Conta Loios

postais

Apresentação no Barreiro do Programa «Bairros Saudáveis»
Há uma enorme energia social disponível

Apresentação no Barreiro do Programa «Bairros Saudáveis»<br />
Há uma enorme energia social disponível<br />
O Programa «Bairros Saudáveis» contou com a participação de cerca de 750 candidaturas, envolvendo verbas de 10 milhões de euros. As verbas foram distribuidas por 246 candidaturas aprovadas, com valores entre os 25 mil euros e 50 mil euros, sendo financiadas a 100%.

No decorrer da sessão de apresentação dos projectos aprovados no Programa «Bairros Saudáveis», hoje à tarde, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, Helena Roseta, Coordenadora do Programa sublinhou que este programa demonstra que há “uma grande energia social disponível”, que envolve por todo o país, pessoas e entidades que “têm energia para fazer”.
`”É essa energia que é a alma do Programa Bairros Saudáveis”, salientou Helena Roseta.

Candidaturas foram lideradas por entidades de economia social

O Programa «Bairros Saudáveis» contou com a participação de cerca de 750 candidaturas, envolvendo verbas de 10 milhões de euros. As verbas foram distribuidas por 246 candidaturas aprovadas, com valores entre os 25 mil euros e 50 mil euros, sendo financiadas a 100%.
Os projectos que se candidataram ao programa visaram a intervenção em áreas de diversos âmbitos sociais, ambientais, urbanisticos ou económico.
As candidaturas foram lideradas por entidades de economia social, visando a intervenção plena da sociedade civil, com base em projectos de parcerias e criação de redes de intervenção ao nível de freguesia e municipio.

Melhorar o estado da saúde e não apenas ficar pelo combate à doença

Neste programa, Helena Roseta, sublinhou o envolvimento dos Técnicos da Área de Saúde, que perceberam como este programa é importante para desenvolver uma visão estratégica para a saúde que aponte caminhos que demonstrem como é importante melhorar o estado da saúde, e não apenas ficar pelo combate à doença. As autarquia estiveram envolvidas com parceiros nos diferentes projectos, para certificarem as entidades.
Recordou que o desafio dos tempos de hoje – “não é só a pandemia, é social e demográfico”, porque Portugal é um país envelhecido “no interior” e “nos centros históricos”.
Salientou que existe, nos dias de hoje, outra pandemia que enfrentamos – a “pandemia da solidão”.

Bairros Saudáveis» um exemplo a estudar pelo governo

Helena Roseta salientou que para concretizar este programa foi essencial a total “abertura do governo”, e, tendo sido envolvidos sete ministérios, tudo decorreu com eficácia.
A Coordenadora do programa «Bairros Saudáveis», recordou que este programa pode ser um exemplo a estudar pelo governo, para ter em conta no Plano de Recuperação e Resiliência, na sua estratégia de implementação que teve como base motivar a participação, com transparência, com regras de concurso que facilitem a participação, com a ideia que as verbas públicas são essenciais para alavancar a energia social que existe no território, no Bairro – tendo por base que o conceito de bairro pode ir da rua, ao bairro, á freguesia ou municipio.
“Há uma enorme energia social disponível”, sublinhou Helena Roseta.

14.05.2021 - 16:25

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.