Conta Loios

postais

A CAMINHO DO COHOUSING
Habitação colaborativa com direito de uso e consequente vida comunitária

A CAMINHO DO COHOUSING<br />
Habitação colaborativa com direito de uso e consequente vida comunitária <br />
Originário da Dinamarca, o conceito de habitação colaborativa com direito de uso e consequente vida comunitária foi-se estendendo a outras paragens da Europa e Brasil, entre outras.

. É conhecido pelo nome de “cohousing”, denominação que começa a ser conhecida e bem aceite por pessoas de todas as idades; diria mesmo que a ideia da intergeracionalidade está na sua base conceptual e nas práticas já existentes.

Em Portugal começa a dar os primeiros passos e, bem perto de nós, é bem possível que já esteja a germinar o primeiro projecto dessa índole.

O desejo de romper com o isolamento e passar a ter uma vida partilhada, ainda que mantendo a privacidade da habitação individual, é o caminho que algumas pessoas começam a percorrer.
Digamos que o primeiro ensaio aconteceu no dia de S. Martinho, quando um grupo de 30 pessoas se juntaram à volta da fogueira, cumprindo a tradição de assar castanhas e provar o vinho novo.

Os mentores do futuro cohousing, sito no Brejo Faria, em Alhos Vedros, trouxeram ao convívio os futuros vizinhos do Bairro, numa tarde que a fogueira prolongou até noite escura.
Foi bonito! Foi significativo! Foi um bom augúrio!
A ideia de cohousing no Brejo Faria poderá ter dado o primeiro passo.

Plo Grupo Cohousing do Brejo Faria,
Rosário Vaz

15.11.2022 - 15:09

Imprimir   imprimir

PUB.

Pesquisar outras notícias no Google

Design: Rostos Design

Fotografia e Textos: Jornal Rostos.

Copyright © 2002-2022 Todos os direitos reservados.