Conta Loios

postais

Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR)
Ponte Barreiro Seixal devia ser uma das medidas a contemplar

Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR)<br>
Ponte Barreiro Seixal devia ser uma das medidas a contemplar A construção da ponte rodoviária de ligação Barreiro Seixal tendo em conta o projecto já defendido pelas autarquias e que António Costa, Primeiro Ministro, numa visita ao Barreiro, defendeu que devia ser uma prioridade para os investimentos no âmbito do Portugal 2030, esta, devia ser uma exigência do âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR).

Amanhã. dia 1 de Março, fina o prazo de «Consulta Pública» do Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR), esta período de Consulta Pública de propostas e sugestões para este plano - a chamada bazuka do pós pandemia, devia ter sido uma oportunidade para motivar reflexões sobre prioridades de investimentos no concelho do Barreiro.

Apesar de algumas tentativas nesse sentido por parte da CDU, a força politica que lidera o municipio esquivou-se de qualquer debate. parece que elaborou um documento que. eventualmente terá sido divulgado aos vereadores, mas que não chegou aos eleitos da Assembleia Municipal do Barreiro, nem é do conhecimento público, nem o seu conteúdo global, nem prioridades, ou pensamento estratégico, de como se posiciona o Barreiro perante o Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR).

a mobilização da sociedade civil para participar na Consulta Pública, a participação de agentes sociais, a participação dos cidadãos, seria um contributo para que dar força á voz do Barreiro.

Hoje, já dei p meu contributo na Consulta Pública, no âmbito da mobilidade coloquei como prioridade o avanço da construção da ponte rodoviária barreiro - Seixal.
Este projecto é essencial para a região, contribui para dar escala económica, contribui para colocar o Hospital do Barreiro com uma maior papel regional, contribui para a diminuição de várias toneladas de co2 emitidas para a atmosfera , quer pelos transportes privados, quer pelos transportes públicos.
Os dois concelhos, através da construção desta ponte ficam separados, em linha recta, por uma distância de 400 metros, hoje, sem esta ponte, essa distância é de cerca de 16 km. Vejam o que isto significa em emissão de co2 para a atmosfera?

O PRR de via ser uma oportunidade para superar esta lacuna com décadas, esta sim com décadas.

Outra matéria que defendi na minha participação na Consulta Pública, foi que os territórios vazios das zonas industrial e ferroviária, e todo este espaço, que está sob a tutela do governos, devia entrar na agenda dos orçamentos do governo, no PRR, nas próximas décadas, valorizando estes territórios com projectos no âmbito de industria de novas tecnologias, de industrias criativas, de habitação, criando cluster em matérias como a economia do mar. O mar e rio tem um potencial de futuro no concelho do Barreiro, tal como teve há 500 anos, quando recebeu a Carta de Vila - equivalente a foral.

Por fim, defendi para o Barreiro e para a margem sul, a criação de uma rede inovadora de cidadania activa, quer com a criação de uma rede piloto de Lares/Centros de Dia de nova geração, com base numa filosofia multigeracional, numa intercooperação da economia social, autarquia e poder central, assim como a implementação de projectos desta mesma natureza na rede do movimento Associativo, vistos como espaços de vivência comunitária e partilha inter geracional e não como os eternos subsidio dependentes - os parentes pobres.

Foram estas ideias que pretendi expressar no meu contributo na Consulta Pública do PRR, sendo mais uma voz a juntar a outras vozes em defesa do Barreiro.
Fica o registo e recordar que, cada cidadão pode e deve, até amanhã, procurar dar o seu contributo, uma ideia pode dar força a uma vida melhor.
Por ali, pelo PRR, pode nascer muito futuro, neste tempo pós pandemia de dúvida e incertezas. Acreditemos.

António Sousa Pereira

https://www.consultalex.gov.pt/ConsultaPublica_Detail.aspx?Consulta_Id=183

28.02.2021 - 21:44

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.