Conta Loios

postais

No Programa «Bairros Saudáveis» aprovadas três candidaturas do Barreiro
Um instrumento de envolvimento e participação

No Programa «Bairros Saudáveis» aprovadas três candidaturas do Barreiro<br />
Um instrumento de envolvimento e participação<br />
. «RENASCER o Bairro das Palmeiras»; «UNIR COMUNIDADES – Cidade Sol», e, «Barreiro Velho»

Foram hoje divulgadas, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, no Barreiro, com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, as 246 candidaturas aprovadas no âmbito do Programa «Bairros Saudáveis».

No conjunto de candidaturas aprovadas registámos três do concelho do Barreiro:- «RENASCER o Bairro das Palmeiras»: da responsabilidade da NÓS ; «UNIR COMUNIDADES – Cidade Sol»: da responsabilidade da RUMO, E, «Barreiro Velho», da responsabilidade da SDUB «Os Franceses».
Os três projectos aprovados no concelho do Barreiro terão a duração de um ano, com actividades a realizar em três áreas especificas- Barreiro Velho, Bairro das Palmeiras e Cidade Sol. Para além das entidades promotoras das candidaturas estão envolvidos diversos agentes locais.

«Bairros Saudáveis» é um instrumento de esperança

Alexandre Teixeira, presidente da direcção da SDUB «Os Franceses», foi um dos oradores convidados a intervir na sessão, em representação das candidaturas aprovadas., recordou que este projecto dos «Bairros Saudáveis» é um contributo para valorizar o movimento associativo, um património enraizado na cultura barreirense, sendo um mecanismo importante para trabalhar em conjunto, nesse sentido lançou o repto para que as três candidaturas aprovadas no concelho do Barreiro desenvolvam esforços para potenciar acções conjuntas e “cruzar trabalho”.
Recordou três nomes fundamentais na estruturação da candidatura – Augusto Sousa, Carolina Cardoso e Moisés Rosa – “os pilares”.
Alexandre Teixeira, salientou que este programa «Bairros Saudáveis» é um instrumento de esperança, um instrumento de envolvimento e participação.

Barreiro Velho é um território que tem sofrido um declinio nos últimos anos

Carolina Cardoso, salientou que este projecto enquadra-se no trabalho do Laboratório de Participação, que visa dinamizar ideias de inclusividade, fomentar o conceito que são as pessoas que constroem as cidades, motivando metodologias de co-governança local.
Lançou o apelo à participação dos barreirenses no projecto, recordando que o Barreiro Velho, é um território que tem sofrido um declinio nos últimos anos e, ali, devem ser desenvolvidas actividades colaborativas, na gestão do espaço público e no envolvimento da comunidade na procura de soluções e dinamização da cidadania.

14.05.2021 - 18:05

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.