Conta Loios

postais

Barreiro – Na Baía do Tejo instalação de empresa farmacêutica
Indústria visa utilização de cannabis para fins medicinais

Barreiro – Na Baía do Tejo instalação de empresa farmacêutica<br>
Indústria visa utilização de cannabis para fins medicinais . Vão ser criados 50 postos de trabalho qualificados

Na última reunião da Câmara Municipal do Barreiro foi aprovada a proposta de alteração e legalização de edificio na Baía do Tejo, destinado à instalação de uma empresa da área farmacêutica, uma indústria não poluente, que visa o tratamento de cannabis para fins medicinais.

Rui Lopo, CDU, sublinhou que esta empresa vai ocupar uma área significativa do território da Baía do Tejo, numa zona, onde, recordou, no estudo que existia para requalificação, previa-se outro tipo de utilização do solo.

No debate do projecto, foram abordadas matérias sobre os impactos na zona onde o mesmo vai ser implantado.
Na opinião de Sofia Martins, este projecto vai colocar em causa todos os procedimentos e objectivos definidos no Plano de Urbanização de Desenvolvimento da Quimiparque que mereceu o acordo unânime, que existia para aquela zona do território da Baía do Tejo.
A autarca classificou de incorrecto alterar-se o que estava previsto, e, com esta proposta vão alterar-se os pressupostos do Plano de Urbanização.

Rui Lopo, CDU, sublinhou que esta empresa vai ocupar uma área significativa do território da Baía do Tejo, numa zona, onde, recordou, no estudo que existia para requalificação, previa-se outro tipo de utilização do solo.
O autarca sugeriu que esta empresa pudesse ocupar outras zonas do território, apontando as zonas da UFA, ou para Saluspark, evitando a ocupação no centro do território da Baía do Tejo, por um prazo de tempo que se desconhece e que irá condicionar o desenvolvimento futuro.
Na sua opinião esta decisão vai limitar o uso do território da Baía do Tejo naquela zona onde vai ser instalada esta indústria, dado que não está alinhado com os principios estratégicos do Plano de Urbanização.
É a Câmara que está a violar o que estava acordado no Plano de Urbanização, no que diz respeito aos principios de um bom trabalho para o ordenamento do território do concelho, referiu Rui Lopo.

Segundo Rui Braga, o Plano de Urbanização da Baía do Tejo não está em vigor, tendo sido suspenso.
Sublinhou que está em curso a elaboração de um novo Plano de Urbanização com a Baía do Tejo, que será enquadrado na revisão do Plano Director.
Referiu que esta empresa vai criar postos de trabalho qualificados, para além de ser uma porta que se abre a áreas de investigação e ligação à Escola Superior de Tecnologia do Barreiro.
Rui Braga garantiu que este projecto não coloca em causa a estratégia do Plano de Urbanização do território da Baía do Tejo, com ou sem Terminal de Contentores, nem na sua ligação à malha urbana.
Refutou a ideia que este projecto não hipoteca o futuro e vai contribuir para modernizar o Barreiro.

Frederico Rosa, referiu que o investimento será concretizado em duas fases, prevendo-se que a nova empresa vai contribuir para a criação de 50 postos de trabalho qualificados, na área da indústria farmacêutica.

A proposta foi aprovada com quatro votos favoráveis do PS e quatro abstenções da CDU.

A CDU, em declaração de voto, considerou que a aprovação deste projecto, impede o desenvolvimento da cidade para aquela zona do território da Baía do Tejo.
Sublinhou que a opção de voto pela abstenção foi por a CDU considerar que o Barreiro carece de novos projectos industriais e económicos, não está contra a criação de novas empresas e criação de postos de trabalho.
Salientou que o território da Baía do Tejo é essencial para o desenvolvimento do Barreiro.

Para os eleitos socialistas a aprovação desta proposta é mais um passo dado para a criação de postos de trabalho e de implementação de indústrias de ponta e altamente competitiva ao nível global, é importante para o desenvolvimento do território.

11.12.2019 - 00:04

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.