Conta Loios

postais

Barreiro - Colectivo SPA inaugura instalações na Baía do Tejo
Trabalha uma ideia de arte em torno da «memória» e «apagamento»

Barreiro - Colectivo SPA inaugura instalações na Baía do Tejo<br />
Trabalha uma ideia de arte em torno da «memória» e «apagamento» “Este é um espaço de criação, de inovação e de exibição dentro das artes plásticas. Pretendemos para além de criar trabalhos novos, explorar novas técnicas, explorar novos conceitos. Trazer pessoas para trabalhar connosco, dar uma dinâmica de rotatividade, de experimentação”, referiu ao jornal «Rostos», Cláudio Ferreira, do Colectivo SPA.


José Pacheco Pereira, foi o patrono da associação que inaugurou as novas instalações, numa cerimónia que contou com a presença de Jacinto Guilherme Pereira, Presidente do Conselho de Administração da Baía do Tejo, e Sérgio Saraiva, membro do Conselho de Administração.

1º pedra marca arranque do projecto

A inauguração decorreu com «pompa e circunstância», com todas as vertentes do protocolo, desde o descerramento da placa alusiva ao evento, por José Pacheco Pereira e Cláudo Ferreira, do Colectivo SPA, seguindo-se o baptismo das instalações com o lançamento da tradicional garrafa de champanhe, quebrada contra a parede, ainda o tradicional corta fitas, com uma tesoura laranja, e, por fim, a colocação da 1º pedra, que marca o arranque de um projecto em construção de quatro artistas barreirenses.

Colectivo trabalha uma ideia de arte conceptual

O Colectivo SPA é um grupo composto por quatro artistas, residentes da ADAO – Associação de Artes e Desenvolvimento da Artes e Oficios, que, perante a necessidade de ter mais espaço para desenvolver as suas actividades, ontem, inauguraram um novo espaço, nos Armazéns do Parque Empresarial da Baía do Tejo.
Um colectivo de artistas que trabalha uma ideia de “arte conceptual”, em torno de conceitos como a “memória”, o “apagamento”, como salientou Claudio Ferreira, do Colectivo SPA, num breve diálogo com o jornal «Rostos».

Um espaço de criação e de inovação

Os artistas que integram o projecto são de diferentes áreas – fotografia, desenho, escultura, abordando diversas linguagens artisticas.
“Este é um espaço de criação, de inovação e de exibição dentro das artes plásticas. Pretendemos para além de criar trabalhos novos, explorar novas técnicas, explorar novos conceitos. Trazer pessoas para trabalhar connosco, dar uma dinâmica de rotatividade, de experimentação”, refere Cláudio Ferreira.
Refere que o produto dessas dinâmicas criativas, podem resultar em exposições – “este vai ser um espaço multidisciplinar. Dentro das artes plásticas”.
O projecto visa a criação de ateliers de artes plásticas envolvendo novas gerações.
Um novo espaço que se integra nos vários espaços que vão surgindo no território do parque Empresarial da Baía do Tejo, visando a dinamização de um nicho de actividades criativas e do conhecimento.

VER BREVE REGISTO VIDEO

https://www.facebook.com/jornalrostos/videos/220003522511137/

23.02.2020 - 15:36

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2020 Todos os direitos reservados.