Conta Loios

postais

Um mercado profissional com trabalho garantido
Técnicos de Construção Civil precisam-se!

Um mercado profissional com trabalho garantido <br />
Técnicos de Construção Civil precisam-se!<br />
Temos nos últimos tempos verificado que o mercado da construção civil se encontra ao rubro. Os materiais de construção escasseiam e existem materiais com preços que já são o dobro do que eram no início do ano. Como exemplo o aço e a madeira, dois materiais que são largamente utilizados na construção.

Temos nos últimos tempos verificado que o mercado da construção civil se encontra ao rubro. Os materiais de construção escasseiam e existem materiais com preços que já são o dobro do que eram no início do ano. Como exemplo o aço e a madeira, dois materiais que são largamente utilizados na construção.

Talvez como consequência indireta da pandemia, começamos a ter uma perceção diferente das nossas casas, pois tivemos mais tempo no seu interior. Verificamos que podiam ter melhorias, que será melhor uma casa nova ou ter uma outra. A consequência passou pelos preços das casas, também, terem subido.

As empresas do setor da construção encontram-se com um volume de trabalho elevado, sendo mesmo difícil garantir a execução do trabalho adjudicado, tanto em termos de preço como de prazo. O setor da construção civil está numa fase exponencial de crescimento.

Na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de Setúbal temos tido, nos últimos tempos, uma procura muito elevada de profissionais para estágios na área da construção civil, que não conseguimos garantir, uma vez que os alunos finalistas estão já com o seu futuro profissional garantido.

Por isso o setor da construção civil apresenta-se atualmente como um mercado profissional com trabalho garantido em especial para técnico profissionais que podem desenvolver atividades em toda a cadeia de valor do setor. O setor da construção civil já não é para quem vai carregar “baldes de massa”, são profissionais que tem que ter conhecimento de tecnologias, de novos materiais como de novos processos construtivos, que têm que sabem novas formas de gerir obras.

Quem quiser “arriscar” neste mercado da construção civil, sugiro começar por um curso técnico profissional que são apenas 2 anos, já com estágio e têm assim entrada facilitada no mercado. Venham para as obras!

Susana Lucas

21.07.2021 - 21:50

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2021 Todos os direitos reservados.