pela destruição do património colectivo, aquela gota de sangue, simples e fraterna, foi destruída por acto de vandalismo.
Ali ficou, a base do monumento que mais parecia o resto de uma lápide de um cemitério. Passaram anos e anos. Não houve um gesto que motivasse a decisão de reconstruir o monumento.

Hoje, pela manhã, como acontece em muitos sábados, estava ali a tomar o meu café na esplanada dos Dadores de Sangue. Um local com uma vista para o Tejo esplêndida, quando, senti uma mão tocar no meu ombro. Olhei e vi aqueles olhos sorridentes e dizer: “Olha o Sousa Pereira!”
Levantei-me e abracei o Camarro. Um escultor e artista plástico do Barreiro, que não o via há décadas.
“Ia a passar por aqui. Olhei e vi-te. Disse para a minha mulher, está ali o Sousa Pereira. Tinha que parar para te cumprimentar”, disse.

Foi uma agradável surpresa. Soube que tem estado ausente em Inglaterra e, agora, optou por regressar a Portugal.
Apontei para o local do monumento, onde está a decorrer uma intervenção.
Foi então que soube, pelo próprio autor, que de novo vai ser colocado um monumento no mesmo local, para homenagear os dadores de sangue.
Gostei de saber que isso ia acontecer, que de novo, ali, na Avenida da Praia, voltava a estar patente um monumento de homenagem ao que dão por amor ao próximo. E gostei que seja de novo um monumento criado pelo meu amigo Camarro.

Está de parabéns o executivo municipal por, ao fim de mais de uma década, depois de um acto de vandalismo, de novo erguer naquele espaço público, um monumento aos Dadores de Sangue.

S.P.

19.10.2019 - 22:23

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2019 Todos os direitos reservados.