Conta Loios

postais

Na Vila da Moita a festa anual em honra de N. Sra. da Boa Viagem
Vive-se intensamente tanto a vertente religiosa como a profana

Na Vila da Moita a festa anual em honra de N. Sra. da Boa Viagem<br />
Vive-se intensamente tanto a vertente religiosa como a profana<br />
O cariz sagrado tem o seu apogeu no primeiro domingo, com a realização da procissão, numa imensa manifestação popular de fé, com ênfase na chegada ao cais da imagem de N. Sra. da Boa Viagem para a bênção das embarcações.

Na Vila da Moita a festa anual em honra de N. Sra. da Boa Viagem acontece no mês de setembro, em função do feriado municipal, que se celebra na segunda terça-feira, e tem a duração de 10 dias.
Por aqui veste-se o espírito festivo muito antes do calendário oficial, o qual é bem visível não só nos preparativos do recinto levados a cabo pelos serviços camarários como está patente no vaidoso embelezamento da vila, ao gosto dos particulares, sendo o cais o emblemático local de passagem obrigatória para apreciar as embarcações engalanadas em garridos tons.

Este ano os morteiros lançados na margem fonteira ao edifício da Câmara Municipal, em plena marginal marcaram às 21h do dia 9 o início de uma das mais carismáticas festividades da margem sul do Tejo!
Vive-se intensamente tanto a vertente religiosa como a profana, respeitando-se mutuamente nos seus princípios, valorizando a génese das gentes Moitenses.

O cariz sagrado tem o seu apogeu no primeiro domingo, com a realização da procissão, numa imensa manifestação popular de fé, com ênfase na chegada ao cais da imagem de N. Sra. da Boa Viagem para a bênção das embarcações.
Noutro prisma regido pela tradição, são as raízes taurinas a fazer (ainda) desta terra a diferença relativamente a outras localidades da zona com afamadas corridas de touros e as populares largadas matinais diárias, na avenida Teófilo Braga, atraindo aficionados ou simples curiosos num movimento consideravelmente numeroso de participantes.

Neste quadro, o destaque merecido vai para a designada "tarde do fogareiro" evento que reúne também, naquela avenida de frondosas árvores e burladeros decorados com motivos alusivos à faena, largas centenas de pessoas, num salutar convívio, em torno dos assados feitos sobre as brasas improvisadas cantando e dançando tarde dentro ao som do animado envolvimento musical!
A festa da Moita não termina sem o grandioso espetáculo pirotécnico no serão de domingo! Assim que soam as doze badaladas do sino da igreja matriz o céu enche-se de apontamentos brilhantes sonoros e coloridos durante umas dezenas de minutos!

Mas a festa da Moita é muito mais que este bloco de apontamentos pode descrever, pela animação constante das ruas, pelos pormenores que não são facilmente captados pelos visitantes! Em síntese... quanto à festa da Moita, apraz-me descrevê-la desta forma simples:
“Quem lá vai tem sensações, quem lá vive tem sentimento!”

Rute Pio Lopes

VER FOTOS
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.493665229433963&type=3

20.09.2022 - 18:54

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.